Software

Tecnologia norte-americana que automatiza processos em empresas cria comunidade no Brasil

tendencias software

Tecnologia norte-americana que automatiza processos em empresas cria comunidade no Brasil

Bitrix24, por meio de sua parceira brasileira Br24, lança nova versão de comunidade que visa auxiliar ainda mais o desenvolvimento de negócios e empresas

A Bitrix24 está ampliando sua participação no Brasil. A empresa global, criadora e desenvolvedora de uma plataforma de trabalho on-line integrada à IA que ajuda na gestão empresarial, por meio de sua parceira no Brasil, a Br24, lança uma nova versão da sua comunidade exclusiva com mais de 1800 membros visando auxiliar ainda mais o desenvolvimento dos negócios e empresas. 

A Br24, com sede em Florianópolis e que recentemente foi reconhecida como a “parceira Bitrix24 com maior impacto em todo o mundo”, foi a criadora do projeto, que tem como finalidade “proporcionar uma experiência personalizada aos usuários, ajudando-os a explorar todas as possibilidades da plataforma e aumentarem o retorno do investimento”, explica Filipe Bento, CEO da empresa catarinense.

Filipe Bento

Intitulada de B24 Club, a comunidade se baseia em quatro pilares: visão de negócios, conhecimento técnico, networking e autodesenvolvimento. “Ela é voltado para gestores e colaboradores que utilizam o Bitrix24 em empresas de diferentes portes e segmentos e lá, todos compartilham o objetivo comum de melhorar a eficiência operacional, a comunicação e o desenvolvimento de processos. Eles se reúnem em um único canal, buscando alcançar os melhores resultados com a plataforma e contribuir para o sucesso dos negócios e a satisfação dos clientes”, ressalta.

Como resultado, eles serão mais eficazes e produtivos em seus ambientes de trabalho, reduzindo as chances de erros e retrabalhos, conforme destacado pelo CEO da Br24: “Ninguém precisa se sentir sozinho na jornada da transformação digital. Conectar pessoas, que têm o mesmo objetivo: o de aumentar o resultado da empresa através do Bitrix24 acelera o aprendizado, encurta o caminho e multiplica as chances de sucesso”.

Funcionará assim: os quatro pilares do B24 Club oferecerão uma variedade de benefícios para seus membros. O primeiro pilar, visão de negócios, fornecerá uma compreensão detalhada de como o Bitrix24 pode ser utilizado para impulsionar o sucesso das organizações. Isso envolve alinhar estratégias empresariais, permitindo que os participantes explorem seu potencial máximo no contexto de suas metas e objetivos comerciais.

Já o segundo pilar, conhecimento técnico, busca capacitar os membros com habilidades técnicas e práticas relacionadas a configurações avançadas até integrações com outras ferramentas empresariais.

No que diz respeito ao terceiro pilar, o autodesenvolvimento, quando as pessoas se dedicam a aprender coisas novas, estão expandindo seu conhecimento. Assim, essa ampliação de horizontes resulta na aquisição de novas habilidades, tornando-as mais competentes e preparadas para os desafios da vida, como explica Filipe. “O autodesenvolvimento permite que adquiramos novas perspectivas e aprimoremos aquelas que já possuímos. Ao buscar constantemente aprender coisas novas, nos tornamos mais capacitados para lidar com diversas situações, especialmente diante das mudanças constantes em nossa sociedade. Isso nos torna mais resilientes e flexíveis, mesmo diante de obstáculos”.

E por fim, o quarto pilar, networking, proporciona um ambiente colaborativo onde os membros podem interagir, trocar experiências e construir relacionamentos com profissionais de diversas áreas e setores, ampliando sua rede de contatos e oportunidades.

Com cursos, aulas ao vivo que ficam gravadas na plataforma, palestras, fóruns de debates, descontos em produtos e serviços e muito material rico, o B24 Club conta com planos que vão desde a versão gratuita até as mais completas, nas quais os membros são premiados com um selo, o “B24 Club Member”.

Diversos parceiros e profissionais referência no mercado se unem ao B24 Club para trazer insights e tendências de negócios. É o exemplo do Thiago Muniz da Receita Previsível e sócio de Aaron Ross, o guru de vendas do vale do silício, que numa Master Class exclusiva para membros contou os segredos de uma máquina de vendas previsível num bate papo super aberto e diversas trocas de ideias.

Nas palavras de Lacier Dias, sócio-diretor da Solintel, “Participar da comunidade B24Club é uma oportunidade incrível para troca de ideias e conteúdo de altíssima qualidade. Trata-se de uma interação autêntica e enriquecedora”, destaca.

Ao se associar ao B24 Club, os membros têm acesso aos seguintes benefícios:

  • Economia de mais de R$ 5 mil em aprendizado do Bitrix24: ser membro dá acesso a recursos de aprendizado valiosos que normalmente custariam muito mais se adquiridos separadamente;
  • Aperfeiçoamento do aprendizado sobre a plataforma all-in-one: orientação especializada permite dominar todas as funcionalidades do Bitrix24 e aproveitar ao máximo sua potência para otimizar os processos de sua empresa;
  • Mostra de boas práticas do Bitrix24: neste quesito é possível ter conhecimento de exemplos reais de implementações bem-sucedidas do Bitrix24 em diferentes empresas e setores, aprendendo com casos de uso práticos e inspiradores;
  • Convites especiais para eventos on-line e presenciais: Conquista-se acesso exclusivo a eventos, workshops e seminários organizados pelo B24 Club, nos quais você poderá interagir com outros membros da comunidade e especialistas em Bitrix24;
  • Aulas com especialistas: em aulas ao vivo, conduzidas por especialistas em Bitrix24, é possível esclarecer dúvidas, aprender novas técnicas e descobrir as melhores práticas para o uso da plataforma;
  • Networking: fazer parte de uma comunidade ativa e engajada faz com que conexões valiosas sejam estabelecidas. Além da troca de experiências, é possível ampliar contatos profissionais para impulsionar o crescimento e desenvolvimento dos negócios.

Tornar-se membro do B24 Club é fácil. Basta visitar o site [B24 Club – A comunidade para você levar o Bitrix24 ao próximo nível] e preencher o formulário de inscrição. Após a conclusão do processo, o novo membro recebe o ingresso que lhe dará acesso a todos os benefícios e serviços oferecidos.

INDÚSTRIA DO RAMO TÊXTIL OTIMIZA TODA A CADEIA DE PRODUÇÃO COM SOLUÇÕES DA SENIOR SISTEMAS

INDÚSTRIA DO RAMO TÊXTIL OTIMIZA TODA A CADEIA DE PRODUÇÃO COM SOLUÇÕES DA SENIOR SISTEMAS

A necessidade de aumentar a agilidade e a eficiência em processos internos é uma tendência crescente em vários setores econômicos, incluindo a indústria têxtil. A J. Serrano, empresa líder nesse ramo no Brasil, é um case de sucesso nisso. Ela passou por uma mudança em sua operação fabril ao implementar as soluções integradas fornecidas pela Senior.

A seguir, confira um pouco mais sobre o que aconteceu na J. Serrano.

A empresa

A J. Serrano atua nos mercados B2B e B2C, com exportações para os EUA, Europa e América Latina. Com uma equipe de 1.000 colaboradores e uma extensa carteira de clientes, a empresa destaca-se como uma das principais do setor. Seu volume de produção anual é impressionante: 3.000.000 de metros quadrados de tapetes, 20.000.000 de metros lineares de tecidos e 400.000 kits de colchas.

Desafios

Antes da parceria com a Senior, a J. Serrano enfrentava desafios operacionais significativos. “Precisávamos aumentar a acurácia dos inventários e o formato de baixas internas, precisávamos ter todos os nossos segmentos produtivos dentro do ERP, pois parte do processo do planejamento de produção realizávamos fora do ERP legado”, informou o diretor geral da empresa, Edvaldo Souza Almeida Junior.

Ou seja, o ERP legado não conseguia atender às demandas da empresa, com limitações no planejamento de produção, controle de estoques e apuração de custos. E, como dito, a precisão dos inventários era uma dor constante, assim como a necessidade de ter os processos produtivos integrados em uma única plataforma.

Com a Senior

Com a implantação das soluções integradas da Senior, a J. Serrano viu uma mudança substancial em sua operação. Agora, a empresa consegue analisar com maior precisão seus inventários e apurar custos de maneira integrada. O módulo financeiro tem se destacado, otimizando processos nos departamentos de contabilidade, fiscal, tesouraria e controladoria.

Outro destaque vai para – nas palavras de Edvaldo – “o suporte que nos foi dado pelas equipes de consultoria e desenvolvimento” durante o processo de implantação. A gente sabe, do lado de cá, que sem o suporte adequado a implantação de um novo ERP pode gerar mais dor de cabeça do que soluções. Nesse sentido, o suporte do time Senior foi importante até para que os colaboradores da empresa entendessem “que a cultura existente para determinados grupos de processos internos deveria ser revisada”, complementou Edvaldo.

Resultados

Os números falam por si só: a empresa alcançou uma série de melhorias significativas. A apuração semanal das ordens de produção foi otimizada, reduzindo o tempo de fechamento do custo em 50%. Além disso, o inventário geral foi reduzido em 10%, proporcionando uma visão mais precisa e atualizada dos ativos da empresa.

Obsolescência tecnológica: o Low-Code como remédio dos sistemas legados

programação low code

Obsolescência tecnológica: o Low-Code como remédio dos sistemas legados

*por Ricardo Recchi

Com as constantes mudanças impulsionadas pela Transformação Digital, o conceito obsolescência tecnológica se tornou realidade no mundo do desenvolvimento de software. Esse foi o nome dado ao processo pelo qual uma tecnologia existente, seja hardware ou software, se torna ultrapassada e menos eficiente ao longo do tempo.

Dessa forma, as empresas passam a sofrer com os chamados sistemas legados, que são aplicações desatualizadas, entendidas como obstáculos para o crescimento, assim como para a programação, trazendo dificuldades para os desenvolvedores tradicionais. Essa dinâmica ocorre por inúmeros motivos, como a evolução dos padrões da indústria, o surgimento de novas tecnologias, a falta de suporte ou atualizações e até mesmo a obsolescência planejada pelos fabricantes para incentivar a compra de versões mais recentes.

Os códigos desatualizados e difíceis de manter frequentemente acarretam um custo operacional para organizações, já que os desenvolvedores tradicionais enfrentam o desafio de manter essas aplicações antigas funcionando, fazendo atualizações longas e complexas, o que resulta na perda de tempo e de recursos financeiros. Outro problema trazido pela obsolescência tecnológica é a perda de competitividade, já que, com aplicações desatualizadas, as empresas não conseguem acompanhar as demandas de mercado.

Uma pesquisa da Digigee entrevistou mil executivos na América do Norte, questionando quais são as maiores dificuldades enfrentadas por eles na integração de sistemas. O principal desafio apontado pelos participantes foram exatamente os sistemas legados. Outra análise, encomendada pela Nokia e conduzida pela Analysys Mason, indicou que as tecnologias obsoletas impedem que diversos CSPs (Communications Service Provider), globalmente, acessem conjuntos de dados de alta qualidade, os impedindo de integrar inteligência artificial em suas redes, o que dificulta as evoluções, resultando em gastos operacionais desnecessários.

Mas existem caminhos para contornar os desafios e, nesse sentido, é necessário buscar, primeiramente, plataformas modernas de desenvolvimento de sistemas, que possibilitem a atualização de soluções de forma ágil. Nesse contexto, o Low-Code surge como uma tendência no mercado, trazendo um desenvolvimento de aplicações com menos código e uso de recursos de inteligência artificial, resultando numa programação simplificada e acelerada.

Ao reunir e automatizar linguagens de programação e padrões das principais ferramentas tecnológicas de mercado, como SAP, SAP Fiori, Chatbots, Angular ou até mesmo ferramentas de design, como Sketch e Figma, o Low-Code facilita o processo de evolução de aplicações, mantendo o código gerado sempre atualizado, garantindo assim, longevidade para o software.

Além disso, a automação de códigos permite que o desenvolvedor se concentre em aspectos mais estratégicos do desenvolvimento, como arquitetura, tomada de decisões e otimização de desempenho, bem como o retorno sobre o investimento ou a oportunidade de incorporar novas tecnologias disruptivas, como Super Apps ou soluções de IA.

Outro fator interessante é que Low-Code é um aliado na construção de uma cultura DevOps, já que possibilita a integração de todos os processos da área, o que também contribui para a atualização de sistemas dentro de uma mesma companhia. Esses fatores não apenas melhoram a produtividade, mas também reduzem o risco de erro humano associado à codificação manual, facilitando a transição para novas tecnologias.

Na era da Transformação Digital e com novas tecnologias surgindo a todo tempo, os sistemas vão precisar de atualizações e evoluções constantes e o Low-Code é uma opção para as empresas garantirem a entrega de soluções em prazos reduzidos e que, se adaptam com agilidade às demandas do mercado e de seus clientes.
 

*Ricardo Recchi é country manager Brasil, Portugal e Cabo Verde da Genexus by Globant, empresa especializada em plataformas Enterprise Low-Code que simplificam o desenvolvimento e a evolução de softwares por meio da Inteligência Artificial.

5 vantagens obtidas pelas indústrias ao usar um CRM

5 vantagens obtidas pelas indústrias ao usar um CRM

CEO da Ploomes aponta eficiência, melhor interação e qualidade no serviço como principais benefícios de softwares de gestão de relacionamento com o cliente

Em uma era marcada pela transformação digital, as indústrias não podem ficar para trás e deixar de investir em novas tecnologias. Além das ferramentas que modernizam a produtividade do parque fabril, é preciso também ter atenção às novidades relacionadas ao seu aspecto mais valioso: a interação com os parceiros comerciais. Neste cenário, os CRMs (Sistemas de Gestão de Relacionamento com o Cliente) são fundamentais para promover maior eficiência operacional e gerar uma experiência diferenciada junto aos clientes. 

De acordo com Matheus Pagani, CEO e cofundador da Ploomes, maior empresa com foco em CRM da América Latina, a necessidade do setor em manter relacionamentos sólidos e responder de forma ágil e efetiva às demandas dos parceiros nunca foi tão crítica. A partir desse contexto, a integração de uma gestão voltada ao relacionamento com o cliente apresenta-se não mais como uma opção, mas como um imperativo estratégico. 

