Notícias

Lideranca como aplicar o Tripe de Alta Performance para ampliar resultados sem esquecer das pessoas

Liderança: como aplicar o Tripé de Alta Performance para ampliar resultados sem esquecer das pessoas

por Carolina Valle Schrubbe,
Fundadora da Quare Desenvolvimento,
Especialista em desenvolvimento de pessoas
com formação executiva e liderança
pela Fundação Dom Cabral

A busca pelos melhores resultados é a régua que guia o ambiente corporativo na atualidade. Empresas de todos os setores e portes investem fortemente em estratégias e tecnologias na tentativa de otimizar o desempenho e aumentar a produtividade. No entanto, uma verdade fundamental se destaca: o maior ativo de qualquer organização são as pessoas. Focar no desenvolvimento e preparo das pessoas, especialmente das lideranças, não é desviar o olhar dos resultados, mas sim o caminho mais eficiente para alcançá-los.

Neste contexto, um conceito de gestão se apresenta como uma ferramenta essencial para o treinamento de lideranças que buscam resultados sem deixar de lado os colaboradores: é o Tripé de Alta Performance. Sustentado por três pilares – Accountability (Responsabilidade), Senso de Pertencimento e Ownership (Posse, ou “visão de dono”, em tradução livre) – tem como intenção o desenvolvimento de competências técnicas, comportamentais e da motivação simultâneamente.

O aperfeiçoamento das competências técnicas envolve o conhecimento e as habilidades específicas necessárias para realizar tarefas e tomar as decisões. Para líderes, isso significa ter um profundo entendimento de sua área de atuação, bem como habilidades práticas que os capacitem a guiar suas equipes com eficiência. Neste ponto, cursos e workshops que ampliem o conhecimento técnico dos líderes e o incentivo à participação em conferências, seminários e programas de educação continuada são os melhores caminhos.

A competência comportamental refere-se às habilidades interpessoais e de gestão que permitem aos líderes se comunicarem de maneira eficaz, resolverem conflitos e inspirarem  equipes. Dentro desse segmento, os conceitos como Accountability e Senso de Pertencimento são fundamentais.

Accountability : A responsabilidade é a base da confiança dentro de uma equipe. É importante que o time compreenda com clareza quais são as metas e objetivos a serem alcançados e , ao líder, é preciso deixar claro o que ganham e perdem se atingirem ou não as metas, sendo justo na avaliação dos resultados. Como afirma o lendário Bob Proctor, um dos mais importantes autores no segmento de desenvolvimento pessoal, “Accountability é a cola que une o compromisso com os resultados”.

Como desenvolver:

  • Definição de expectativas : Estabelecer objetivos claros e mensuráveis para os líderes.
  • Feedback regular : Implementar um sistema de feedback contínuo para monitorar o progresso e corrigir desvios.

Senso de Pertencimento : Sentir-se parte de algo maior aumenta o engajamento e a motivação. Líderes que cultivam um ambiente inclusivo e acolhedor criam equipes mais coesas e produtivas.

Como desenvolver:

  • Cultura inclusiva : Promover a diversidade e a inclusão através de políticas e práticas organizacionais.
  • Celebração de conquistas : Reconhecer e celebrar as realizações da equipe regularmente para fortalecer o sentimento de pertencimento.

O terceiro ponto do tripé é a motivação, o combustível que impulsiona o desempenho. É essencial que os líderes estejam motivados, para que possam transmitir isso às equipes que gerenciam. O conceito de Ownership torna-se relevante neste momento.

Ownership : Assumir a propriedade de seus projetos e resultados significa tratar os objetivos da empresa como se fossem seus. Isso gera um senso de responsabilidade e empenho que vai além do cumprimento de tarefas.

Como desenvolver:

  • Autonomia : Delegar responsabilidade e autoridade para que os líderes tomem decisões.
  • Reconhecimento e recompensas : Implementar sistemas de reconhecimento que valorizem o esforço e a inovação.

Toda esta estrutura mostra que para criar líderes de alta performance é essencial integrar os três pilares do tripé, o que pode ser feito através de programas de treinamento que desenvolvam as competências técnicas, fortaleçam as competências comportamentais e estimulem a motivação. Este tipo de investimento não é apenas uma estratégia eficaz, mas uma necessidade para qualquer empresa que almeja resultados sustentáveis e acima das expectativas. Ao focar no desenvolvimento das pessoas, a empresa está construindo a base para um desempenho superior e um ambiente de trabalho saudável e produtivo. Lembre-se, focar nas pessoas não é desviar o olhar dos resultados; é garantir que esses resultados sejam alcançados da melhor forma possível.