Carreira

Novos dados revelam como a tecnologia vem impactando o setor de RH

Novos dados revelam como a tecnologia vem impactando o setor de RH

Automatizar o setor sem priorizar a humanidade das relações entre empresa e colaborador pode ser um tiro no pé, diz especialista

Os impactos da tecnologia na gestão de pessoas abriram um novo panorama de oportunidades e desafios para lideranças corporativas e profissionais de recursos humanos. Realizada pela MIT Sloan Management Review Brasil, a primeira edição do Human Capital Management Solutions Brazilian Report traz um levantamento inédito sobre o ecossistema de tecnologias de RH que se formou no país ao longo dos últimos anos.

Em meio às inúmeras possibilidades que vêm sendo reveladas pela aproximação entre tecnologia e desenvolvimento humano, 67,5% dos gestores e líderes brasileiros apontam o fortalecimento de visão estratégica como o principal benefício oferecido pelas soluções de Human Capital Management (HCM). Os ganhos de eficiência operacional, a automatização de processos e a assertividade das análises de dados estão entre as principais vantagens percebidas no uso de soluções de HCM entre profissionais de recursos humanos.

De acordo com Bia Nóbrega , especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional com quase 30 anos de experiência, em um cenário marcado pela aceleração dos movimentos de transformação digital, a integração de processos e a facilitação das jornadas de colaboradores se tornaram aspectos fundamentais para criar estratégias de marcas empregadoras — e um diferencial competitivo para atingir objetivos de negócio como um todo. “As tecnologias são essenciais para organizar, desburocratizar e facilitar a gestão de capital humano, especialmente em empresas de médio e grande porte”, destaca.

Na leitura sistêmica sobre os benefícios gerados para as organizações, os destaques estão nos benefícios de visão estratégica, no apoio à tomada de decisões e no engajamento de colaboradores — este último pilar é valorizado por 87,5% dos executivos C-Level brasileiros. Além disso, o fator redução de custos (66%) aparece como um diferencial relevante oferecido pelos sistemas. No quadro geral, a utilização das plataformas é considerada muito importante por cerca de 79% dos tomadores de decisão que participaram da pesquisa.

“No entanto, é importante que essas ferramentas sejam implementadas com uma abordagem que mantenha o foco nas pessoas e na empatia, assegurando que a tecnologia sirva para melhorar as relações humanas e não para esfriá-las”, pontua Bia. Ferramentas de saúde mental e bem-estar, por exemplo, estão presentes em apenas 18,24% das empresas avaliadas. As informações revelam duas demandas em ascensão no mercado de Human Capital Management: integração das plataformas com tecnologias de inteligência artificial e funcionalidades ligadas à gestão de saúde mental e bem-estar dos colaboradores.

Durante muito tempo, a área de Recursos Humanos buscou o reconhecimento do seu papel nas organizações. Com o avanço das revoluções industriais, tecnológicas e corporativas, o setor se transformou para acompanhar essas mudanças. A pandemia de COVID-19 acelerou essa transição, tornando o RH uma peça-chave nas empresas da noite para o dia.

“Hoje, a área vai além de funções tradicionais como contratação e demissão, liderando temas vitais para a sustentabilidade do negócio e o engajamento dos colaboradores. O RH carrega novas responsabilidades: promoção de ambientes psicologicamente seguros, impulsionamento bem sucedido de transformações organizacionais, projeção de trilhas de carreira adaptáveis e implementação de novos modelos de trabalho que equilibrem qualidade de vida com resultados sustentáveis”, conclui a especialista. Para alcançar esses objetivos, é fundamental que as corporações utilizem plataformas tecnológicas que auxiliem na gestão de pessoas de maneira eficiente e humana.

Sobre Bia Nóbrega:
Bia Nóbrega, com mais de 25 anos de experiência como Executiva de Gente & Cultura e reconhecida como LinkedIn Top Leadership Voice, é uma especialista dedicada ao Desenvolvimento Humano e Organizacional. Sua trajetória profissional é marcada por liderar equipes em variados setores e empresas de diferentes tamanhos, além de conduzir projetos internacionais e enfrentar desafios complexos. A partir de 2019, Bia expandiu seu campo de atuação para incluir Experiência do Cliente, Excelência e Governança Operacional, utilizando Metodologias Ágeis para promover um crescimento sustentável. Atuando também como palestrante, mentora, conselheira, escritora e professora, Bia tem impactado inúmeras empresas e indivíduos, fornecendo orientações valiosas em temas como Liderança, Governança e Desenvolvimento Pessoal, sempre enfatizando o potencial ilimitado do ser humano.

Para mais informações, acesse https://www.linkedin.com/in/beatrizcaranobrega ou pelo https://www.instagram.com/bianobregaoficial .