Automação

Robôs são a nova tendência para atendimento em eventos corporativos


Robôs são a nova tendência para atendimento em eventos corporativos


Com um faturamento anual de R$ 291,1 bilhões, mercado de eventos aposta na tecnologia e busca inovar no atendimento com os robôs sociais


Ao invés das tradicionais recepcionistas de cabelos alinhados e roupas impecáveis, imagine-se agora entrando em um evento corporativo com um clima mais futurista, onde é recebido por robôs elegantemente vestidos e com uma expressão facial simpática, mas claramente robótica.


A utilização de robôs de atendimento em eventos corporativos está mudando a forma como as empresas interagem com seus participantes. A tecnologia robótica oferece uma abordagem moderna e eficiente para a recepção e assistência durante eventos empresariais.


Um exemplo é o “Robios Go”, da Human Robotics, startup que cria robôs sociais e personalizáveis para atendimento presencial, que podem ser programados para atender os participantes de forma amigável e pró-ativa, proporcionando uma experiência única desde o momento do check-in.


Como explica Olivier Smadja, CEO da Human Robotics, “sua capacidade de interação por meio de comandos de voz, respostas a perguntas frequentes e orientações precisas contribuem para uma recepção mais dinâmica e personalizada. Ele acaba tornando a experiência divertida, onde os usuários gravam melhor as informações sugeridas”.





Olivier Smadja, CEO da Human Robotics



Hellen Borges, head de Inovação da Ligga Telecom, destaca os inúmeros benefícios proporcionados pela utilização dos Robios Go em seus eventos. “A tecnologia robótica transmite uma imagem de empresa inovadora, os robôs oferecem uma experiência original aos participantes, despertando a curiosidade e proporcionando um diferencial competitivo que atrai a atenção da mídia e do público presente no evento.”


Além da recepção, os robôs podem ser programados para transmitir informações importantes sobre o evento, palestras, workshops e demais atividades, garantindo que os participantes estejam bem informados e engajados. Essa presença inovadora acaba criando um ambiente tecnologicamente avançado, alinhando a imagem da empresa com a modernidade e a eficiência.


A Head de Inovação da Ligga Telecom afirma que o Robios Go, sem dúvida, cria uma imagem mais “tecnológica”. “Como uma empresa de tecnologia, é importante mantermos essa imagem, oferecendo uma experiência diferenciada que envolve o público e pode atrair ainda mais parceiros, impulsionando os negócios.”


Para Hellen, os resultados para a empresa que optou pela tecnologia robótica ficam evidentes: “No caso da Ligga, ao implementarmos algo inovador, garantimos também a segurança das informações passadas aos nossos participantes e colaboradores”.


Ela conta ainda que foi possível automatizar todo o processo e realizar análise de dados pré e pós eventos. “Essas melhorias contribuíram significativamente para análises como perfil e faixa etária do público, as perguntas feitas, entre outras informações importantes para os negócios”.


Os robôs não são usados apenas para recepção. Eles também podem ser incorporados em atividades de entretenimento, como quizzes interativos, criando momentos de descontração e networking entre os participantes.


Com isso, a versatilidade do Robios Go amplia as possibilidades de interação durante o evento, tornando-o mais interessante. Olivier explica: “Essa capacidade do robô transmitir informações de maneira clara e eficiente é possível graças à Inteligência Artificial, que também permite interagir de maneira autêntica, exibindo expressões faciais como piscar e sorrir. É isso que o torna tão cativante durante os eventos”.


Além disso, a eficiência operacional pode ser aprimorada, uma vez que os robôs podem ser programados para realizar tarefas específicas, o que otimiza os processos logísticos e permite que a equipe se concentre em atividades mais estratégicas.


“A inclusão dos robôs em eventos corporativos não apenas agrega valor ao evento, mas também demonstra o compromisso da empresa em oferecer soluções inovadoras e alinhadas com as demandas do mercado moderno”, destaca Olivier.



O mercado de eventos


De acordo com a Abrape – Associação Brasileira dos Promotores de Eventos, os eventos e o hub setorial representam 3,8% do PIB brasileiro, com um faturamento anual de R$ 291,1 bilhões. Esse setor abrange uma ampla variedade de atividades, desde grandes conferências, eventos corporativos, convenções até casamentos e eventos sociais. Além de impulsionar o turismo, os eventos estimulam o comércio local e promovem o crescimento econômico em diversas áreas, desempenhando um papel significativo na economia do país.


Segundo pesquisa da Sympla, plataforma de venda de ingressos e gestão de eventos, o número de eventos corporativos apresentou um aumento de cerca de 36% no primeiro trimestre de 2023 em comparação com o último trimestre do ano anterior.



Outras informações acesse:



https://www.humanrobotics.ai/