Notícias

Equidade de genero so sera alcancada em 2038

Equidade de gênero só será alcançada em 2038

Segundo o estudo feito pela Deloitte, no mundo, apenas 6% de CEOs são mulheres

Com base nos dados revelados pela 8ª edição da pesquisa “Women in the Boardroom” da Deloitte, é evidente que a presença feminina em cargos de liderança, embora ainda modesta, está em ascensão. Apenas 6% dos CEOs em todo o mundo são mulheres, um número que, embora pequeno, representa um aumento de 1% em relação ao ano anterior.

No Brasil, a representação feminina como CEOs está em ascensão, subindo de 0,8% para 2,4% em 2023. A presença de mulheres nos conselhos de administração também está aumentando tanto globalmente quanto no Brasil, indicando progresso no caminho rumo à equidade de gênero. No entanto, os números ainda revelam um longo caminho a percorrer, com a expectativa de que a equidade de gênero só seja alcançada em 2038.

Para a fundadora do Instituto Mulheres do Imobiliário, Elisa Rosenthal, este é um caminho que traz diversos obstáculos, mas que também contempla as empreendedoras com autonomia e independência. “A jornada de ascensão e autoliderança é solitária, especialmente para as mulheres que, muitas vezes, não têm com quem dividir a jornada, os altos e baixos do caminho percorrido para ser diretora, CEO ou empreendedora em uma empresa. Por vezes não temos uma liderança feminina na qual possamos nos inspirar, senti isso na pele quando resolvi empreender em um dos setores mais masculinizados do mercado.” complementa a empresária.

O número de mulheres empreendedoras está crescendo no Brasil e chegou a uma marca histórica: uma pesquisa do Sebrae, feita com base em dados do IBGE, mostra que 10,3 milhões de mulheres são donas de negócios no país, número que representa mais de 34% dos empreendedores.

Geralmente, as mulheres começam a empreender por falta de oportunidade no mercado. Segundo o levantamento Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 81% das mulheres entrevistadas apontaram que abriram o próprio negócio para “ganhar a vida porque os empregos são escassos” e “para fazer diferença no mundo”. Hoje, segundo o Instituto Rede Mulher Empreendedora, 57% dos negócios liderados por mulheres empreendedoras são do tipo MEI.

Os caminhos solitários no empreendedorismo feminino

“A solidão é um elemento muito presente nos caminhos do empreendedorismo feminino e pode afetar o crescimento da mulher”, explica Elisa. “Quando decidem empreender, muitas mulheres se veem obrigadas a embarcar em uma múltipla jornada: conciliar o empreendedorismo e o cuidado com a família, já que, em muitos casos, elas são as principais, ou muitas vezes as únicas, provedoras”.

Na área comercial do setor imobiliário, onde Elisa atua, o número de mulheres cresceu 144%, segundo o estudo produzido pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis (COFECI) com base nos últimos 10 anos.

Com o pensamento empreendedor e com a vontade de alcançar mais mulheres no Direito Imobiliário, Elisa abriu espaço e construiu pontes para falar e convidar mulheres do segmento para se posicionar através do Instituto Mulheres do Imobiliário, que este ano completou 5 anos.

Durante estes anos, a fundadora e diretora-presidente, impactou e impacta mais de 20 mil mulheres diariamente em busca de disseminar o protagonismo em um setor masculinizado.

“O Instituto, entre outros projetos meus, como o livro Proprietárias, chama a atenção para o potencial transformador da mulher no mercado imobiliário, tanto como compradora, investidora e líder. O mercado imobiliário é machista, masculino e masculinizado. Precisamos abordar essa realidade para inovar.” menciona Rosenthal.

Recentemente, o Instituto lançou uma comunidade com cursos profissionalizantes, 100% online, que disponibiliza conteúdos elaborados por mulheres do ramo imobiliário.

Imagem: Site oficial

“Nosso objetivo é fomentar a capacitação, conteúdo de qualidade e acessível, além do networking entre essas mulheres e profissionais do mercado. Queremos capacitar o maior número de mulheres possíveis para que elas possam ocupar com excelência novas frentes no mercado de trabalho.” afirma a fundadora.

Entre os principais atrativos da comunidade encontra-se o Academy Club, uma iniciativa que, apesar de sua categoria elevada, oferece preços e condições de pagamento acessíveis. “O Academy Club proporciona trilhas de aprendizado abrangentes, abordando desde tópicos fundamentais do mercado imobiliário até questões de liderança feminina e práticas construtivas sustentáveis. Com uma gama diversificada de recursos, nosso objetivo é capacitar e promover o empoderamento feminino neste setor em constante evolução” destaca Rosenthal.

Com um conteúdo exclusivo, o curso aborda uma variedade de temas relevantes para mulheres interessadas em se destacar no mercado imobiliário. O Academy Club é estruturado em três trilhas distintas, cada uma delas conta com a experiência de renomadas profissionais do setor imobiliário, como Elisa Rosenthal, Raquel Trevisan, Alexia Monik, Claudia Dietrich, Venessa Amorim, entre outros nomes do setor.

Para obter mais informações, visite nosso Site .

Instituto Mulheres do Imobiliário
Primeiro e maior grupo feminino do setor imobiliário no País, dedicado à equidade de gênero na cadeia produtiva. Seu objetivo é promover igualdade e equidade, além de defender o meio ambiente, sustentabilidade, desenvolvimento econômico e inclusão social, especialmente para mulheres. Suas atividades incluem educação, geração de trabalho decente, acesso à habitação, apoio ao empreendedorismo feminino e combate à discriminação. O Instituto também promove relações positivas entre áreas urbanas e participação democrática na gestão urbana. Saiba mais: www.mulheresdoimobiliario.com.br

Elisa Rosenthal é a fundadora e diretora-presidente do Instituto Mulheres do Imobiliário. Como mentora de profissionais de diversas áreas, ela continua motivando e preparando mulheres para cargos de liderança. Elisa foi a primeira paulista a ser certificada pelo curso de Liderança Avançada para Mulheres pela Shakti Fellowship, em parceria com a San Diego University, Califórnia. Reconhecida como LinkedIn Top Voices e TEDx Speaker, ela é uma influente colunista do Estadão Imóveise Exame Invest. Vencedora do prêmio A Voz Feminina do Mercado Imobiliário, Elisa possui formação em Arquitetura pelo Mackenzie, pós-graduação em Administração de Empresas com extensão em Negócios Imobiliários pela Fundação Getúlio Vargas e é formada como Conselheira de Administração pelo IBGC. Atualmente, ela está cursando pós-graduação em Urbanismo e o Futuro das Cidades pela PUCPR. Sua trilogia sobre liderança feminina para o LinkedIn Learning já alcançou mais de 25 mil alunos.