“A centralização de dados e a análise avançada oferecidas pelo CRM permitem às indústrias de diferentes nichos identificar tendências, prever demandas e tomar decisões mais informadas para o seu crescimento e desenvolvimento como negócio”, avalia. 

Visando trazer mais detalhes aos gestores do setor, o especialista listou as cinco principais vantagens das indústrias contarem com um software de CRM. Confira:

1- Fortalecimento da interação e retenção dos clientes

Um CRM permite que as indústrias organizem e centralizem todas as informações relacionadas à sua base de clientes, incluindo histórico de interações, preferências, transações e feedbacks. Como resultado, a solução ajuda a empresa a garantir um serviço ultra personalizado e eficiente junto às necessidades e demandas individuais de cada parceiro comercial. “Isso é algo fundamental para a retenção a longo prazo”, destaca Pagani.

2- Aumento da eficiência operacional

A automação de tarefas repetitivas é outra vantagem garantida pelo uso do software. A partir de sistemas de CRMs, as indústrias otimizam funções como o agendamento de follow-ups e a geração de relatórios, liberando a equipe comercial para focar em atividades que agregam mais valor ao seu dia a dia. “O tempo economizado se traduz em melhor atendimento ao cliente”, adiciona o CEO da Ploomes. 

3- Melhoria da segmentação de dados

A ferramenta permite ainda uma análise detalhada do comportamento e preferências dos clientes, habilitando uma segmentação precisa e, consequentemente, personalizada que aumenta a relevância e eficácia na oferta dos produtos e no atendimento pós-venda. “Conhecer profundamente os parceiros nos capacita a compreender suas necessidades de maneira mais assertiva”, comenta Pagani.

4- Conversões de vendas incrementadas

Além disso, a partir do acesso a informações detalhadas sobre os clientes e leads, as equipes de vendas das indústrias passam a poder priorizar leads de alta qualidade e personalizar suas abordagens de acordo com as demandas específicas de cada consumidor. “Isso não apenas aumenta as taxas de conversão, mas também reduz o ciclo de vendas, impulsionando a eficácia da equipe como um todo”, adiciona o especialista.

5- Análises e insights acionáveis

Os avanços nos recursos de análise e de relatório proporcionados por um CRM oferecem ainda insights valiosos para tendências de mercado e desempenho de estratégias. “Essas informações detalhadas são cruciais para tomar decisões mais assertivas, otimizando operações e maximizando retornos para os investimentos e vendas dentro das indústrias”, conclui o fundador da Ploomes. 

Oracle CloudWorld Tour: 6 grandes marcas escolhem soluções da Oracle para alavancar a transformação digital

Oracle CloudWorld Tour: 6 grandes marcas escolhem soluções da Oracle para alavancar a transformação digital


Executivos da Globo, Bradesco, B3, Kavak, Omelete Company e Empiricus participam de eventos em São Paulo e revelam suas estratégias na jornada tecnológica

No evento Oracle CloudWorld Tour, realizado em 4 de abril de 2024, em São Paulo, a Oracle apresentou soluções e parceiros que adotaram sua tecnologia em nuvem e a inteligência artificial para alavancar os números positivos como Bradesco, B3 e Globo.

Parceiro de longa data da Oracle, o Bradesco viu que no começo da década era o momento certo para apertar o botão da inovação, migrando sua infraestrutura para a nuvem. Este movimento chegou até a nuvem que dividiu o ambiente tecnológico do grupo em 70% da base de dados que estava no Oracle Exadata para a Oracle Cloud Infrastructure (OCI) e outros 30% na modalidade de nuvem privada, o Oracle Cloud@Customer.

“Tivemos em média 30% de melhoria na performance das consultas após a migração, além disso, atualmente, qualquer novo projeto que demanda infra de banco de dados Oracle, tem seu custo creditado de acordo com o uso da OCI, possibilitando a correta distribuição dos custos entre as empresas”, afirma Vito Di Mango, Gerente de Infraestrutura do Bradesco.

Já a B3, que conta com a Oracle para acelerar a transformação digital da bolsa, alavancar a modernização de plataformas, desenvolver produtos e serviços e sobretudo expandir novas tecnologias que hoje não estão disponíveis para operações de mercado financeiro. “Essa é uma parceria transformacional. Nosso objetivo não é só tecnologia; é inovação, agilidade e flexibilidade para atender nossos clientes. Queremos construir um ambiente tecnológico com soluções novas, produtos novos e gerar benefícios que alcancem todo o mercado”, explica o vice-presidente de Tecnologia e Segurança da Informação da B3, Rodrigo Nardoni.

Com o Oracle Fusion Cloud Enterprise Resource Planning (ERP), a Globo aumentou a produtividade, reduziu custos e melhorou os controles, enquanto o Oracle Fusion Cloud Enterprise Performance Management (EPM) possibilitou a redução do período de fechamento financeiro em 28%, para cinco dias. Além disso, o Oracle Fusion Cloud Human Capital Management (HCM) fez com que a Globo reduzisse os chamados para sanar dúvidas e problemas reportados por funcionários em mais de 40%, ao mesmo tempo em que forneceu à sua equipe de liderança de Recursos Humanos insights mais ricos sobre os colaboradores.

“Agora estamos equipados com um conjunto integrado de aplicativos de negócios que nos impulsionará para uma nova era de excelência digital e simplificará as operações em todo o nosso negócio”, afirma Wanderley Baccala, diretor executivo do hub digital da Globo. “Com o Oracle Fusion Cloud Applications, conseguimos implementar a automação e capacitar nossa equipe para aumentar a produtividade, ampliar os insights e possibilitar decisões mais rápidas”, destaca.



Durante o evento SuiteConnect Brasil, realizado em São Paulo, no dia 20 de março, a Oracle NetSuite anunciou inovações de produtos para ajudar as empresas no Brasil a otimizar os processos financeiros, expandir insights e aumentar a eficiência. Entre os cases presentes, três foram destaque durante o evento: Kavak, Omelete e Empiricus.


“A decisão de implementar o NetSuite reflete a ambição global da nossa organização e o sucesso que estamos vendo à medida que melhoramos o acesso ao estoque e financiamento de carros usados”, disse Wilson Ferraz, Head Global de ERP e EPM da Kavak. “A tecnologia nos ajuda a aprimorar os processos financeiros globais, automatizar a conformidade e simplificar a geração de relatórios para permitir uma tomada de decisão mais rápida e inteligente. A plataforma da NetSuite evoluirá conosco à medida que alcançamos novos mercados e continuamos a expandir nossos negócios”.

Para implementar de forma rápida e eficiente, a Kavak aproveitou o SuiteSuccess Financials First Edition, que é uma solução pré-configurada que incorpora as melhores práticas, painéis relevantes, KPIs e os relatórios necessários para gerenciar seus negócios internacionais em crescimento. Assim, foi capaz integrar e automatizar fluxos de trabalho economizando tempo, reduzindo erros e melhorando a visibilidade de suas operações. Por exemplo, os tempos de emissão de notas reduziram em 60% e habilitaram o faturamento no mesmo dia, algo que poderia demorar até uma semana antes da solução.

Para a Omelete Company foi possível automatizar os processos, aprimorar relatórios e expandir insights financeiros, proporcionando uma melhora significativa na gestão de custos e fluxo de caixa da companhia, ao mesmo tempo em que permitiu que sua equipe de liderança apresentasse resultados por departamento, unidade de negócios, marca ou subsidiária.

“Com a meta de multiplicar por x5 nosso faturamento nos próximos cinco anos, reconhecemos a necessidade de ter mais controle, supervisão e planejamento financeiro”, disse Eduardo Vicente, CFO na Omelete. “A solução da NetSuite instigou uma mudança cultural significativa na gestão financeira, que foi escolhida e abraçada pela equipe para melhorar o planejamento financeiro, expandir os insights e produzir rapidamente os relatórios de que precisamos para nos ajudar a aumentar a eficiência e reduzir os custos em nossas operações em crescimento.”

A parceria da Empiricus com Oracle NetSuite, possibilitou à empresa emitir notas fiscais com mais rapidez, acessar informações cruciais de forma simplificada e gerar relatórios detalhados e integrados a todos os sistemas. Resultando em uma significativa otimização da eficiência operacional.

“Nos orgulhamos de ter uma comunidade leal que confiam na nossa expertise para navegar pelo complexo universo do mercado financeiro. Atualmente, estamos com planos de expandir o nosso alcance a fim de reforçar nossa liderança no setor de pesquisa e educação financeira”, diz Tiago Rachid, CFO na Empiricus. “A utilização das ferramentas NetSuite são importantes para conseguirmos atender a agilidade que o nosso mercado demanda. Com elas, é possível acessar informações vitais da empresa com muito mais facilidade. O que antes demorava horas para ser resolvido, agora é solucionado em questão de minutos”.

Eu Entrego aposta em SaaS para acelerar crescimento em 2024

Eu Entrego aposta em SaaS para acelerar crescimento em 2024

Tecnologia SaaS voltada à gestão de última milha processou mais de 10 milhões de envios em 2023 e se torna estratégia da logtech para expandir os negócios e mirar internacionalização

Em 2023 a Eu Entrego, plataforma que conecta varejistas a maior rede de entregadores autônomos do Brasil, decidiu licenciar sua plataforma para terceiros que necessitassem digitalizar suas operações de entregas e tem investido em modernas tecnologias para oferecer entregas cada vez mais rápidas e eficientes. O movimento foi tão exitoso que motivou a companhia criar uma nova unidade de negócios chamada Envoy, a expectativa é fechar esse ano com um representando 20% da receita total da logtech oriunda de SaaS.

Solução moldada na prática

Nascida dentro da logtech, a plataforma foi moldada por meio das necessidades do dia a dia da operação de crowdshipping. Essa origem prática foi fundamental para a evolução da ferramenta, permitindo que cada aprimoramento viesse de experiências reais e desafios enfrentados em campo. É uma solução robusta, testada e comprovada no ambiente dinâmico e exigente da logística moderna.

Funcionamento

A plataforma possui sistema integrado que cobre todos os aspectos essenciais da cadeia logística, desde a coleta até a entrega final, garantindo eficiência, transparência e aprimoramento contínuo no processo de entregas. Conta com aplicativo para entregadores, torre de controle, roteirização inteligente, app para embarcador e dashboards com os principais indicadores para tomada de decisão. Além disso, vários segmentos são atendidos, incluindo transportadoras, farmácias, setor de moda e magazines, o que reforça a capacidade de adaptação e resposta às demandas específicas.

“A Eu Entrego tem a tecnologia como parte essencial de sua identidade e foi concebida justamente para oferecer soluções inovadoras para desafios logísticos. Nesse contexto, estamos extremamente satisfeitos com o desempenho da nossa plataforma SaaS (Software as a Service) adaptada a necessidades específicas. Seguimos comprometidos em busca de novos níveis de excelência nos próximos anos, aprimorando processos e serviços para agregar ainda mais valor aos nossos clientes”, compartilha Vinicius Pessin, CEO da companhia.

Mais de 57% das clínicas médicas particulares usam aplicativos de mensagem para agendar consultas, aponta pesquisa

Mais de 57% das clínicas médicas particulares usam aplicativos de mensagem para agendar consultas, aponta pesquisa
 

Estudo Panorama Clínicas e Consultórios 2024 indica ainda que mais de 48% dos médicos em clínicas, consultórios e policlínicas particulares aderiram em definitivo ao teleatendimento
 

Nova Lima, 28 de março de 2024 – O Research Center, núcleo de pesquisa da Afya, maior hub de educação e soluções digitais para médicos no Brasil, apresenta os resultados da pesquisa Panorama Clínicas e Consultórios 2024. O levantamento quantitativo ouviu 969 profissionais de saúde, gestores, equipe administrativa, financeira e recepção de consultórios, clínicas e policlínicas de atendimento ambulatorial no Brasil e traz informações relevantes sobre a forma como a digitalização têm influenciado desde os canais de agendamento de pacientes até o atendimento médico.
 

A pesquisa aponta que o WhatsApp é a principal ferramenta utilizada para contato com os pacientes, de forma geral. Nos consultórios, clínicas e policlínicas particulares, a taxa de contato via aplicativo de mensagens é em média de 62,3%. O segundo canal de contato mais comum ainda é a ligação via telefone, que representa 37,5%.
 

O estudo indica que a digitalização de clínicas e consultórios médicos emerge como uma transformação fundamental no cenário da saúde, proporcionando avanços significativos na gestão e prestação de serviços.

“A integração de tecnologias na prática médica proporciona um meio seguro de prestação de cuidados médicos e traz benefícios significativos em termos de acessibilidade, eficácia no atendimento e gestão otimizada das informações do paciente”, Eduardo Moura, Médico e Diretor do Research Center.
 

A pesquisa revela, ainda, que o teleatendimento veio para ficar em consultas realizadas nas clínicas, policlínicas e consultórios particulares. A média deste formato de atendimento ficou em 48,7%. O atendimento remoto costuma ocorrer por aplicativos de chamada ou softwares especializados no serviço, como iClinic.
 

As ferramentas digitais também chegaram ao prontuário eletrônico do paciente (PEP), um sistema que armazena todas as informações sobre o histórico médico e importante para a prestação de cuidados de saúde de alta qualidade, pois permite que os profissionais de saúde tenham acesso rápido e fácil às informações necessárias para tomar as melhores decisões clínicas.
 

De acordo com o estudo, aproximadamente 79% dos consultórios, clínicas e policlínicas particulares fazem uso de softwares, que apresentam segurança por criptografia de ponta e segurança de nível bancário, para oferecer proteção aos pacientes e suporte ao médico.
  “Os prontuários eletrônicos são essenciais na relação médico-paciente e trazem segurança a respeito do histórico de saúde de cada pessoa. Já vemos um cenário em que o áudio das consultas serão transcritos automaticamente para o documento deixando o médico mais livre para interagir com o paciente e melhorar ainda mais a qualidade do atendimento “, explica Moura.

Novas ofertas do Microsoft Azure para o Brasil adicionam flexibilidade e segurança para empresas e desenvolvedores

Novas ofertas do Microsoft Azure para o Brasil adicionam flexibilidade e segurança para empresas e desenvolvedores

No último trimestre foram disponibilizadas soluções focadas em segurança de dados e de alta performance para as regiões de nuvem disponíveis no País

O Microsoft Azure segue avançando em suas ofertas de soluções nas regiões de nuvem no Brasil para ajudar as empresas e profissionais a enfrentarem seus desafios de negócios. Entre janeiro e março de 2024, foram adicionadas novas soluções para oferecer maior flexibilidade a desenvolvedores e equipes de TI, bem como manter os dados das empresas seguros. As soluções fazem parte de um conjunto cada vez maior de serviços de nuvem disponíveis localmente.

