Negócios

5 pontos chaves para implementar uma estrategia de IA em sua empresa


5 pontos chaves para implementar uma estratégia de IA em sua empresa



São Paulo, 7 de junho de 2024



– Já é notório que a Inteligência Artificial (IA) está ganhando espaço no mundo dos negócios. Cada vez mais, empresas de todos os portes e setores a adotam graças à sua versatilidade e ampla gama de aplicações. Embora a implementação de uma estratégia de IA nos processos diários de qualquer empresa possa ser intimidante no início, a Microsoft compartilha cinco pontos chave para o fazer da forma mais estratégica e eficaz possível.






1. Identifique lacunas de dados na empresa




O primeiro passo para a implementação da Inteligência Artificial é identificar os usos que as ferramentas de IA têm dentro da empresa, a fim de determinar possíveis lacunas de dados, ou seja, quantas informações devem ser compartilhadas com ferramentas que são públicas e quais devem ser mantidas sempre dentro dos aplicativos disponibilizados pelas empresas. Além de implementar uma infraestrutura de segurança de dados sólida e bem-organizada para evitar riscos de vazamento de informações. No México, 70% das empresas entrevistadas no estudo realizado pela Microsoft “IA em micro, pequenas e médias empresas: tendências, desafios e oportunidades” utilizaram tecnologias de cibersegurança, aumentando em relação a 2022.






2. Cada cargo tem seus desafios






Cada trabalho é único, o que significa que as dificuldades específicas também diferem em cada caso. Para enfrentá-los, você pode aproveitar uma das grandes vantagens da IA: sua capacidade de ser altamente personalizável. Por exemplo, no Índice de Tendências Laborais de 2024 da Microsoft, 76% dos usuários de IA no México trazem as suas próprias ferramentas para o trabalho, o que lhes permite responder a cada uma das suas necessidades. Porém, a sobrecarga de tarefas repetitivas persiste, já que 85% dos e-mails são lidos em menos de 15 segundos, e cada pessoa costumar ler cerca de 4 e-mails para cada um que envia, por isso, o Copilot tem se apresentado um aliado para diferentes níveis de operações.





Graças a esta ferramenta, os usuários conseguiram reduzir o tempo gasto em tarefas monótonas. Globalmente, os usuários do Copilot leram 11% menos e-mails individuais e gastaram 4% menos tempo interagindo com eles, e os clientes que tiveram maior impacto gastaram 25% a 45% menos tempo interagindo com eles.



3.



A formação é fundamental no ambiente de negócios




Os funcionários devem passar por uma curva de aprendizado para usar a IA, portanto deve haver uma mudança comportamental na forma como trabalham, e à medida que o uso da IA avança, os gestores que estão “extremamente familiarizados” com ela, veem um grande potencial de transformação. Cerca de 68% dos gestores no México preferem contratar um candidato com experiência em conhecimento de IA a um experiente sem conhecimento. Portanto, nos próximos cinco anos, 41% destes gestores globalmente esperam redesenhar processos de negócios do zero com IA, no mesmo período, 42% planejam treinar uma equipe de



bots



de IA e 47% garantem o uso ético da IA como uma parte fundamental do seu trabalho.






4. Priorize a confiança


Para explorar os benefícios profissionais da IA, os trabalhadores precisam de tempo para aprender como utilizá-la, mas primeiro precisam saber que podem confiar nestas tecnologias. As empresas podem construir essa confiança de diversas maneiras, desde conduzir sessões de treinamento até demonstrar como essas ferramentas foram testadas e validadas. Este mesmo estudo mostra que os utilizadores globais avançados de IA têm 61% mais probabilidade de ouvir o seu CEO sobre a importância da utilização da IA generativa no trabalho e 40% mais probabilidade de ouvir o seu líder de departamento.






5. Identifique novos hábitos e áreas de oportunidade




Quando as empresas adotam novas ferramentas tecnológicas, é comum observar um enorme aumento na utilização, seguido de uma grande queda assim que os trabalhadores ficam frustrados por não saberem como utilizá-las. Para evitar essa situação, é fundamental identificar e abordar os pontos de conflito que surgem dentro de cada setor, para que seja possível esclarecer quais hábitos podem ser adotados pela área para aumentar sua produtividade.





Este mesmo estudo levanta uma hipótese: a IA torna as reuniões mais valiosas, como um depósito de informações e um atalho para a criação, como uma reunião de



brainstorming



, facilmente convertível em um primeiro rascunho. Em algumas empresas, o aumento da eficiência leva a menos reuniões e, em outras, o aumento do valor leva a mais reuniões. À medida que as capacidades de IA avançam, os investigadores esperam que este efeito continue permitindo a redução do tempo de algumas reuniões e tornando as reuniões existentes mais valiosas.





Sem dúvida, a Inteligência Artificial está revolucionando a forma como as empresas operam diariamente, por isso é importante considerar que qualquer estratégia deve reconhecer as necessidades do seu negócio para implementar este tipo de soluções. Da mesma forma, em um ambiente de negócios em constante evolução, é melhor iniciar a transformação o mais cedo possível e aprender à medida que avança, em vez de aderir à tendência tarde demais.



Sobre a Microsoft

A Microsoft (Nasdaq “MSFT” @microsoft) cria plataformas e ferramentas alimentadas por IA para fornecer soluções inovadoras que atendam às crescentes necessidades de nossos clientes. A empresa de tecnologia está empenhada em disponibilizar amplamente a IA e fazê-la de forma responsável, com a missão de capacitar cada pessoa e cada organização no planeta a conquistar mais. No Brasil há 35 anos, a empresa lançou em 2020 o Plano Microsoft Mais Brasil com o objetivo de apoiar o desenvolvimento econômico sustentável do País, contribuindo com ações capazes de preparar os profissionais para a economia digital, reduzindo as desigualdades e promovendo a inclusão digital.