Negócios

Imersoes formam novos lideres empresariais na pratica

Imersões estão aprimorando novos líderes empresariais com aprendizado na prática

De acordo com Marcus Marques, especialista em aceleração de negócios, esse movimento possibilita a tomada de decisões baseadas em atividades aplicáveis

A necessidade de qualificação e atualização contínua dos gestores no cenário empresarial é evidente, principalmente devido à alta concorrência no mercado. Com isso, está surgindo uma demanda crescente por métodos de educação que vão além das tradicionais abordagens acadêmicas, proporcionando aprendizado prático e imediato para os desafios reais da gestão de negócios.

Segundo um estudo realizado pelo Harvard Business Review, 75% dos participantes de programas de imersão empresarial relataram uma melhoria significativa na capacidade de tomar decisões estratégicas e resolver problemas complexos, resultando em maior satisfação de clientes e crescimento no número de vendas.

Da teoria à prática

Historicamente, a formação acadêmica tem sido a principal via para a qualificação empresarial. No entanto, de acordo com Marcus Marques , especialista em aceleração empresarial que já treinou mais de 8 mil gestores com sua metodologia, graduações e pós-graduações muitas vezes não abordam os desafios cotidianos enfrentados pelos gestores. “No ambiente competitivo, é preciso compreender como aplicar esses conhecimentos teóricos em situações reais. Isso inclui a resolução de problemas operacionais, a gestão de equipes e a adaptação às demandas dos clientes, superando a concorrência e facilitando o caminho para se tornar referência em sua área”, relata.

O especialista acredita que a educação empresarial prática surge como uma resposta a essa lacuna. “Programas que focam em mentoria e imersões intensivas estão ganhando popularidade, ensinando empresários a lidar diretamente com os aspectos dinâmicos da gestão de um negócio. Esses métodos oferecem informações sobre tendências de mercado, satisfação do cliente e criação de uma cultura organizacional forte, elementos essenciais para o sucesso a longo prazo”, pontua.

A revolução das imersões empresariais

Segundo Marques, esses programas são projetados para ensinar habilidades específicas e adaptáveis à realidade de cada empresa. “Durante essas sessões, os participantes são expostos a cenários empresariais reais, discutindo casos de estudo e participando de atividades práticas que simulam desafios de gestão”, revela.

Esse formato oferece uma vantagem significativa sobre os métodos tradicionais: a oportunidade de aprender diretamente com especialistas e profissionais experientes. “Os empresários adquirem competências práticas que podem ser aplicadas imediatamente em seus negócios, como técnicas de liderança, estratégias de mercado e métodos eficazes para melhorar a eficiência operacional”, afirma.

Para o especialista, muitos gestores encontram-se presos em uma rotina de trabalho exaustiva, sempre “apagando incêndios” e respondendo a crises de última hora. “É essencial reduzir essa carga operacional, liberando os gestores para se concentrarem em iniciativas que promovam o crescimento e a inovação. Esse movimento é capaz de transformar empresas que estão apenas sobrevivendo em organizações que prosperam a longo prazo”, declara.

Adotando uma abordagem prática para a educação empresarial, os gestores evitam erros comuns que, muitas vezes, surgem da falta de experiência direta. “Ao invés de depender apenas de teorias, eles podem basear suas decisões em conhecimentos adquiridos através de experiências reais e aplicáveis”, relata.

Marques acredita que a evolução da educação empresarial é uma resposta necessária às demandas do mercado. “Para os empresários, essa nova forma de aprendizado oferece a possibilidade de prosperar e liderar em seus respectivos setores. O futuro da educação empresarial está na prática”, finaliza.

Sobre Marcus Marques

Marcus Marques possui mais de 2 milhões  de seguidores em suas redes sociais e tem como propósito acelerar o Brasil, ajudando as empresas a se tornarem extraordinárias. No total, mais de 8.000 empresários já participaram de sua imersão Acelerador Empresarial, um programa que já teve mais de 55 turmas. É fundador e líder do Giants, a maior comunidade de empresários de alto valor no Brasil, que conta com mais de 600 membros ativos no programa. Esse cenário promissor fez com que ele se tornasse a principal referência em gestão e aceleração de pequenas e médias empresas.

Graças ao excelente resultado conquistado ao longo dos tempos, fatura mais de R$150 milhões por ano e gera mais de R$60 milhões anuais de lucro. O Grupo Acelerador, um ecossistema de oito empresas, emprega mais de 750 colaboradores comprometidos a ajudar empresários a terem cada vez mais lucro e liberdade. Para mais informações, acesse o site ou pelas redes sociais @marcusmarquesoficial .