Entre as adições, o Azure agora oferece máquinas virtuais potentes e especialmente adequadas às necessidades de desenvolvedores, ajudando-os a acelerar o trabalho, enquanto mantêm os custos sob controle. Além disso, soluções de armazenamento premium e de backup entre diferentes regiões vão garantir que as empresas atuantes no Brasil estejam sempre precavidas frente às ameaças possíveis. Confira os destaques:

Microsoft Dev Box – A estação de trabalho do desenvolvedor na nuvem: O Dev Box foi disponibilizado na região Brazil South. Com esta nova oferta, os desenvolvedores podem ter acesso a computadores virtuais pré-configurados em linha com seus projetos, reduzindo o tempo necessário para realizar suas tarefas. O que antes levava dias, com a utilização dessa solução pode ser feito alguns minutos.

O Dev Box oferece, ainda, integração com o Microsoft Intune, permitindo que as organizações protejam as estações de trabalho em nuvem da mesma forma que as estações físicas convencionais. Além disso, o Microsoft Dev Box possui desempenho para as tarefas mais exigentes, permite implementação simultânea ou, até mesmo, hibernar para controlar custos. Saiba mais sobre a ferramenta neste link.

Suporte ao Azure Backup para Máquinas Virtuais com disco SSD Premium v2 e Ultra: Sabemos da importância da proteção dos ativos das empresas. Por isso, disponibilizamos a habilitação do Azure Backup em VMs do Azure usando o SSD Premium v2 e Ultra Disk. Esta oferta fornece a solução de armazenamento em bloco mais avançada já projetada para uma ampla variedade de cargas de trabalho de produção corporativa, com uso intensivo de entrada e saída (E/S) que exigem latências de disco de menos de milissegundos, bem como alta operações de entrada e saída por segundo (IOPS) e taxa de transferência — tudo a um baixo custo.

Com o SSD Premium V2, é possível atender às demandas de grandes cargas de trabalho de produção como – SQL Server, Oracle, MariaDB, SAP, Cassandra, Mongo DB, big data, análises, jogos, em máquinas virtuais ou contêineres com monitoração de estado, a um melhor custo-benefício do que o SSD Premium tradicional. Assim, a equipe de TI pode garantir a continuidade de negócios para suas máquinas virtuais e ainda se recuperar de quaisquer desastres ou ataques de ransomware. Saiba mais neste link.

Suporte para restauração entre regiões para backups PostgreSQL: Para minimizar cenários de interrupções, o Backup do Azure agora permite restauração entre regiões de backups do PostgreSQL, adicionando uma região emparelhada extra do Azure por meio do Armazenamento com Redundância Geográfica (GRS) para proteger seus backups contra interrupções regionais. Além disso, ao contrário das soluções convencionais, a restauração entre regiões permite acessar e executar restaurações dos pontos de recuperação da região secundária, mesmo quando não ocorre nenhuma interrupção na região primária. Assim, é possível executar testes para avaliar a resiliência regional. Saiba mais neste link.

Essas são apenas algumas das novidades lançadas nas regiões de nuvem da Microsoft no país, entre janeiro e março de 2024. É possível acompanhar a disponibilidade de novas funcionalidades e ferramentas por meio do portal Azure updates | Microsoft Azure, que concentra as últimas disponibilizações localmente.

Cobol: Por que uma linguagem dos anos 60 ainda domina o setor bancário?

Cobol: Por que uma linguagem dos anos 60 ainda domina o setor bancário?

Desenvolvida originalmente para sistemas financeiros, linguagem é a preferida por governos, instituições e bancos com salários médios de R$ 20.000

Você já se perguntou por que, com tantas novidades tecnológicas, algumas linguagens de programação antigas ainda são usadas? O Cobol (Common Business Oriented Language) é um exemplo disso. Desenvolvida pela IBM, RCA e Sylvania Eletric Produts em 1959 nos EUA para a criação de sistemas financeiros, a linguagem que sobrevive ao tempo foi a principal utilizada por governos e instituições financeiras. Porém, encontrar jovens profissionais que a dominem, no entanto, está cada vez mais escasso. 

Apesar do desafio, Nimrod Riftin, CEO da Belago Technologies, destaca que essa linguagem mantém sua relevância mesmo depois de décadas. A exemplo disso, os maiores bancos do país como Caixa, Banco do Brasil, Bradesco e Itaú, além de instituições globais como JPMorgan, Citigroup e Wells Fargo, utilizam da linguagem tech.

Afinal, por que ele ainda é tão relevante? A resposta é simples: confiabilidade, escalabilidade e segurança. Uma pesquisa global da empresa de TI Micro Focus revelou que nove em cada 10 organizações ainda o utilizam, com base em entrevistas com mais de 1.000 profissionais de 49 países. Além disso, estima-se que entre 775 e 850 bilhões de linhas de código Cobol sejam usadas diariamente em todo o mundo.

E não para por aí: Os aplicativos Cobol podem ser facilmente migrados para ambientes mais contemporâneos, como a nuvem, .NET e JVM, além de continuarem sendo suportados em plataformas tradicionais, como mainframes, Linux, UNIX e Windows.

Para bancos, seguradoras e outras empresas, o Cobol continua em uso principalmente devido à sua longa presença nos sistemas existentes. Mudar completamente para outras linguagens seria uma tarefa complexa e custosa, devido a sua integração nos processos e infraestrutura de TI. No entanto, sua adoção nos dias atuais é limitada, especialmente com o surgimento de linguagens mais recentes, como Java e Python, que oferecem alternativas mais flexíveis e adaptáveis para as novas demandas tecnológicas. 

Atualmente, o mercado não dispõe de muitos desenvolvedores com habilidades em Cobol devido a sua natureza mais antiga e a diminuição do uso em novos projetos. Essa necessidade, combinada com a escassez de profissionais, cria oportunidades bem remuneradas. Os salários para programadores Cobol no Brasil podem atingir até R$24.000, com uma remuneração média de R$21.500. Os dados foram baseados em 28 salários coletados de forma confidencial no Glassdoor.  “É uma área de atuação promissora para quem busca posição diferenciada no mercado de tecnologia”, comenta Nimrod Riftin.

Apesar disso, o Cobol ainda é mantido por essas organizações, aproveitando sua compatibilidade com sistemas mainframe e a capacidade de funcionar em diversas plataformas, o que permite uma transição gradual para novas tecnologias, como a computação em nuvem.

Expo Revestir 2024: Sistema de gestão para loja de móveis potencializa a experiência do usuário

Expo Revestir 2024: Sistema de gestão para loja de móveis potencializa a experiência do usuário

FoccoLojas simplifica o dia a dia dos lojistas, proporcionando facilidade na gestão de estoque, vendas e relacionamento com o cliente

Entre os dias 19 e 22 de março, a Promob, marca da companhia Cyncly especializada em soluções de projeto, produção e gestão da indústria moveleira, estará presente na Expo Revestir 2024, maior evento de negócios do calendário nacional da construção que reunirá as principais tendências e inovações repletas de design, tecnologia e sustentabilidade.

Entre as soluções apresentadas pela Promob destaca-se o FoccoLojas, um sistema integrado focado em lojas de móveis planejados e soltos, que proporciona organização e eficiência em todas as etapas do processo de vendas . Desenvolvido para atender às necessidades específicas de lojistas individuais e redes de lojas, o sistema é fácil de usar e oferece recursos avançados para gestão de estoque, vendas, financeiro e relacionamento com o cliente.

Além disso, o sistema funciona de forma intuitiva e eficaz, permitindo que profissionais do setor moveleiro, como gerentes de lojas, vendedores e gestores, tenham uma visão completa do negócio. Com ele, é possível tomar decisões mais assertivas e melhorar a experiência do cliente.

Jaqueline Maraschin, diretora de marketing na LATAM, ressalta a importância da ferramenta. “O FoccoLojas foi pensado para ser uma ferramenta indispensável para o varejo de móveis. Ele não só facilita a gestão das lojas, como também contribui para o aumento da produtividade e a fidelização dos clientes. Estamos muito entusiasmados em levar nossa solução consolidada no mercado para a Expo Revestir 2024, e temos certeza de que será um sucesso”, comenta.

Confira algumas das funcionalidades que serão apresentadas no evento:

  1. Acompanhamento Online do Projeto: Nesta etapa o cliente final pode acompanhar o desenvolvimento do projeto de forma simples, diretamente pela internet, através de um link, sem a necessidade de baixar um APP. Isso proporciona uma experiência dinâmica e fácil de entender, permitindo que eles estejam sempre atualizados sobre as etapas do projeto.
  1. Integração Nativa com o Promob: Após a incorporação com a desenvolvedora do produto em 2021, houve o empenho para simplificar drasticamente o fluxo de trabalho do designer/projetista permitindo o cadastro do cliente e a elaboração do projeto em ambas as ferramentas, proporcionando uma transição suave entre elas.
  1. Painel de Projetos: Permite um acompanhamento de pós-venda centralizado, unificando todas as operações após a efetivação da venda em um único local, incluindo comunicação, documentação e agendas. Essa abordagem integrada simplifica a gestão pós-venda e melhora significativamente a eficiência operacional.
  1. Ordenação de Ambientes e Itens no Orçamento: Agora, é possível personalizar a ordem dos ambientes e itens no orçamento, proporcionando uma apresentação mais organizada e profissional do projeto para os clientes.
  1. Melhorias nas Comissões: A interface de geração de comissões foi atualizada com os mais modernos conceitos de UI/UX, oferecendo uma experiência mais intuitiva e agradável aos usuários.
  1. Segurança Aprimorada e Recuperação de Senhas: Foi implementado melhorias na segurança das informações, incluindo a possibilidade de criar senhas mais complexas. Além disso, a recuperação de senha agora é realizada por e-mail, aumentando a segurança e a confiabilidade do acesso.
  1. Notícias: O módulo de Notícias foi remodelado para permitir que redes e grupos de lojas enviem comunicados e circulares de forma eficiente para lojas, cargos ou colaboradores específicos, garantindo que as informações sejam recebidas por todos de maneira rápida e eficaz.
  1. Help Redesenhado: O sistema de suporte (Help) foi reconstruído para fornecer uma ferramenta mais robusta e intuitiva, facilitando a busca por informações e esclarecimento de dúvidas. Além disso, quinzenalmente são liberadas documentações referentes às melhorias realizadas, mantendo os usuários sempre atualizados sobre as novidades do sistema.

“A solução FoccoLojas tem como premissa simplificar o fluxo de trabalho de lojistas de móveis que refletem nosso compromisso em fornecer soluções que impulsionam o sucesso de nossos clientes”, finaliza Jaqueline.

Serviço

Expo Revestir 2024 

Data e horário: 19 a 21 de março: das 10h às 19h / 22 de março: 10h às 17h 

Local: Pavilhão de Exposições São Paulo Expo – Endereço: KM 1,5, Rodovia dos Imigrantes

Ferramenta de gerenciamento e prevenção de crises desembarca no Brasil

Ferramenta de gerenciamento e prevenção de crises desembarca no Brasil

Desenvolvida pela WePlanBefore, plataforma identifica pontos fortes e oportunidades de melhoria nas empresas, além de desenvolver estratégias eficazes para gerenciar riscos e responder a incidentes

A complexidade do mundo empresarial moderno traz consigo uma série de desafios, representando riscos significativos para as empresas em todo o mundo. Eventos como guerras, desastres naturais, doenças epidêmicas e crimes cibernéticos são apenas alguns exemplos das ameaças que as empresas enfrentam todos os dias. No entanto, muitas organizações ainda não desenvolveram uma maturidade adequada na gestão de riscos, emergências e crises, colocando em risco sua operação, reputação e, em casos extremos, sua sobrevivência.


Para os próximos anos, a tendência é que as empresas encontrem cada vez mais adversidades. É o que mostra o relatório “Global Risks 2023”, elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, que projeta aumento do custo de vida, crises climáticas, polarização política e piora da economia para a próxima década. Além disso, de acordo estudo da Cybersecurity Ventures, em 2023 ocorreu um ciberataque a cada 39 segundos, resultando em mais de 2.200 casos por dia. Número que contrasta com os dados de 2022, quando um incidente ocorria a cada 44 segundos.

Como sabemos, uma crise em qualquer setor da empresa acarreta em prejuízos enormes, que muitas vezes impedem até a sobrevivência financeira da organização. Por esse motivo, visando ajudar as corporações a entender e aprimorar sua resiliência organizacional, a WePlanBefore anunciou o lançamento da ferramenta Nível de Maturidade em Resiliência. Esta plataforma, oficialmente apresentada durante o II Congresso da Abrapavaa, oferece uma abordagem abrangente e personalizada para avaliar o nível de maturidade em resiliência das organizações.

O desenvolvimento da ferramenta é fruto de uma colaboração entre a WePlanBefore do Brasil e do Reino Unido. Esta estratégia permitiu a concepção de uma solução inovadora, que será lançada inicialmente no Brasil, antes de ser introduzida no mercado europeu. O investimento inicial para a elaboração dessa plataforma revolucionária foi de aproximadamente R$200 mil reais. No entanto, dentro do primeiro ano de operação, planeja-se que o investimento total possa chegar próximo a R$500 mil reais, demonstrando o compromisso contínuo com o aprimoramento e a expansão deste importante recurso para gestão de riscos e resiliência organizacional.

A ferramenta Nível de Maturidade em Resiliência avalia diversos aspectos, incluindo normas e políticas internas, riscos, ameaças, gestão de crises, segurança corporativa, continuidade de negócios, recuperação de desastres (TI), capacidade de resposta, estratégias de recuperação, comunicação com stakeholders, princípios éticos e sustentabilidade.

Por meio de uma análise minuciosa, a ferramenta identifica áreas de força e oportunidades de melhoria, fornecendo insights valiosos para impulsionar a capacidade de adaptação e recuperação das organizações. Além disso, desenvolve estratégias eficazes para gerenciar riscos e responder a incidentes, criando um plano de ação com base em dados e realizando benchmarking com práticas e padrões internacionais.

