Grupo EXA lança aplicativo para proteger dados e transações Pix após roubo ou furto de celulares

Grupo EXA lança aplicativo para proteger dados e transações Pix após roubo ou furto de celulares
 

A solução é capaz de localizar o aparelho em tempo real, apagar os aplicativos de bancos, bloquear o smartphone e tirar fotos de quem está em posse do dispositivo
 

São Paulo, dezembro de 2023 – O Grupo EXA, líder em tecnologia e soluções de segurança digital, apresenta o aplicativo ‘Proteção Pix: dinheiro seguro’, uma ferramenta que protege os usuários contra transações bancárias não autorizadas, decorrentes de apropriações indevidas. Entre as suas principais funcionalidades, o app oferece seguro de até 10 mil reais (por contrato válido pelo período de 12 meses) em transferências realizadas via Pix, TED ou TEF. O aplicativo não está atrelado a nenhum banco ou meio de pagamento, por isso, cobre o extravio de qualquer instituição bancária, mas vale ressaltar que o usuário precisa bloquear o IMEI do aparelho e registrar um boletim de ocorrência antes de acionar o serviço.
 

A solução do Grupo EXA conta com uma versão gratuita que permite o rastreamento em tempo real do aparelho, e a Premium, com planos a partir de R$ 6,90 por mês, no qual o usuário consegue bloquear a tela, apagar todos os dados e capturar imagens de quem cometeu o furto/roubo através da câmera frontal. Todas essas funcionalidades podem ser acessadas por meio do site do produto: Link
 

“O aplicativo ‘Proteção Pix’ surge para sanar algumas das principais preocupações dos consumidores: a quebra de privacidade e a violação de dados e bens financeiros decorrentes dos inúmeros casos de roubo de celulares. Além do reembolso de valores e ferramentas para a recuperação de aparelhos subtraídos, a solução traz outros benefícios significativos, já que auxilia os usuários a preservarem as suas memórias, como fotos e contatos”, afirma Iago Maciel, diretor de produtos da EXA.
 

A inclusão dessa ferramenta no portfólio da empresa ocorreu em resposta ao crescente aumento de crimes em transações financeiras realizadas a partir de dispositivos móveis apropriados indevidamente. Em 2022, o IDC (International Data Corporation) divulgou que 60% dos brasileiros usam carteiras digitais e/ou aplicativos bancários em seus dispositivos.
 

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Brasil testemunhou, em 2022, um total de 508,3 mil roubos e 490,8 mil furtos de celulares, totalizando quase 1 milhão de incidentes registrados. A cidade de São Paulo liderou o ranking com 346,5 mil casos, representando um aumento de 19% em relação a 2021.
  O Grupo EXA é líder em tecnologia e soluções digitais para clientes de diferentes segmentos, considerado o maior grupo de desenvolvimento de aplicativos de segurança digital do Brasil.