Facebook redesenhado e modo escuro agora disponíveis para todo mundo

O site redesenhado do Facebook está agora disponível em todo o mundo, anunciou a empresa na sexta-feira. Antes desta mudança, a nova versão do Facebook só estava disponível se se optasse por ela a partir de Março e apenas em alguns mercados, embora a empresa tenha dito na altura que a maioria das pessoas teria acesso nesse mês.

Num blogue publicado hoje, o Facebook diz que o novo site vai “ser agora a experiência na Internet para o Facebook a nível mundial”, acrescentando que “é mais rápido, mais fácil de utilizar e dá um descanso aos olhos com o modo escuro”.

O modo escuro é, de facto, o destaque da nova versão, mas a atualização também proporciona outra remodelação bastante dramática. O layout de casa apresenta um novo Skinnier News Feed, amplo espaço vazio nos trilhos esquerdo e direito, e ícones maiores e uma barra de menu que lhe permite saltar facilmente para várias partes da aplicação.

Para aqueles que querem ligar o novo design e activar imediatamente o modo escuro, eis como:

Clique na seta para baixo no final da barra de menu superior para puxar para cima o antigo menu de definições do Facebook.
Clique em “Mudar para o novo Facebook”.
Clique na mesma seta para baixo e mude o modo escuro de desligado para ligado.

O objetivo quando o Facebook revelou pela primeira vez o redesign do ambiente de trabalho na sua conferência de desenvolvimento F8, em 2019, era recentrar a experiência central da Web nas áreas que a maioria das pessoas ainda gosta de usar: eventos, grupos e mensagens. Não foi bem o fim do News Feed per se, mas mais líderes do Facebook admitiram que agora é um conceito antiquado ter um feed algorítmico cheio principalmente de lixo de páginas e posts públicos.

As pessoas estão a retirar-se cada vez mais para grupos privados e mensagens, e o único utilitário do Facebook neste momento é que ainda é a melhor forma de organizar um grande evento com amigos ou contactar alguém que conheça e cuja informação de contacto não tenha.

O CEO Mark Zuckerberg disse o mesmo quando, alguns meses antes do redesenho revelar, anunciou uma mudança para toda a sua empresa no sentido de produtos e funcionalidades focados na privacidade. E a menos que esteja na demografia mais antiga do Facebook ou esteja particularmente interessado na marca única de conteúdo político hiperpartidário do site, a maioria das pessoas passou a passar mais tempo na Instagram, TikTok, Twitch, YouTube e outras plataformas.

O novo Facebook reflete as prioridades da empresa, com foco em vídeos para o News Feed (porque os anúncios de vídeo ainda ganham muito dinheiro à empresa) e acesso fácil a eventos e grupos, juntamente com um painel de Messenger redesenhado. Pode ser uma mudança visual muito mais difícil, mas é muito mais agradável utilizar o Facebook quando se conhece a nova interface.

Via: TheVerge