A ferramenta Nível de Maturidade em Resiliência está disponível em duas versões. A primeira delas é a versão Standard, indicada para empresas em estágio inicial que desejam prevenir e se preparar para possíveis cenários que podem impactar suas operações. Já a versão Advanced é dividida em três categorias, que variam de acordo com o tamanho e estágio da organização:

  • Pro: voltado a empresas que buscam uma solução profissional e robusta para impulsionar sua resiliência organizacional, oferecendo recursos avançados da ferramenta e análise personalizada.
  • Premium: destinada a empresas que desejam uma avaliação mais aprofundada de sua resiliência e estão dispostas a investir na preparação para desafios futuros.
  • Prime: uma opção de alto nível para grandes empresas que desejam envolver diversas áreas da organização em sua avaliação de resiliência.

“O lançamento da ferramenta Nível de Maturidade em Resiliência representa um marco significativo no apoio às organizações na avaliação e fortalecimento de sua capacidade de enfrentar crises e adversidades. Isso porque ao conhecer seu nível de maturidade em resiliência, as organizações podem identificar áreas que necessitam de melhorias e, consequentemente, fortalecer suas capacidades de resposta. Nosso objetivo é preparar as empresas para lidar com potenciais ameaças e crises, por meio de uma metodologia eficaz e segura”, afirma Patrícia B. Teixeira, Diretora Estratégica da WePlanBefore e autora de dois livros sobre Gestão de Crise.

OutSystems anuncia sua mais recente inovação em IA para impulsionar desenvolvimento e transformação digital

OutSystems anuncia sua mais recente inovação em IA para impulsionar desenvolvimento e transformação digital
 

Projetado para a transformação de negócios orientada por IA, o AI Agent Builder da plataforma OutSystems Developer Cloud permite a integração rápida e segura de IA generativa em aplicações e operações
 

São Paulo, 12 de março de 2024 – A OutSystems, líder global em desenvolvimento de aplicações low-code de alto desempenho, anuncia hoje o novo AI Agent Builder, uma solução inovadora na plataforma OutSystems Developer Cloud, que torna mais fácil para os líderes de TI incorporarem aplicações alimentadas por IA generativa (GenAI) em sua estratégia de transformação digital, bem como governar o uso de IA para garantir padronização e segurança.
 

O AI Agent Builder é a mais recente execução da estratégia tripla de IA da OutSystems que inclui: usar IA generativa para acelerar o desenvolvimento interativo de aplicações; aplicar IA generativa em todo o ciclo de vida de desenvolvimento para melhorar a segurança, o desempenho e a agilidade; e construir aplicações alimentadas por IA generativa para acelerar a transformação.
 

O AI Agent Builder oferece às equipes de TI tudo o que precisam para construir agentes de IA generativa e integrá-los em aplicações novas ou existentes, sem qualquer codificação prévia ou experiência em IA – abordando a escassez crítica de talentos em IA e economizando semanas de esforço de desenvolvimento.
 

Este anúncio chega em um momento em que os CIOs buscam abordagens inovadoras e simplificadas para a transformação digital. “Embora apenas 9% dos executivos tenham implantado tecnologias de IA generativa atualmente, 75% planejam fazê-lo por meio de parcerias”, de acordo com a MIT Tech Review Insights, refletindo a necessidade de colaboradores confiáveis para atender as demandas das empresas de operacionalizar a IA generativa.
 

“A IA está impulsionando uma mudança de paradigma na forma como as estratégias de tecnologia empresarial são desenvolvidas e implementadas, mas os líderes de transformação digital muitas vezes não sabem por onde começar”, diz Paulo Rosado, fundador e CEO da OutSystems. “Na verdade, 75% dos clientes da OutSystems ainda estão no estágio inicial da implementação de IA generativa, e queremos ajudá-los a enfrentar esse momento.”
 

As empresas que implementam uma estratégia de IA enfrentam uma série de obstáculos, como maiores expectativas dos clientes e escassez de talentos e habilidades, especialmente no que diz respeito ao gerenciamento da proliferação de IA e da interseção da IA com privacidade, conformidade e segurança.
 

O AI Agent Builder aborda esses problemas permitindo interações digitais semelhantes às humanas e fornecendo respostas e ações imediatas e contextuais com o mínimo de intervenção humana. Os usuários podem escolher entre os modelos básicos Azure OpenAI ou AWS Bedrock, integrá-los a fontes de conhecimento exclusivas e inserir instruções em linguagem natural (por exemplo, “você é um agente de suporte ao cliente amigável”) para uso dentro das aplicações.
 

O AI Agent Builder também simplifica o processo de desenvolvimento, permitindo que as organizações personalizem e implementem rapidamente soluções sofisticadas de IA generativa, acelerem a inovação e aumentem a eficiência operacional.
 

O AI Agent Builder fornece um plano inédito para líderes de TI de qualquer setor para acelerar a estratégia de IA e gerenciar a complexidade da implementação de IA generativa. Os principais recursos incluem:

  • Desenvolvimento de agente de IA personalizado, facilitado por uma interface intuitiva de “apontar e clicar”, permitindo aos usuários projetar, configurar e implantar perfeitamente agentes de IA generativa personalizados para atender aos seus requisitos de negócios específicos, tudo sem a necessidade de codificação.
  • Uma biblioteca de aplicativos de IA generativa de rápida inicialização, incluindo um aplicativo de desvio de tíquetes que gera respostas precisas às perguntas dos clientes em uma interface de usuário personalizada e um aplicativo de inteligência de vendas que resume chamadas de suporte.
  • Agentes de IA baseados em geração aumentada por recuperação (RAG – Retrieval-Augmented Generation) para garantir resultados mais adaptados aos usuários finais das aplicações, com base em seus próprios dados.
  • Proteções integradas para controlar o acesso e o monitoramento de desempenho para aumentar a precisão e a confiabilidade dos resultados.

“A incorporação de experiências de usuário conversacionais orientadas por GenAI em aplicações criadas dentro de uma estrutura confiável, escalável, extensível e governável representa o potencial para uma nova geração de desenvolvimento low-code”, diz Michele Rosen, PhD, gerente de pesquisa da IDC para tecnologias de desenvolvimento Low-Code, No-Code e Generative AI. “As organizações poderão aproveitar ferramentas e plataformas com recursos de construção de agentes para acelerar a adoção de GenAI para a transformação digital.”
 

A IA generativa por meio da OutSystems ajudará clientes como o KeyBank a agilizar processos e aprimorar a eficiência. “Nossa equipe de TI reduziu efetivamente os prazos de entrega ao aproveitar a plataforma low-code da OutSystems”, diz Dominic Cugini, Chief Transformation Officer do KeyBank. “Esta adoção não apenas facilita uma colaboração e comunicação mais estreitas entre a área de negócios e a de TI, mas também abre possibilidades empolgantes para inovação por meio da combinação de low-code com IA generativa.”
 

Para mais informações, visite o site do AI Agent Builder.

Com criação de nova área dedicada a Inteligência Comercial, consultoria de TI 100% brasileira projeta dobrar de tamanho em 2024

Com criação de nova área dedicada a Inteligência Comercial, consultoria de TI 100% brasileira projeta dobrar de tamanho em 2024

– Para este ano, objetivo principal da CXP Brasil é consolidar ainda mais a parceria com importantes fabricantes como AWS, IBM, Lumu, PipeFy, RedHat e Veritas, além de expandir em 50% o número de colaboradores para aprimorar as entregas aos clientes

– Somente em 2023, companhia cresceu 100% em relação a 2022 e acumulou R$ 21 milhões em transações de produtos

Completando seu segundo ano de operação no mercado brasileiro, a CXP Brasil – consultoria de tecnologia da informação, comemora marcos expressivos que suportarão seu plano de expansão. Com um crescimento de 100% de 2022 para 2023, a companhia pretende duplicar seu tamanho novamente em 2024, mantendo assim sua trajetória de desenvolvimento acelerado e sucesso contínuo.

Para alcançar esse objetivo, a CXP Brasil inovou com a criação de uma área de Inteligência Comercial, já liderada por uma nova Head. Denise Silva, profissional renomada com mais de 12 anos de experiência em gestão de produtos e passagem destacada pela Ingram, junta-se à CXP com o intuito de elevar ainda mais o padrão de entrega aos clientes. A equipe da nova área é composta por talentos nas funções de SDR, design e back office, reforçando o compromisso da companhia com a excelência e a inovação no atendimento.

De acordo com o Diretor de Negócios da CXP Brasil, Alexandro Croce, este novo setor desempenhará um papel fundamental para atingir as projeções da companhia para este ano. “A Inteligência Comercial nos ajudará a entregar soluções que atendam nossos clientes de ponta a ponta, fidelizando-os ainda mais, além de nos apoiar na conexão com os fabricantes”, comenta.

Solidez no mercado

O amplo crescimento da CXP Brasil vem sendo impulsionado, principalmente, pela comercialização de licenças de produtos de seus parceiros de tecnologia, com destaque para a IBM e Veritas. Atualmente, a companhia já é reconhecida como parceiro Gold IBM e Platinum Veritas endossando o sucesso destas alianças.

Croce enfatiza que o intuito central da parceria é entregar soluções a fim de inovar os negócios dos clientes. “Nossa oferta inclui soluções avançadas de IA Generativa, Nuvem, FinOps, Integração e Automação para empresas de diferentes setores. No entanto, um de nossos principais diferenciais é contar com a base tecnológica da IBM para desenvolver projetos exclusivos, como é o caso da CX-Energy, nosso produtofocado em eficiência energética às companhias”, explica.

Além da IBM, a CXP conta com outras alianças importantes, as quais, para 2024 serão ainda mais fortalecidas.  “Vamos seguir expandindo com a consolidação das parcerias com outras grandes fabricantes, como Veritas, PipeFy e AWS”, afirma Croce.

Para ilustrar o êxito comercial da CXP, apenas em 2023, a empresa registrou um volume de R$ 21 milhões em transação de produtos. Além disso, desde o início de sua operação, a CXP Brasil já dedicou mais de 250 mil horas em projetos de soluções e serviços e, hoje, conta com mais de 35 clientes ativos.

Pessoas no centro de tudo

O Diretor de Operações e Alianças da CXP Brasil, Walter Rodrigues, ressalta que entre os planos da empresa para 2024, está aumentar o time de colaboradores em 50%. “Atualmente, contamos com 100 funcionários em nosso quadro. Queremos expandir esse número neste ano, pois acreditamos que as pessoas são o cerne do sucesso de qualquer negócio”, afirma.

Com programas de treinamentos e de evolução contínua, Rodrigues reforça que o foco seguirá em solucionar as principais necessidades dos clientes. “Somos especialistas em nosso business. Contamos com mais de 90 certificações, abrangendo áreas-chaves como integração, automação, cloud, dados, proteção de dados e IA. Isto só reforça a nossa expertise em atender os desafios das empresas e entregar ainda mais inovação ao mercado”, finaliza.

Startup otimiza consulta de dados processuais em todos os sistemas usados pelos Tribunais de Justiça

Startup otimiza consulta de dados processuais em todos os sistemas usados pelos Tribunais de Justiça

Motor de processamento de dados criado pela JudIT permite acesso aos dados em poucos segundos; lawtech projeta receita de até R$ 20 milhões já no seu segundo ano

São Paulo, 27 defevereiro de 2024 – A JudIT é uma startup que nasceu em 2023 com o objetivo de oferecer ao mercado acesso em tempo real a informações de processos judiciais que constam nos tribunais de justiça, inclusive os militares, trabalhistas e administrativos e em todas as instâncias.

Crescendo em ritmo acelerado, a lawtech projeta fechar este ano com 60 novos clientes e uma receita anual de até R$ 20 milhões. Só no mês de janeiro, a startup conquistou cinco novas empresas para sua carteira.

Para conquistar mais mercado, a principal aposta da JudIT é uma ferramenta desenvolvida internamente que facilita  o acesso aos tribunais. A tecnologia também permite o monitoramento em tempo real, ou seja: a qualquer nova movimentação em um processo já existente ou em um novo processo, o cliente da startup é notificado prontamente.

Para o CEO da JudIT, João Angelo, a rapidez e a capacidade da plataforma em acessar milhares de processos em diversos tribunais são o diferencial da startup. Em apenas 14 segundos, a JudIT acessa os tribunais e é capaz de mostrar 7 mil processos de uma só vez. “Queremos ser uma AWS de acesso aos dados jurídicos. Somos a infraestrutura mais rápida e eficiente disponível hoje no mercado”, destaca.

Segundo o executivo, o maior desafio da lawtech foi desenvolver um motor de acesso aos sistemas judiciários dos tribunais em tempo real, que, por sua vez, não possuem uma padronização de bases de dados, o que é um problema na hora de consolidar as informações. A ferramenta realiza consultas diretamente nos sistemas dos tribunais trazendo as informações atualizadas. “Diante de outras ferramentas disponíveis, isso é um diferencial da JudIT. Utilizamos a criatividade na forma de acessar e reunir os dados, mesmo com as restrições em várias bases”.

O mercado-alvo da JudIT é formado por legaltechs, fintechs, fundos de investimento, departamentos jurídicos de grandes empresas, seguradoras, escritórios de advocacia e advogados autônomos. Já no seu primeiro ano, conquistou 25 clientes, entre eles Uplexis, Jusfy, Omnijus, EasyCrédito, Fitbank, Ouro Preto Investimentos, SBK Capital, Bankap e Cronos Bank. Uma das maiores legaltechs do Brasil, com mais de 10 mil advogados ativos, a Jusfy, por exemplo, utiliza o motor da JudIT para otimizar a produtividade dos profissionais.

Atualmente, mais de 20 milhões de consultas a processos judiciais já passaram pela JudIT. Com uma simples consulta utilizando CPF, CNPJ ou a OAB do advogado, a ferramenta busca todos os processos que constam nos nomes dos profissionais ou das empresas, em todas as instâncias, incluindo os autos processuais. Outro recurso da plataforma é a Inteligência Artificial da JudIT, que lê e interpreta o conteúdo dos documentos permitindo ao cliente entender rapidamente a causa do processo.

Investimento Seed e nova rodada em vista

Além dos cofundadores Guilherme Silva, CIO, e João Angelo, CEO, a JudIT foi idealizada pelo empreendedor Leonardo Rebitte, fundador da idtech CAF, da fintech de crédito Mutual, além de investidor em outras diversas empresas que, juntas, valem mais de R$ 1 bilhão.

