Notícias

Comedia de Mazzaropi e classico King Kong sao exibidos em pelicula 16 mm no Museu da Lingua Portuguesa

Comédia de Mazzaropi e clássico King Kong são exibidos em película 16 mm no Museu da Língua Portuguesa

Filmes são as atrações de junho e julho do projeto Luz na Tela, o cinema ao ar livre do Museu. A curadoria da atividade é do Museu Soberano – Rua do Triunfo

Sabe aquele barulhinho do projetor das antigas salas de cinema? Ele poderá ser ouvido nas próximas duas sessões do projeto Luz na Tela , o cinema ao ar livre do Museu da Língua Portuguesa , instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo. Isso porque os filmes programados para junho e julho serão projetados à moda antiga – em película 16 mm.

Jeca Tatu , uma das comédias mais conhecidas de Mazzaropi, será a atração de junho do Luz na Tela. A exibição acontecerá no dia 27, a partir das 19h30. Baseado no personagem criado pelo escritor Monteiro Lobato, o filme conta a história de um caipira preguiçoso e simplório que vive em um sítio no interior de São Paulo com a mulher e seus filhos. A trama envolve dívidas, intrigas e a luta de Jeca para proteger sua família e suas terras. O longa-metragem dirigido por Milton Amaral foi lançado em 1959.

Para a sessão de Jeca Tatu, o Pátio B, onde acontecem as exibições do Luz na Tela , será decorado com bandeirinhas e outros adereços alusivos às festas juninas e caipiras. Além disso, haverá a distribuição de quentão sem álcool, guaraná e, claro, pipoca.

Em julho, no dia 25, a partir das 19h30, o clássico King Kong também será exibido em película 16 mm e em versão dublada. O filme de 1933 transformou o gorila gigante em um ícone pop. A cena do personagem no topo do edifício Empire State, em Nova York, é uma das mais inesquecíveis de todos os tempos do cinema mundial.

Dirigido por Merian C. Cooper e Ernest B. Schoedsack, King Kong acompanha uma equipe de cinema que vai até uma ilha no Oceano Índico em busca de locações para uma filmagem. Lá, a mocinha da história, Ann (Fay Wray), se depara com um gorila gigante. O animal é capturado e levado para os Estados Unidos, onde um grupo de inescrupulosos empresários deseja torná-lo uma das principais atrações teatrais da cidade de Nova York.

Ao longo da história cinematográfica, várias refilmagens e adaptações de King Kong foram produzidas, justamente por conta do impacto que o filme original representa até os dias de hoje. Em 1991, ele foi incluído no National Film Registry da Biblioteca do Congresso norte-americano, que preserva obras audiovisuais histórica ou esteticamente significantes. Trata-se de um filme de aventura, suspense, fantasia e terror presente no imaginário de diversas gerações.

No projeto Luz na Tela , os filmes são exibidos em uma tela de 4 x 2,3 metros. O público pode vê-los em cadeiras e bancos espalhados pelo Pátio B. Mesmo em caso de chuva, a sessão é mantida por acontecer em um local coberto. Há sempre distribuição de pipoca e guaraná.

SERVIÇO
3º Luz na Tela – Exibição do filme Jeca Tatu, clássica comédia protagonizada por Mazzaropi , em película 16 mm
Dia 27 de junho (quinta-feira), às 19h30
No Pátio B do Museu da Língua Portuguesa (mesmo em caso de chuva, haverá a sessão de cinema – local coberto)
Grátis (haverá a distribuição de pipoca, guaraná e quentão sem álcool)

4º Luz na Tela – Exibição do filme King Kong, clássico do terror de 1933, em película 16 mm e dublado
Dia 25 de julho (quinta-feira), às 19h30
No Pátio B do Museu da Língua Portuguesa (mesmo em caso de chuva, haverá a sessão de cinema – local coberto)
Grátis (haverá a distribuição de pipoca e guaraná)

Museu da Língua Portuguesa
Praça da Língua, s/nº – Luz – São Paulo

SOBRE O MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA
Localizado na Estação da Luz, o Museu da Língua Portuguesa tem como tema o patrimônio imaterial que é a língua portuguesa e faz uso da tecnologia e de suportes interativos para construir e apresentar seu acervo. O público é convidado para uma viagem sensorial e subjetiva, apresentando a língua como uma manifestação cultural viva, rica, diversa e em constante construção.

O Museu da Língua Portuguesa é uma instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo, concebido e implantado em parceria com a Fundação Roberto Marinho. O IDBrasil Cultura, Esporte e Educação é a Organização Social de Cultura responsável pela sua gestão.

PATROCÍNIOS E PARCERIAS
A temporada 2024 conta com o patrocínio máster da Petrobras, patrocínio da CCR, do Instituto Cultural Vale, e da John Deere Brasil; com apoio do Itaú Unibanco, do Grupo Ultra, e da CAIXA. Conta ainda com as empresas parceiras Instituto Votorantim, Epson, Machado Meyer, Verde Asset Management. Revista Piauí, Guia da Semana, Dinamize e JCDecaux são parceiros de mídia. A EDP é patrocinadora máster da reconstrução do Museu. A reconstrução e a temporada 2024 são uma realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet.

SOBRE O SOBERANO – RUA DO TRIUNFO
O lendário Restaurante Soberano, localizado na Rua do Triunfo, teve sua reabertura em março de 2024, causando grande impacto na mídia e no público ao inaugurar a exposição singular “Além, muito Além de Zé do Caixão”. Esta exposição presta homenagem ao lado menos conhecido de José Mojica Marins e seu icônico personagem, Zé do Caixão, além de apresentar o espaço renovado. A reabertura não apenas celebra o retorno do local icônico, como também marca a cultura cinematográfica brasileira e paulista, em homenagem à vibrante cena da Boca do Cinema.

Museu da Língua Portuguesa – Comunicação
Alan de Faria | alan.faria@idbr.org.br – 11 99894 0702
Renata Beltrão | renata.beltrao@idbr.org.br – 11 99267 5447

Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo Assessoria de Imprensa
(11) 3339-8062 / (11) 3339-8585

Acompanhe a Cultura: Site | Facebook | Instagram | Twitter | LinkedIn | YouTube