CarreiraCursos e Formação

Save Me Teacher revela que 75% dos profissionais pagariam até R$1 mil para aprender inglês e ganhar mais

Save Me Teacher revela que 75% dos profissionais pagariam até R$1 mil para aprender inglês e ganhar mais

Antigamente, saber inglês era um diferencial no mercado de trabalho, mas hoje em muitas áreas é uma obrigatoriedade. Isso se deve à expansão de empresas, à instalação de multinacionais e à chegada de novas tecnologias que têm transformado o meio corporativo. Lidar com colegas de outros países já é uma realidade no Brasil. Além disso, o profissional que sabe se comunicar em inglês pode ganhar mais que os outros ou até mesmo obter maiores reconhecimentos. Como resultado, aqueles que ainda não dominam a língua buscam aprender, e muitos procuram aprimorar suas habilidades. A Save Me Teacher, plataforma que oferece cursos de inglês voltados para o ambiente de trabalho, aponta em uma pesquisa exclusiva que 75% dos profissionais estariam dispostos a pagar até R$1 mil para aprender inglês e aumentar seus ganhos.

O levantamento também revela que 38% dos interessados em inglês para o trabalho possuem curso superior, enquanto 25% são pós-graduados. Além disso, 43% dos alunos ocupam cargos de analistas.

“O inglês não é apenas uma ferramenta que usamos esporadicamente. É uma língua muito presente em escritórios e multinacionais. Os profissionais precisam reconhecer a importância do idioma para o currículo, pois é um meio de conseguir um emprego melhor, remunerações maiores e promoções adequadas. Por isso, o Business English se faz tão necessário, pois é objetivo e preciso. Cada investimento vale a pena, mas é preciso buscar profissionais e cursos de qualidade”, comenta

Carla D’Elia, fundadora da Save Me Teacher, especialista em Business English e LinkedIn Top Voice
.

Outro dado que chama atenção é que 43% dos alunos que buscam aprender inglês para o trabalho se consideram no nível intermediário de proficiência, mas desejam aprimorar seu uso no ambiente de trabalho. Dos entrevistados, 78% já participaram de reuniões em inglês e 68% afirmam trabalhar em ambientes com profissionais que dominam o idioma.

“Muitos alunos se consideram intermediários ou avançados, mas quando precisam participar de reuniões ou resolver problemas no trabalho, travam com o inglês. Isso acontece porque têm como base o inglês não especializado para o trabalho e buscam a perfeição, mas quando se trata de algo mais técnico, tendem a ter medo. É por isso que o Business English ajuda a preparar o profissional. Nos meus cursos, também falo sobre nossa capacidade de sermos bilíngues e que a busca pela perfeição nem sempre é necessária.”, comenta Carla.

Carla está disponível para falar sobre o tema e abordar todos os pontos da pesquisa da Save Me Teacher, incluindo a profissão que está à frente na busca por aprender inglês para o trabalho.



Carla D’Elia, especialista em Business English e Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade de São Paulo (USP), é fundadora daSave Me Teacher

e da Expresse Idiomas. A executiva também é professora de inglês há mais de 20 anos e responsável por ajudar mais de 7 mil alunos no aprendizado com a língua estrangeira. Além disso, já deu aulas para executivos de empresas como Twitter, CCEE, Bradesco, Facebook e Google. Em sua pesquisa de mestrado, Carla se dedicou ao uso do inglês nos meios corporativo e profissional. Ao longo de sua carreira, lecionou inglês por quase dois anos na Yázigi Internexus, atuou como coordenadora pedagógica e professora de inglês na CCAA por dois anos, e ministrou inglês empresarial na LinnGuagem Escola Boutique.

Hoje, tem por seu maior objetivo desmistificar a crença sobre o inglês no trabalho e desenvolver a confiança e independência linguística para que os profissionais brasileiros impulsionem suas carreiras e conquistem o mercado global.  Carla também é criadora de conteúdo educacional no Instagram, Youtube e

Linkedin Top Voice

.