No ano passado, a lawtech recebeu um investimento seed no valor de R$ 1,2 milhão de Rebitte e Darryl Green, Ex-CEO da CAF e investidor no mercado financeiro com experiência em empresas globais de meios de pagamento.

A JudIT prevê para este ano um novo aporte financeiro para dar suporte ao crescimento da startup que já está aumentando a equipe para 30 pessoas. No final do ano passado, o time era formado por 10 pessoas.

Tipos de consultas e benefícios

O motor de consulta de processos da JudIT abrange os seguintes itens:

  1. Processos judiciais cíveis. Permite consultar, acompanhar e filtrar Processos Judiciais fazendo buscas por CPF, CNPJ, Número do Processo Judicial, Nome das partes ou Número OAB do Advogado. Todo o histórico é mostrado em segundos.
  2. Mandados de execução judicial (Dívida). Ideal para instituições financeiras de crédito que buscam aprimorar o Score e/ou, aprovar ou negar um pedido de empréstimo. Também é muito utilizado por advogados e escritórios de advocacia para renegociação de dívidas de seus clientes. 
  3. Mandado de Prisão e Processos Criminais. É um importante aliado nos processos de Due Diligence (Diligência e Auditoria). Antes de conceder um empréstimo, alugar uma casa, carro, permitir a entrada de um novo sócio na empresa ou até mesmo, contratar, é importante verificar a idoneidade do indivíduo, ou seja se ele(a) tem um mandado de prisão em aberto ou se já teve um mandado de prisão no passado.
  4. Processos cíveis onde o indivíduo figura como réu. Em algumas situações pode ser relevante para um empregador saber se alguém ou uma empresa foi processada e por qual motivo. Isso pode ajudar, por exemplo, na avaliação de entrada de novos sócios ou funcionários com cargo de confiança.
  5. Processos judiciais de precatórios. Ideal para fundos de investimento que possuem interesse na compra desses títulos. Como os pagamentos de precatórios por parte dos Governos Federal, Estadual e Municipal costumam demorar muito, os fundos  podem oferecer aos credores (pessoas ou empresas) o pagamento de parte do valor total e assumir a titularidade do precatório. Escritórios de Advocacia também se interessam por este tipo de processo, pois fazem a análise para os fundos, indicando se pode ser um bom negócio comprar ou não esses títulos.
  6. Processos de recuperação judicial ou falência. Esse tipo de informação é interessante para fundos de investimentos e escritórios de advocacia com o intuito de buscar diminuir o valor da dívida e o dano colateral aos sócios e acionistas.

Gupy avança em novo mercado de R$ 1 bi e lança plataforma para medir performance dos colaboradores em tempo real

Gupy avança em novo mercado de R$ 1 bi e lança plataforma para medir performance dos colaboradores em tempo real

Com aumento da pressão das empresas por rentabilidade e permanência do modelo híbrido de trabalho, HR Tech aposta em uma nova forma de medir performance dos times para substituir o famoso processo anual de desempenho

São Paulo, fevereiro de 2024 – A Gupy, empresa líder em soluções de RH no Brasil, entra em um novo mercado avaliado em R$1 bi, o de gestão de performance de pessoas colaboradoras e, com isso, amplia suas soluções para ser um provedor completo de tecnologias para o RH. O lançamento do Gupy Performance & Desenvolvimento acontece nesta semana e está sendo desenvolvido desde o último M&A da HR Tech, quando adquiriu a startup Pulses, que já tinha uma versão beta desse novo produto. “Com a compra da Pulses, aumentamos os investimentos nessa frente para acelerar as descobertas, inovações, testes e desenvolvimento até encontrar o modelo que comprovamos ser o mais moderno e eficaz para fazer gestão de performance dos times em um mundo híbrido, ágil, que requer mais engajamento e mais rentabilidade”,  explica Mariana Dias, CEO da Gupy.

O lançamento surge como uma alternativa inovadora para um processo importante na gestão de pessoas, mas que ainda é um grande gargalo dentro das empresas. Uma pesquisa da Falconi, de 2023, mostra que 59% das empresas brasileiras não possuem um processo desenhado de avaliação de desempenho, mas 74% reconhecem a importância de implementar em curto prazo. Esses dados são reflexo de diversas transformações no mercado de trabalho que, nos últimos meses, vê uma demanda crescente por mais produtividade e alta performance. Muitas organizações enfrentam desafios na construção e gestão eficiente das avaliações dos times, especialmente devido à falta de clareza e direcionamento por parte das lideranças.

“Via de regra, temos um modelo de avaliação de performance vigente no Brasil de 40 anos atrás, que mudou muito pouco: avaliações feitas uma vez por ano, no final do ano, olhando para metas e competências e sendo um processo do RH, não da liderança. Entendemos que performar não é só olhar para a pessoa naquele momento, e sim para todo o contexto onde ela está inserida – e que, em um cenário onde tudo muda tão rápido, não há garantia de que uma avaliação de performance que acontece no final do ano faz jus a tudo o que essa pessoa fez e como ela se desenvolveu ao longo dos meses”, enfatiza Renato Navas, Diretor de People Science da Gupy.

A HR Tech busca resolver essas dores do mercado oferecendo um modelo de Performance & Desenvolvimento situacional, sistêmico e regenerativo. Por meio de módulos de avaliação e desenvolvimento, a plataforma simplifica e amplia a visão do líder sobre as pessoas do time por meio de metadados e de uma metodologia 360º, com opções para as tradicionais formas de autoavaliação, avaliação por líderes, pares e outros, porém tudo de forma simples, ágil e mais eficaz. As organizações podem configurar todo o processo de acompanhamento de desenvolvimento individual em uma interface de fácil usabilidade, promovendo diálogos entre líderes e colaboradores, feedbacks contínuos e calibração das avaliações, tudo na mão dos gestores.

Desde o início do ano passado, algumas empresas já começaram a testar o produto e obter resultados representativos. Dados coletados pelas equipes de RH beta testers, desde fevereiro de 2023, mostram que a média geral na pesquisa GPTW de pessoas que receberam mais de 3 feedbacks no ano, é 30% maior na do que de pessoas que não receberam feedbacks.

Ao mesmo tempo, a nova metodologia de avaliação de desempenho impactou em um aumento de 12% no senso de justiça distributiva entre pessoas colaboradoras, assim como no número de reconhecimentos e movimentações internas: mais de 60% das novas posições de uma das empresas clientes foram preenchidas com promoções, depois que começaram a utilizar a plataforma de Performance e Desenvolvimento.

“Temos já uma parceria de longa data com a Gupy, nos módulos de Recrutamento & Seleção e de Clima & Engajamento. Buscamos o fortalecimento constante por uma cultura de feedback, com o fortalecimento dos rituais de gestão, e vimos no pulso de desempenho uma possibilidade de minimizarmos vieses na avaliação e tracionarmos uma cadência sustentada na gestão de desempenho dos times, que permita a visualização do mapa das pessoas high performance e alimente com maior assertividade e efetividade o plano de desenvolvimento individual das nossas pessoas”, comenta Ticiana Cavana, Gerente de Desempenho & Cultura da ScanSource Brasil, uma das empresas beta testers do novo produto.

Impacto nos negócios 

O lançamento completa o ciclo de Gestão de Talentos dentro do ecossistema da Gupy, junto com produtos de Clima e Engajamento e Educação Corporativa.  A HR Tech espera alcançar, ainda este ano, uma receita anual recorrente de R$5 milhões com o produto, aumentando a representatividade das suas soluções de Gestão de Talentos para mais de 50% da receita vinda do carro-chefe da empresa, a plataforma de Recrutamento &  Seleção, até o final de 2025. 

Mariana Dias, CEO e cofundadora da Gupy, destaca a importância da qualidade das avaliações de performance e das soluções pós-avaliação no cenário atual: “Produtividade é a palavra-chave do mercado de trabalho em 2024, e os RHs e lideranças precisam de ferramentas que acompanhem essa necessidade de aumentar inovação, performance e rentabilidade, mas com uma nova abordagem adaptada para os negócios que demandam um acompanhamento mais ágil e eficaz sobre performance do time. Nada funciona se a gestão de performance não é feita na frequência adequada ou sem métricas claras, e as metodologias tradicionais já não suprem mais essas necessidades. O colaborador também ganha muito com esse processo ao saber de forma mais frequente onde estão suas lacunas e o que pode fazer para melhorar, sem precisar esperar um ano para descobrir isso. Estamos muito felizes em agregar mais essa solução ao nosso ecossistema e oferecer aos líderes uma forma ágil e eficaz para impulsionar o crescimento das pessoas e dos negócios ” explica Mariana Dias

A empresa lança o Gupy Performance & Desenvolvimento neste 20 de fevereiro, com soluções digitais que vão além da mensuração, mas que também simplificam o processo e oferecem uma abordagem mais eficaz para a gestão de desempenho. 

ERP Summit 2024: Focco participa da maior feira de software e gestão da América Latina

ERP Summit 2024: Focco participa da maior feira de software e gestão da América Latina

Empresa referência em soluções de gestão e tecnologia participa do ERP Summit nos dias 18 e 19 de março em São Paulo

A Focco Soluções de Gestão, marca que pertence ao guarda-chuva do grupo Cyncly, está pronta para mais uma participação no ERP Summit, o principal ponto de encontro de marcas e empresas de software e gestão na América Latina. A feira acontece nos dias 18 e 19 de março no Expo Center Norte, zona norte da capital paulista, e contará com cerca de 6 mil participantes.

Durante o evento, a Focco apresentará os benefícios da FoccoERP, sistema de gestão desenvolvido para atender às necessidades de indústrias e distribuidoras que buscam um ERP completo, com funcionalidades que permitem a organização e controle de todas as etapas do negócio. 

O sistema é especialista nos segmentos metal mecânico, bebidas, alimentos e distribuidoras, apresentando especificidades únicas de cada setor. “Imagine um software que não apenas oferece controle absoluto sobre as informações geradas na empresa, mas também permite ações estratégicas baseadas em dados. Essa é a solução que estamos levando para o ERP Summit 2024 e vamos destacar no evento”, comenta Robson Rizzotto, diretor comercial do FoccoERP.

Nesse contexto, é importante ressaltar a relevância estratégica dos softwares para a produtividade do ambiente de trabalho. Um estudo recente conduzido pela MCKindsey & Company destaca que a implementação de soluções de software adequadas podem levar a um aumento de até 30% na produtividade da equipe. Esses resultados são alcançados através dos benefícios oferecidos pelos softwares, que otimizam processos, facilitam e automatizam as tarefas, como é o caso do FoccoERP.

Além disso, a Focco está preparando uma ação interativa para este ano, que incluirá a entrega de brindes para todos os presentes no evento. A iniciativa também visa proporcionar a oportunidade de conhecer a plataforma e interagir com a equipe durante o ERP Summit 2024.

“Estamos entusiasmados por consolidar nossa participação nesta que é a maior feira de software e gestão da América Latina. Isso não apenas demonstra a força da Focco, mas também reflete o crescimento contínuo da Cyncly entre as marcas mais buscadas por empresas do continente”, enfatiza Rizzotto.

O ERP Summit, maior evento de software e gestão da América Latina, está marcado para os dias 18 e 19 de março, no Expo Center Norte.

Serviço

ERP Summit 2023

Data: 18 e 19 de março, das 8h às 18h

Local: Expo Center Norte

Estande da Focco: S24 (entre a Arena Metaverso e o Lounge)

D4Sign lança Novo Power Form que projeta redução em 70% do tempo de criação de contratos

D4Sign lança Novo Power Form que projeta redução em 70% do tempo de criação de contratos
 

A ferramenta é a primeira a permitir número ilimitado de preenchedores e reforçar a validade jurídica dos contratos digitais, além de simplificar o fluxo de geração de contratos a partir de um só template

A elaboração de documentos pode se tornar uma tarefa complexa e desgastante, exigindo tempo considerável diante de um cenário onde os ambientes de trabalho demandam cada vez mais agilidade. No entanto, a tecnologia tem proporcionado grande evolução ao campo e, pensando em otimizar ainda mais este processo, a D4Sign, startup de assinatura eletrônica, acaba de lançar o Novo Power Form, solução que permite reduzir em até 70% o tempo de criação de contratos. O produto é o primeiro no Brasil a não possuir limites de preenchedores contratuais.

“Fizemos pesquisas e feedbacks com os clientes e mapeamos a necessidade de um fluxo mais fácil para criar documentos, de oferecer um número ilimitado de possíveis preenchedores de um contrato, e também, desse mesmo contrato poder ser utilizado inúmeras vezes sem a necessidade do usuário voltar para a plataforma. Agora, todo o operacional ficou para essa tecnologia exclusiva que desenvolvemos”, afirma Bruno Kawakami, CTO da empresa.

Entre os benefícios presentes no novo modelo, destaca-se a única etapa para a criação do documento — contra três das existentes no mercado —, juntamente ao número ilimitado de preenchedores. Dessa forma, além de auxiliar com as questões de produtividade e otimização, o lançamento também visa solucionar um ponto referente à validade jurídica de contratos digitais no Brasil, promovendo mais segurança e transparência aos envolvidos. Isso porque, segundo o Código Civil, as assinaturas contratuais nacionais requerem que as partes reconheçam todo o documento, não apenas segmentos de seu conteúdo. Apesar disso, até então, as ferramentas presentes no mercado ainda não disponibilizavam a assinatura perante o todo.

“O Novo Power Form promove uma abordagem flexível e adaptável às necessidades específicas de cada negócio. Ao oferecer uma plataforma intuitiva e colaborativa, a solução facilita a comunicação entre todas as partes envolvidas no processo de negociação, permitindo uma visão mais clara das expectativas e requisitos de cada lado, possibilitando que os detalhes do contrato sejam ajustados e revisados em tempo real. Tudo isso não apenas agiliza o processo de fechamento de acordos, mas também aumenta a confiança entre as partes, criando uma base sólida para relacionamentos comerciais bem-sucedidos”, diz Rafael Figueiredo, CEO da D4Sign.
 

Novo Power Form (Imagem: D4Sign)
 

Mais praticidade para o setor imobiliário

Em contratos que necessitam inclusão de diversas partes, como os de locação de imóveis, a ferramenta viabiliza a economia de tempo criando uma base única e enviando a todos os envolvidos, para que preencham com seus dados e assinem o documento. Uma imobiliária, por exemplo, poderá ter um contrato base no qual deverá apenas acrescentar dados referentes ao valor da locação, condições do imóvel e vistoria, prazo da locação, comissão do corretor e afins. O locador pode preencher os dados pessoais e do imóvel, indicar a conta do pagamento do aluguel, por exemplo. Já o locatário pode inserir seus dados pessoais e renda. Ao fiador ficariam os dados pessoais e as garantias de pagamento.
 

