Cinco dicas para entrar ou se diferenciar no setor de Games no Brasil  

Cinco dicas para entrar ou se diferenciar no setor de Games no Brasil  

Fonte: Guilherme Camargo – coordenador do curso de pós-graduação Game Business: Jogos como Negócios da ESPM 

O mercado gamer brasileiro é um dos que mais cresce em escala global, com grandes oportunidades para marcas e setores. Dados relativos ao e-sports no Brasil destacam a popularidade crescente do segmento, com três em cada quatro brasileiros jogando, cerca de 74,5% da população, como aponta a Pesquisa Game Brasil, da ESPM, em parceria com Sioux Group, Go Gamers e Blend New Research. 

Segundo Guilherme Camargo, coordenador do curso de pós-graduação Game Business: Jogos como Negócios da ESPM, ter profissionais com competência para entender jogos como negócios é fundamental para se consolidar nessa área promissora. “Há diversas possibilidades de atuação neste mercado e qualificação será um diferencial”, diz. 

O especialista traz algumas dicas para quem deseja entrar ou se aprimorar nesse mercado. Confira abaixo: 

1- Especialização: Buscar programas educacionais relacionados ao mercado de games reforça a capacitação e o desenvolvimento profissional. É um grande diferencial na busca de uma colocação no setor. 

2- Conhecer o mercado de jogos: Os games trazem em primeira mão a materialização das inovações tecnológicas, como já aconteceu com o 3D, realidade aumentada, realidade virtual, NFTs e metaverso. É preciso entender a aplicação na prática de tudo o que é novidade. 

3 – Conhecer a segmentação do público e suas características: Cada vez mais os games têm um papel importante no dia a dia do jogador brasileiro, se consolidando como uma plataforma de diversão, motivação, socialização e identidade. Entender esse perfil é fundamental para saber como comunicar da maneira correta. 

4 – Usar as técnicas de games: Para quem está no mercado, é fundamental saber usar essas técnicas como uma forma de engajar, reter e motivar clientes ou funcionários. É um dos diferenciais de quem conhece gamificação e sua aplicação hoje está presente em todos os segmentos de empresas.

5- Networking: Participe de eventos da indústria e grupos de discussão online. Boas oportunidades de colaboração podem surgir a partir desses contatos.