Com isso, ao preencher os campos do formulário com suas informações, cada parte, unificada com a base contratual, constrói o conteúdo completo do contrato. Depois dessas lacunas preenchidas, o documento é enviado para assinatura.

Por fim, Kawakami também destaca outra funcionalidade da plataforma. “Agora será possível criar um link de compartilhamento, descomplicando e distribuindo o acesso ao documento entre as partes da forma como preferir. Algo que é tão simples e cotidiano, mas até então não era possível. Todos nossos esforços então na otimização do tempo de nossos clientes para que possam empregar em outras tarefas que julguem mais importantes”, conclui.

Alper lança sua plataforma B2C de contratação 100% online dos seguros

Alper lança sua plataforma B2C de contratação 100% online dos seguros 
 

O cliente poderá cotar seguros para viagens, celulares, pet, bike e vida e realizar a contratação de forma segura e sem a interferência humana, tudo em um único lugar.
 


A Alper Corretora de Seguros lança nesta quinta-feira (1/02) para o consumidor final o acesso à plataforma de contratação de seguros ‘VC+Seguro’. Através do site, os interessados em contratar seguros para viagens, celulares, pet, bike e vida poderão fazer a contratação do seguro de forma 100% digital, sem necessidade de intervenção humana, garantindo a autonomia e praticidade de ter tudo em um único ambiente digital. A empresa destaca que a nova versão não impacta a gestão de quem já utiliza o aplicativo e site ‘VC+Seguro’, porém até então, restrito ao B2B. A plataforma, híbrida, que já possui um app na versão B2B e logo disponibilizará para o público geral, entrega de forma eficiente a contratação de seguros pessoais.
 

Para Paulo Grillo, head do projeto ‘VC+Seguro’, trata-se de uma oportunidade nova no mercado onde a Alper é a primeira corretora a ter uma ferramenta de cotação online com precificação 100% dedicada ao consumidor de forma descomplicada. “Dentro do site, o interessado tem acesso a todos os detalhes dos planos com lembretes sobre renovação e informações de novos produtos. Pensamos o ambiente de forma intuitiva, um lugar onde o contratante não seja jogado de um site para outro comprometendo sua segurança”, destaca. E sempre dentro do ambiente Alper.
 

Como característica exclusiva, a Alper negocia benefícios e melhores valores com as seguradoras garantindo que os pacotes de serviços ofertados tenham descontos mais atraentes. Grillo explica que dentro da plataforma, uma vez preenchidos seus dados, todos os planos cotados irão respeitar os dados inseridos e calcular sem surpresas. Outro ponto positivo é o pagamento que pode ser parcelado no débito em conta ou cartão de crédito.
 

A Diretora de Digital da Alper, Gabriela Rosati, destaca que o próximo passo do ‘VC+Seguro’ é seguir ampliando a gama de seguros oferecidos, assim como outros serviços não relacionados à seguros como assistência jurídica, telemedicina, entre outros. “Tudo isso, fruto do trabalho desenvolvido através do nosso programa de aceleração de startups o AlperTech Startups, e das demais iniciativas de inovação aberta da Cia.” Está previsto também o app para o público geral, onde o cliente terá também controle total das apólices sendo possível contratar, gerenciar e renovar, tudo na palma da mão.
  Em novembro, o ‘VC+Seguro’ em sua versão B2B foi uma das quatro finalistas do prêmio The World’s Digital Insurance Awards 2023 na categoria Insurer Innovation. A Alper foi a única empresa da América Latina a concorrer ao prêmio que reconhece o case agregando valor para todas as partes da cadeia de seguros. O ‘VC+Seguro’ é uma criação da Alper Seguros, uma consultoria especializada em gestão de seguros corporativos, benefícios e muito mais. Atuando há 13 anos em todo país e em diversos segmentos, a Alper é reconhecida por oferecer soluções inovadoras e sustentáveis, construindo relações de confiança de longo prazo com clientes.

GitHub Copilot Chat já está disponível para organizações e indivíduos

GitHub Copilot Chat já está disponível para organizações e indivíduos

Todos os usuários do GitHub Copilot podem programar em linguagem natural com o Copilot Chat sem custo adicional

Previamente anunciado durante o evento anual GitHub Universe de 2023, o GitHub Copilot expandiu e transformou o GitHub na principal plataforma de pessoas desenvolvedoras impulsionada por IA do mundo. A ferramenta que permite a ascensão da linguagem natural como a nova linguagem de programação universal se tornou peça central da plataforma de desenvolvimento baseada em IA.

Agora, o GitHub Copilot Chat já está disponível para Visual Studio Code e Visual Studio e incluído em todos os planos do GitHub Copilot junto com a funcionalidade original e seus recursos de conclusão de código que aumentam a produtividade. Além disso, também está disponível gratuitamente para professores, alunos e pessoas mantenedoras verificadas de projetos open source populares.

Com o Copilot Chat disponível para todos os usuários individuais do GitHub Copilot, os administradores corporativos e organizacionais podem conceder às suas equipes de desenvolvimento acesso à ferramenta ao habilitar a configuração Copilot Chat para seus integrantes. Para as pessoas que já utilizam o Copilot Chat na versão beta ou já forneceram acesso à sua equipe de desenvolvimento, nenhuma outra ação será necessária. Além disso, foi disponibilizado um guia de primeiros passos para utilização do Copilot Chat.

Alimentado pelo GPT-4, disponível em qualquer linguagem natural

O GitHub Copilot Chat é um assistente de IA alimentado pelo GPT-4 com reconhecimento de contexto e projetado especificamente para os diversos cenários das pessoas desenvolvedoras. Equipes e indivíduos podem ativar a ferramenta no idioma natural de sua preferência, do alemão ao português e muito mais, além de receber orientações em tempo real, sem nunca sair do ambiente de desenvolvimento integrado (IDE). 

De acordo com a Vice-Presidente de Gerenciamento de Produtos do GitHub, Shuyin Zhao, o Copilot Chat pode ajudar todas as pessoas desenvolvedoras na inovação da velocidade do pensamento, guiando desde a explicação de conceitos complexos de desenvolvimento até a detecção de vulnerabilidades de segurança e a escrita de Testes de Unidade. “A ferramenta é personalizada para cada pessoa e suas práticas de programação exclusivas, então cabe ao usuário decidir onde e quando usá-la”, afirma.

A executiva ainda reforça que o GitHub usa a própria plataforma para aprimorar seus recursos. “Os desenvolvedores da companhia também utilizam o Copilot Chat no dia a dia para permanecer no fluxo de trabalho e criar softwares melhores e mais seguros de forma ainda mais rápida”, explica a Vice-Presidente de Gerenciamento de Produtos do GitHub.

Tradução perfeita entre linguagens de programação

Para o Engenheiro Principal de Soluções do GitHub, David Losert, o Copilot Chat torna a tradução entre linguagens de programação uma tarefa mais fácil. “Há muitos motivos pelos quais preciso fazer essas traduções, incluindo esforços de padronização, quebra de monólitos e busca de benefícios de desempenho e o Copilot Chat ajuda a entender o código que precisa ser traduzido e, em seguida, traduz esse código para a linguagem de destino. Isso poupa muito tempo reescrevendo código e transferindo lógica, e também reduz a carga cognitiva e o esforço mental para que eu possa me concentrar na qualidade e no design”, informa. 

Recentemente, ele realizou uma tradução de um aplicativo JavaScript para Java e depois para C#. “Dadas algumas diferenças fundamentais entre as linguagens e as estruturas, o primeiro passo foi inicializar uma versão inicial do aplicativo na linguagem e estrutura de destino. Com o Copilot Chat, usei o @workspace /new-Slash-Command para colocá-lo em funcionamento. Depois, um simples prompt como ‘Traduzir este arquivo para java/C#’ muitas vezes seria suficiente para que o Copilot Chat apresentasse um resultado de alta qualidade, captando automaticamente as características da linguagem e estrutura de destino. Por fim, para garantir qualidade e desempenho, usei o comando @workspace /test-slash para gerar Testes de Unidade com facilidade”, conclui.

Obtendo respostas em tempo real para perguntas de programação

Aprimorar a produtividade no cotidiano com a ferramenta já faz parte da rotina do Staff Engineer do GitHub, Justin Herrick.”Frequentemente me pego abrindo o Copilot Chat para transformar uma ideia que tenho em um comando bash, já que me fornece as informações que procuro e me evita ter que parar o que estou fazendo e procurar sinalizadores de comando específicos. Recentemente, abri o Copilot Chat para converter uma função auxiliar que estava usando em meus testes Ruby em Typescript, válido para que pudesse usá-la em parte de um novo projeto em que estou trabalhando”.

Atualização instantânea sobre práticas de programação

“Agora posso abrir o Copilot Chat para refrescar rapidamente minha memória e talvez até aprender alguns truques novos além do meu conhecimento”, destaca Liz Saling, Staff Engineer do GitHub. “Ainda gosto de formar parceria com outras pessoas e colaborar em grandes coisas, porque é aí que relacionamentos fortes se desenvolvem e ocorre um grande crescimento, mas usar o Copilot Chat para alcançar o que está fora de alcance na memória ou para começar a aprender o básico de algo novo é muito útil, e me permite concentrar mais no pensamento amplo”.

Como profissionais de TI podem iniciar sua jornada empreendedora?

Como profissionais de TI podem iniciar sua jornada empreendedora?

Por Wesley Willians, CEO e fundador da Full Cycle

Nos últimos anos, testemunhamos uma revolução tecnológica que moldou e continuará moldando o mundo como o conhecemos. E nesse contexto, os desenvolvedores desempenham um papel central, sendo os verdadeiros arquitetos por trás da criação de novos softwares, programas e aplicativos. No entanto, muitos profissionais da área costumam me indagar se é possível ir além na carreira. Minha resposta é clara: o empreendedorismo se apresenta como o caminho natural para quem quer progredir de patamar.

Por exemplo, ao longo de minha jornada como programador, enxerguei dores de mercado, e aos poucos, entendi que poderia ir além da mera criação de linhas de código. Afinal, nós desenvolvedores, somos por natureza resolvedores de problemas, capazes de analisar desafios complexos e oferecer soluções inovadoras. E entendo que tal mentalidade é um alicerce fundamental para qualquer empreendedor desenvolver produtos ou serviços que supram demandas não atendidas pelo mercado, ou que sejam capazes de projetar a direção de grandes empresas. 

Como começar? 

Apesar das diferentes possibilidades existentes hoje, uma jornada empreendedora de sucesso depende de alguns fatores essenciais. O primeiro e mais básico deles é o fato de que o negócio precisa estar baseado intrinsecamente na resolução de alguma dor de mercado. Este primeiro ponto de alerta é importante porque muitas vezes os desenvolvedores acabam focados apenas na construção de uma ferramenta tecnológica em si, e esquecem que o grande objetivo da sua solução será sanar algum problema comum – seja para pessoas físicas ou empresas. Dito isso, é crucial colocar sempre em mente que a tecnologia é apenas a ferramenta, já que o problema a ser resolvido é o aspecto mais significativo para a operação do negócio. 

Outro ponto fundamental passa pela questão dos conhecimentos técnicos de mercado. Até porque, se o desejo é empreender, as skills de empreendedorismo serão essenciais. Hoje, identificamos casos de startups lideradas por desenvolvedores que não avançam do MVP (mínimo produto viável) por não entenderem de negócios. 

Até por isso, a transição para o empreendedorismo exige mais do que apenas habilidades técnicas. É fundamental entender os fundamentos que envolvem desde planejamento estratégico e marketing até gestão financeira e desenvolvimento de equipe. Tais habilidades complementares ampliam a capacidade de transformar ideias em modelos de negócios bem-sucedidos.

Vale ressaltar, no entanto, que boa parte desses conhecimentos não exige uma longa experiência de mercado. Muitas vezes essas skills podem ser absorvidas por meio de cursos de extensão, que certamente irão contribuir para a construção de um direcionamento inicial sólido para o negócio.

Timing correto

Ainda pensando sobre os desafios de mercado, existem algumas dificuldades que vão além do que os cursos podem ensinar. A principal delas passa por saber o momento exato de equilibrar o que está sendo desenvolvido, com o início das operações. 

Isso porque se o desenvolvedor espera para lançar o seu produto já completo, muitas vezes ele estará desperdiçando o momento ideal para as vendas, o chamado time to market. Por outro lado, se o empreendedor lança ao mercado uma solução ainda num estágio inicial, ele poderá estar correndo o risco de dilapidar o potencial do seu negócio por conta da precipitação. 

Criar um MVP é uma necessidade, uma vez que uma empresa não roda sem vendas, mas também representa um desafio e tanto. Existe uma linha muito tênue que define se um produto realmente está no seu ponto ideal ou não para a venda. Muitas vezes, inclusive, vale a pena cogitar o auxílio de um sócio para encontrarem essa definição.

A verdade é que a carreira dos desenvolvedores não está limitada apenas aos códigos. Ao considerarem o empreendedorismo como uma possibilidade real e promissora em suas carreiras, esses profissionais podem não apenas encontrar um retorno financeiro, mas também a satisfação de ver suas ideias transformando o mundo.

*Wesley Willians é programador e CEO da Full Cycle. O especialista em tecnologia para desenvolvedores é uma das principais referências no setor de educação tech no Brasil. Premiado como um dos 100 líderes em educação pelo “Fórum Global de Educação e Aprendizado”, recentemente foi eleito MVP da Microsoft em Developer Technologies.

Boxware firma parceria com empresa líder em segurança web Jscrambler

Boxware firma parceria com empresa líder em segurança web Jscrambler

Soluções para proteção de aplicativos Javascript e detecção e prevenção de comportamento malicioso em webpages serão comercializadas no Brasil por mais de 200 revendas ativas

A companhia paulista Boxware, referência nacional no ciclo de distribuição de soluções de tecnologia para revendas corporativas, e a Jscrambler, empresa portuguesa líder global em cibersegurança client-side, anunciam parceria para comercialização das plataformas Code Integrity e Webpage Integrity a empresas do setor financeiro e de e-commerce no Brasil. O objetivo é atender à crescente demanda por proteção de dados sensíveis e segurança digital nas empresas.

Na era da Transformação Digital, o Client-Side das páginas web corporativas permanece altamente vulnerável a ataques cibernéticos. As ameaças podem surgir de várias formas, desde a adição de código próprio ou de terceiros, sejam pixels ou outros tipos de scripts. O Cross-Site Scripting (XSS), por exemplo, é uma das threats mais temidas. Nesse tipo de ataque, normalmente realizado através do código Javascript, scripts maliciosos são injetados pelo client-side em páginas web para que sejam executados no navegador da vítima quando acessar o site. A meta dos cyber criminosos é simples e bastante clara: devassar os dados dos clientes, obter cookies e sessões, minerar criptomoedas, invadir dados pessoas e financeiros ou até mesmo redirecionar o lado do cliente para fishing, promovendo inúmeros e sérios problemas para a vítima e graves danos à reputação e aos negócios das empresas.

“Embora soluções prontas possam reduzir danos, as configurações inadequadas aumentam o risco de vazamento de informações sensíveis e facilitam ataques cibernéticos”, afirma Carlos Godinho, CEO da Boxware. O executivo explica que empresas dos mais variados portes e segmentos, com especial ênfase nas que atuam nos setores financeiro e de e-commerce, utilizam a linguagem de programação Javascript em seus projetos de tecnologia – o que as tornam potencialmente vulneráveis no âmbito da forte digitalização dos ambientes de trabalho, da hiper conectividade e dos múltiplos e incontáveis acessos online realizados diariamente por milhares de pessoas e empresas em todo o mundo para reuniões, transações financeiras e compras. 

“A Jscrambler é líder em ferramentas de segurança de aplicações em JavaScript e promove proteção em tempo real com recursos avançados de autodefesa que evitam a perda de dados sensíveis de usuários”, informa o CEO da Boxware. “As capacidades de auto-healing do Jscrambler se aplicam igualmente a qualquer engenharia reversa ou a tentativas de violação de licenças ou falsificação do Javascript, o que é de extrema relevância para a proteção dos negócios.” 

Segundo Godinho, a solução Jscrambler Code Integrity torna o código JavaScript resiliente para que não possa ser lido, copiado, adulterado ou reutilizado, com sobrecarga zero para os processos de compilação. Além disso, cada versão do código implantado é automaticamente protegido em todas as telas, o que aumenta ainda mais a segurança. Já a tecnologia Webpage Integrity monitora e gerencia com eficácia o risco de terceiros, com visibilidade e controle em tempo real de todos os scripts do site da empresa. O programa detecta e controla comportamentos inadequados de scripts do lado do cliente, impede o acesso e a transferência de dados inseridos em formulários e eleva o nível de atenção das empresas para os riscos de invasão, promovendo segurança e os mais altos níveis de conformidade, seja com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) ou com o PCI-DSS (Padrão de Segurança de Dados do Setor de Cartões de Pagamento). 

“Como uma empresa que sempre esteve na fronteira tecnológica da segurança de aplicações, nós entregamos soluções que respondem a desafios desconhecidos e sem precedentes”, afirma Flávio Moritz, Partnerships Director da Jscrambler. 

“Estamos muito satisfeitos com a parceria com a Jscrambler”, revela Carlos Godinho. “O alcance da nossa rede de revendedores oferece a capilaridade ideal para que as empresas de todo o Brasil possam se beneficiar das melhores soluções do mercado”, conclui o CEO da Boxware.

A distribuição das plataformas Jscrambler Code Integrity e Webpage Integrity no Brasil se dará por meio da rede de canais da Boxware, que atualmente contabiliza mais de 200 revendas corporativas ativas em todas as regiões do país.

Mais informações sobre a distribuidora Boxware e as soluções Jscrambler de cibersegurança client-side estão disponíveis em www.boxware.com.br

Descomplica inicia o ano com ferramenta gratuita que simula aprovação no SiSu

Descomplica inicia o ano com ferramenta gratuita que simula aprovação no SiSu

A edtech também preparou para o início do ano letivo uma editoria nova para alunos que querem cursar Medicina

Janeiro de 2024 – O começo de ano é sempre agitado para aqueles que estão em fase de vestibular: o resultado do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é liberado no dia 16 de janeiro, e, no dia 22 do mesmo mês, pela 1a vez em data única no ano, o INEP libera acesso à plataforma do SiSu, na qual alunos podem se inscrever para as universidades que desejarem com base em suas notas de corte. Esse momento também é de grande importância para as instituições de ensino, como a Descomplica. O cursinho pré-vestibular é o principal produto da edtech, e 1 em 4 alunos da empresa são aprovados nas faculdades de seus sonhos*, e, em 2023, os aulões de revisão de véspera do Enem abordaram 99% do conteúdo que caiu no exame.
 

O grande destaque do mês de janeiro da Descomplica é o Simulador SiSu, no qual o indivíduo insere sua nota do Enem, seja ela a oficial ou a estimada no próprio gabarito da Descomplica, junto ao curso que deseja realizar e a localização de sua escolha. Ele recebe, então, uma lista de faculdades nas quais teria chance de ser aprovado. Dessa maneira, ele consegue acalmar sua ansiedade e organizar melhor seu 2024 antes de seu resultado oficial do SiSu.

Após o sucesso, em 2023, do quadro “Fofoca Geopolítica”, no qual professor de Geografia Claudio Hansen resume conteúdos complexos de atualidades gratuitamente no canal do Youtube da edtech, a empresa traz como novidade para 2024 a editoria “Modo Mediciner”. Às segundas-feiras, 12h, Rubens Oda, professor de Biologia, vai ao ar em vídeos que destrincham temas relevantes para vestibulandos de Medicina, sejam sobre Biologia ou dicas gerais de vestibulares. Medicina é uma das apostas do ano da edtech: a Descomplica lançou o “Medicina VIP”, seu mais completo pacote de conteúdo. O aluno que o assinar receberá, além do conteúdo já incluso nos outros pacotes, mentoria individual, aulas VIP de estratégia de prova, simulados de Medicina de particulares, bate papo mensal com médicos especialistas, entre outros materiais extras.
 

“Ninguém se sente pronto para uma etapa tão desafiadora da vida quanto o período de vestibular. É por isso que a Descomplica se prepara todos os anos para ser o maior aliado do aluno, fornecendo confiança, preparação e ensino de qualidade de forma leve, para que a jornada em si também seja proveitosa”, explica Marco Fisbhen, CEO e fundador da Descomplica.
 

E se eu não passar?

O mês de janeiro pode vir também acompanhado de muita frustração para aqueles que não conseguiram pontuar o suficiente para o curso e universidade dos seus sonhos, mas não há motivo para se desesperar. “Para tudo há alternativa. Sempre há tempo de tentar novamente, e a Descomplica é a instituição que mais aprova alunos no ENEM. Somos também Faculdade, uma ótima opção para quem busca uma graduação inovadora e alinhada com tendências do mercado”, pontua Fisbhen.
 

O Simulador SiSu traz, além da opção número 01, uma lista de universidades na qual o estudante seria aprovado. Entre elas estão a Faculdade Descomplica, braço da edtech de graduação que cresce ano após ano, e que, em 2024, investe em temas inovadores, como IA, para capacitar estudantes para as profissões do futuro. Estima-se que o Brasil contará, até 2025, com déficit de 500 mil profissionais em carreiras ligadas a tech**, e o profissional que se inscrever no SiSu em cursos que estejam alinhados com essas novas tendências sai a frente do mercado.

*De acordo com dados do Simulador SiSu

**De acordo com estudos da Google for Startups.

Invenis lança ferramenta que visa identificar processos já baixados

Invenis lança ferramenta que visa identificar processos já baixados

Nova solução contribui para que os departamentos jurídicos e escritórios de advocacia saibam quais processos da base já estão inativos

Todos que ingressam com uma ação na Justiça aguardam ansiosamente pelo momento da baixa definitiva do processo. Esse rito, porém, ainda traz dificuldades para os departamentos jurídicos e escritórios de advocacia que desejam identificar a real situação de cada caso individualmente. Foi com o intuito de solucionar essa dor de mercado que a Invenis, plataforma que tem como propósito ajudar a resolver os litígios no Brasil, decidiu lançar uma ferramenta que automatiza a verificação de processos inativos.

De acordo com Matheus Bombig, cofundador da Invenis, a implementação da ferramenta possibilita que os departamentos jurídicos e escritórios de advocacia consigam ter todos os processos de sua base sanitizados e classificados entre ativos ou inativos.

“Tanto departamentos jurídicos como escritórios de advocacia precisam acompanhar as movimentações de cada ação judicial. Com a nova ferramenta, o trabalho de auditoria da base processual tende a ser mais efetivo, já que a solução faz a higienização apontando os processos que foram encerrados ou transferidos para outra jurisdição”, elucida.

Bombig explica ainda que a nova solução já foi integrada em todos os produtos da Invenis: o Inspect, Inform e Index. Assim, a informação referente à situação dos processos passa a ser enviada junto ao restante dos dados já contratados. Além disso, a legaltech passou também a oferecer o serviço de forma individualizada para o mercado.

Ainda segundo o empreendedor, a expectativa é de que a novidade contribua para a redução de custos, a construção de ações estratégicas e realização de auditorias dos processos. “Com isso, os nossos clientes poderão ter um olhar mais estratégico para aqueles processos que permanecem ativos”, finaliza Matheus.

Mais da metade das empresas brasileiras não usam CRM

Mais da metade das empresas brasileiras não usam CRM

A ferramenta auxilia na gestão de entre marketing, CX e atendimento ao cliente, trazendo efetividade e estabilidade ao negócio

O CRM, Customer Relationship Management, é uma ferramenta cada vez mais essencial para as empresas, independentemente do seu porte ou segmento de atuação. Segundo a pesquisa da RH Station CRM, mais da metade das empresas (51%) não utilizam uma ferramenta de CRM para fazer gestão do time de vendas. Em paralelo, os setores de mercado software e cloud, startups, telecomunicações, TI e infraestrutura são os que mais utilizam metodologias de CRM (80%). Destes, 95% utilizam com frequência igual ou maior do que 3 a 4 vezes por semana.

Uma das principais vantagens da ferramenta é a possibilidade de registrar todo o histórico de interações entre a empresa e o cliente, como ligações, e-mails, reuniões e visitas. Dessa forma, todas as informações importantes ficam centralizadas em um único lugar, facilitando o acesso e a análise dos dados. Além de otimizar tempo na área de produção dos segmentos, melhorando a comunicação entre empresa e cliente.

Assim como em todas as ferramentas de tecnologia que oferecem soluções para as empresas, a Inteligência Artificial (IA) também já é uma realidade quando o assunto é usar o CRM. A Nexforce, por exemplo, tem inovado no setor de serviços na América Latina, por meio de seu pioneiro modelo de assinatura de times de tecnologia especializados em CRM. A startup destaca-se pelo uso da metodologia do RevOps, que unifica processos, tecnologias e dados das operações de marketing, vendas e atendimento ao cliente em uma única plataforma.

“O CRM é muito mais do que um simples banco de dados de clientes. Ele é uma estratégia de negócio que visa aprimorar o relacionamento com os clientes, aumentar a satisfação e fidelização, além de impulsionar as vendas e o crescimento da empresa. Com o RevOps, nosso objetivo é unificar tudo em apenas dois cliques, com uma visão onde todo o time e executivos tenham a visibilidade do negócio”, explica Fernando Vitti, fundador e CEO da startup.

Além disso, a ferramenta da Nexforce gera relatórios e métricas que permitem avaliar o desempenho das equipes de vendas e marketing, identificar gargalos e oportunidades de melhoria, e tomar decisões mais embasadas. Diante da importância do CRM para o sucesso dos negócios, as empresas que não utilizam, estão perdendo uma grande oportunidade de se destacar no mercado. “No cenário atual, em que a concorrência é acirrada e os clientes estão cada vez mais exigentes, o CRM se torna uma vantagem competitiva. As empresas que não investem nessa tecnologia correm o risco de ficar para trás”, conclui Vitti.

Empresa lança primeiro software brasileiro de arquitetura que gera e renderiza projetos com IA

Empresa lança primeiro software brasileiro de arquitetura que gera e renderiza projetos com IA

Com apenas quatro meses de fundação, Redraw já tem mais de 1,7 mil usuários e permite renderizar, em 40 segundos, projetos que demorariam de seis horas a dois dias

Empresas de arquitetura e engenharia sempre tiveram um problema difícil de solucionar: o longo tempo para renderizar projetos, um processo que comumente pode levar de horas a dias. No entanto, no que depender da Redraw, software como serviço (SaaS) que automatiza processamento de imagens para serviços de arquitetura, essa realidade está prestes a mudar. A empresa lançou a primeira plataforma brasileira que gera imagens e renderiza projetos por meio da inteligência artificial (IA).

Fundada em junho de 2023, a Redraw foi inspirada em modelos de outros países, como Interior AI e ReRoom AI, dos Estados Unidos, para complementar as funcionalidades de softwares que estão há 20 anos no mercado, mas não oferecem praticidade para a rotina de engenheiros e arquitetos. Sendo assim, ela proporciona várias soluções de acordo com a necessidade de cada profissional, como geração de imagem, adaptação de ambientes, alteração de cômodos, entre outros.

Apesar da plataforma ter sido baseada em modelos americanos, o maior diferencial da Redraw é disponibilizar um serviço de renderização que está, constantemente, sendo aprimorado pela equipe e que pode garantir resultados com alta fidelidade às imagens originais.

“Nós desenvolvemos uma IA capaz de renderizar, em cerca de 40 segundos, um projeto que demoraria de seis horas a dois dias nas mãos de um arquiteto ou engenheiro. Então, podemos dizer que a Redraw surge para direcionar o tempo desses profissionais para tarefas mais estratégicas, pois possibilita que as equipes criem, a partir de modelos 3D, ambientes internos e externos o mais realistas e fidedignos possíveis do projeto dos sonhos do cliente”, afirma Sérgio Santos, cofundador e Chief AI Officer da Redraw.

Em 2022, a Verified Market Research estimou que o uso da inteligência artificial no mercado de engenharia e construção pode crescer 35% até 2030. Mesmo indicando um sucesso em potencial para o setor, o Decision Intelligence Maturity da Peak revelou que 22% dos funcionários juniores de construção acreditam que a IA terá um impacto negativo nos próximos anos, pois suas soluções poderão resultar em um esforço maior na busca de empregos.

“Essa é apenas uma das suposições do setor, mas a verdade é que, se utilizada corretamente, a inteligência artificial pode inaugurar uma nova era de eficiência e competitividade, como já acontece em outras áreas. No nosso caso, o intuito da Redraw é empoderar os profissionais para que eles não tenham medo de assinar uma plataforma acessível e obtenham um retorno financeiro mais significativo, ganhando novos projetos e recebendo mais clientes, enquanto gastam menos tempo executando tarefas complexas.”

Em seu primeiro mês de lançamento, a Redraw conquistou, aproximadamente, 350 usuários. Atualmente, apenas quatro meses após sua criação, a plataforma já conta com mais de 1,7 mil clientes, que variam entre grandes empresas, profissionais autônomos e até professores, estudantes e entusiastas. Atualmente, o maior investimento da empresa é destinado a novos programadores, com a expectativa de que, no próximo ano, o SaaS alcance R$ 1 milhão em receita e um potencial lançamento fora do Brasil.

Além de planos acessíveis, que oferecem 11 funcionalidades a partir de R$ 67, a Redraw também se diferencia pelo desempenho completo em nuvem, podendo ser acessada de qualquer lugar, e por permitir uma autonomia de personalização. A plataforma apresenta diferentes opções para os profissionais selecionarem o estilo de casa, os traços, as cores, os objetos, o horário e o clima de sua preferência, simulando os modelos internos e externos em diferentes contextos e situações.

“A licença de softwares tradicionais estrangeiros pode variar entre R$ 2 mil a R$ 10 mil e, ainda assim, não garantir a flexibilidade que as equipes precisam. Mas, na Redraw, nós oferecemos o mesmo serviço, com funcionalidades inéditas, por menos de R$ 70. Esse é um compromisso que estabelecemos com o nosso setor, que, pela primeira vez, recebe uma solução brasileira, acessível e inovadora para o futuro da projeção de casas e indústrias no país”, conclui Santos.

CRM de hoje exige integração de canais e pode aumentar em 40% as vendas

CRM de hoje exige integração de canais e pode aumentar em 40% as vendas

Desde a possibilidade de entender o perfil do consumidor, até mesmo auxiliando no pós-venda, empresas têm conseguido aumentar a produtividade com o uso de canais integrados para relacionamento com os clientes

Nos bastidores do sucesso empresarial contemporâneo, encontra-se uma ferramenta vital: o Customer Relationship Management (CRM), um sistema que gerencia relacionamentos e interações com clientes. Trata-se de uma abordagem estratégica para compreender, antecipar e responder às necessidades dos clientes. Ele vai além de um simples banco de dados, transformando informações em insights acionáveis para aprimorar as interações comerciais.

Segundo dados levantados pela HubSpot, para 75% dos gerentes de vendas, a implementação de um CRM é fundamental e reflete em aumento de vendas. Quando uma empresa envolve um cliente por meio de um CRM, há a probabilidade desse cliente gastar 20 a 40% a mais em transações, contribuindo também para a sua fidelização.

Segundo Alberto Filho, CEO da Poli Digital, goiana que possui uma plataforma digital para atendimento automático a clientes, atualmente, devido à quantidade de canais de comunicação existentes, ter um CRM integrado, que conecta vários canais, como WhatsApp, Instagram, Facebook e chats, é mais importante do que nunca. Imagine um consumidor que interage inicialmente no Instagram e posteriormente envia um e-mail com dúvidas. Com a integração, a empresa terá acesso a todas essas interações, permitindo uma abordagem personalizada e consistente.

Alberto Filho, CEO da Poli Digital

“Quando integrado a diversos canais de comunicação, o CRM se torna uma peça-chave na entrega de uma experiência com o cliente”, comenta o CEO, informando que sua empresa tem apostado em tornar-se cada vez mais integrada aos diferentes canais via CRM.

“Grande parte dos consumidores esperam interagir com as empresas através de uma variedade de canais. Seja por meio de mensagens instantâneas, redes sociais ou e-mails, a capacidade de uma empresa responder de maneira rápida e consistente em todos esses pontos de contato pode determinar o seu sucesso”, explica Alberto Filho.

O especialista tem observado, junto às empresas que estão adotando o CRM integrado da Poli, melhorias significativas no atendimento, entre elas a aceleração do tempo de resposta e o registro de cada interação, contribuindo para um histórico completo do cliente. O registro de interações permite que qualquer atendente ofereça uma experiência personalizada e única aos clientes. Além disso, o uso de um CRM proporciona uma maior organização de atividades e processos, uma vez que padrões são identificados e definidos, de forma que atendam à necessidade de cada cliente.

E no pós-venda, de acordo com Alberto, um CRM que conecta todos os pontos de contato do cliente facilita a gestão de follow-ups e a coleta de feedbacks, por exemplo. Isso não só impulsiona a fidelidade do cliente, mas também fornece dados valiosos para melhorias contínuas nos produtos e serviços oferecidos.

“Com algoritmos avançados para análise preditiva, o CRM integrado auxilia as empresas na compreensão das necessidades dos clientes antes mesmo de serem expressas. Assim, é possível um aprimoramento constante de suas ofertas, visando a construção de relacionamentos duradouros com os consumidores”, finaliza o CEO.

Mais informações: https://poli.digital/

Quatro formas de otimizar a gestão de estoque usando o ERP

Quatro formas de otimizar a gestão de estoque usando o ERP

Por meio de relatórios gerados por ferramentas como o Bling, varejistas conseguem planejar as ações com produtos além de contar com outras funcionalidades

Bento Gonçalves, dezembro de 2023 – A gestão de estoque é um dos aspectos mais importantes e dinâmicos para um comércio. Através do controle das mercadorias, é possível obter o cálculo do giro dos produtos, dado importante para que seja possível aprimorar o processo de compras. Por conta das sazonalidades, é comum que os empreendedores apliquem descontos nos preços, e por meio dessas informações, a melhor estratégia para aumentar a saída de produtos pode ser traçada.

A geração automatizada de relatórios, que fornecem indicadores relacionados a essas informações, é uma das vantagens que os empreendedores que contam com ERPs, como o Bling, sistema de gestão da LWSA, dispõe, entretanto, não é a única forma que o sistema atua para garantir um bom rendimento no negócio.

Confira funcionalidades que o empreendedor pode utilizar para poder realizar a gestão adequada de seu estoque e performar bem ao longo do ano.

Cadastro de produtos

Por meio do sistema de gestão, os empreendedores podem cadastrar todos os produtos para poder colocá-los à venda e monitorar a situação e a performance de cada item registrado. Esse controle pode ser feito através de um único ambiente de maneira intuitiva para que o empreendedor consiga focar nas estratégias que serão utilizadas ao longo do ano, como por exemplo, descontos aplicados em trocas de estações.

“Estamos nos aproximando do verão e sabemos que essa é uma estação que movimenta alguns segmentos, como o de moda, que possui negócios mudando suas coleções e aplicando descontos. Por meio dos indicadores que nosso sistema oferece, o lojista vai conseguir ter uma ideia melhor do que pode funcionar para obter mais lucro”, comenta Marcelo Navarini, diretor da empresa. O segmento de moda é um dos mais representativos dentro da base de clientes do Bling.

Sincronização de estoque

Para poder performar bem, é ideal que o empreendedor disponibilize seus produtos em diversos ambientes, como marketplaces e redes sociais. Uma forma de conseguir expandir a presença é por meio de funcionalidades que permitam a atualização simultânea dos produtos que serão vendidos em todos os ambientes. Essa é uma forma de evitar furos no estoque – quando um produto é vendido sem ter ele disponível em estoque.

“Para expandir o alcance, a sincronização do estoque é essencial. Ao unificar a gestão do negócio em um único hub, é possível promover a atualização de precificação, entre outros aspectos relacionados aos produtos”, diz Navarini.

Lançamento e estorno de estoque

O estoque pode ser lançado a partir de um pedido de venda ou na nota fiscal, gerando uma saída de produtos do estoque. Em caso de cancelamento, o sistema se encarrega de realizar a operação inversa. A ferramenta possibilita que tanto o lançamento quanto o estorno sejam realizados de maneira automática, porém, se for da preferência do empreendedor, tudo pode ser realizado de maneira manual.

Alteração otimizada de preços

O Bling oferece opções que viabilizam a alteração, de maneira otimizada, dos preços de determinado produto em todas as plataformas em que o empreendedor estiver vendendo conforme os descontos aplicados, proporcionando maior comodidade para contemplar o dinamismo dos preços praticados em sazonalidades ou para aplicar diferentes estratégias de preço de acordo com cada canal de venda, por exemplo.

“O foco do nosso sistema é proporcionar todas as ferramentas para que o vendedor possa gerir e alterar seu negócio de maneira prática e otimizada, oferecendo todas as informações que ele precisa para poder elaborar suas estratégias em relação ao estoque e à qualidade de seu serviço”, comenta Navarini.

A empresa tem trabalhado no aperfeiçoamento de suas ferramentas para que negócios dos mais variados segmentos e tamanhos possam ter seus processos automatizados e, desta forma, cresçam em seus respectivos mercados. Parte da LWSA, atualmente o Bling oferece aos clientes vários serviços essenciais para a gestão de uma empresa, como integração com marketplaces, plataformas de e-commerce e operadores de logística, emissão de notas fiscais, controle de estoque, conta digital, frente de caixa, aquisição de certificado digital e ordem de produção.

Software que simula cenários corporativos em treinamento de equipes espera faturar R$ 3 milhões em dois anos 

Software que simula cenários corporativos em treinamento de equipes espera faturar R$ 3 milhões em dois anos 

Tecnologia Xskill Serious Games, desenvolvida pela Osten Moove em parceria com a Osten Games, possibilita avaliar perfis de profissionais em situações reais 

Software que simula cenários corporativos em treinamento de equipes espera faturar R$ 3 milhões em dois anos 

Tecnologia Xskill Serious Games, desenvolvida pela Osten Moove em parceria com a Osten Games, possibilita avaliar perfis de profissionais em situações reais 

A Osten Moove, empresa focada no desenvolvimento de inovação tecnológica, em parceria com a Osten Games, traz ao mercado o Xskill, simulador empresarial estratégico para treinamento de alta performance. A plataforma de gestão corporativa é capaz de realizar 40 mil cálculos por fração de segundos para analisar competências e habilidades de colaboradores em um cenário real. Cada treinamento custa aproximadamente R$ 20 mil e deve ser aplicado por um profissional que ficará responsável pela dinâmica. A expectativa é que o faturamento chegue a R$ 3 milhões em dois anos. 

O simulador é web e mobile e a licença para uso tem valor fixo mensal de R$ 79,90 para treinamento individual. Ao adquirir o software, o cliente pode escolher o cenário preferido para o treinamento. Por meio de situações reais, a ferramenta consegue observar se um funcionário é mais conservador ou agressivo, se tem espírito de liderança, entre outras características. A tecnologia conta também com análises individuais detalhadas, em que o gestor recebe uma lista de competências de cada indivíduo e as que podem ser desenvolvidas ao longo da trajetória profissional. 

O Xskill pode ser utilizado por gestores de recursos humanos, coaches e professores de universidades. Inclusive, a ferramenta já foi aderida por grandes players do mercado, como Grupo Pernambucanas, KPMG, Deloitte, SEBRAE, SENAI entre outros. Além disso, o software foi aplicado dentro da Fundação Instituto de Administração (FIA) da Universidade de São Paulo (USP), como parte de um treinamento executivo; também atuou durante a WorldSkills, maior competição de educação profissional do mundo da qual o Senai é um dos realizadores. No evento, que reuniu participantes de 70 países, alunos, empreendedores, educadores e consultores puderam testar o simulador.  

Segundo um dos idealizadores da Xskill Serious Games, Fabiano Nagamatsu, o diferencial em cena se volta a um treinamento descontraído e prazeroso para colaboradores. “A tecnologia proporciona uma experiência totalmente diferente de ações que acontecem nos tradicionais workshops, em aulas e webinars, que focam apenas na parte teórica”, afirma.  

“O Xskill é uma solução completa capaz de estimular a visão sistêmica dos negócios, além de desenvolver habilidades de relações interpessoais, pensamento crítico e analítico, espírito empreendedor e de liderança”, compartilha o diretor da Osten Moove, Fabiano Nagamatsu. 

Sobre a Osten Moove 

A Osten Moove faz parte da Osten Group, que está há mais de 20 anos no mercado. Como uma aceleradora venture studio capital, a empresa é focada no desenvolvimento de inovação e tecnologia com estratégias e planejamentos baseados no modelo de negócio da startup. Além de possuir grande networking com ecossistema de empreendedorismo e comunidades de startups do Brasil, conta com um time de especialistas prontos para oferecer desenvolvimento tecnológico, gestão estratégica e mentorias focadas em uma estrutura de governança. Para mais informações, acesse: https://www.ostenmoove.com.br/  

No code é tendência para 2024 e abre mercado de trabalho

No code é tendência para 2024 e abre mercado de trabalho

Conforme pesquisas, 80% dos serviços e produtos tecnológicos devem passar a ser construídos por pessoas que não são necessariamente especialistas em tecnologia

A tecnologia no code está entre as maiores tendências para o próximo ano. Apontada pela Gartner, ao lado de inteligência artificial generativa, força de trabalho conectada e tecnologia sustentável, as plataformas de desenvolvimento sem códigos, como a ferramenta FlutterFlow, são consideradas fortes inovações mundiais. Focadas na criação de aplicativos, elas permitem aos profissionais que não são especialistas e nem programadores construir soluções próprias em tecnologia.

De acordo com estudo da Gartner, 80% dos serviços e produtos tecnológicos devem passar a ser construídos por pessoas que não são necessariamente especialistas em tecnologia. A previsão é de que aproximadamente 65% dos softwares sejam livres de códigos até 2024. 

Num cenário de revolução digital, cresce a vontade e a necessidade de empoderar e dar mais autonomia a áreas diferentes de uma empresa em relação à programação e à criação de sistemas que automatizem projetos e demandas. Como dispensam o conhecimento amplo em codificação, as tecnologias de no code apps e low code ganham destaque e adesão. 

Vale lembrar ainda que o setor de tecnologia começou a enfrentar o desafio de ter que lidar com a falta de mão de obra capacitada desde que a digitalização foi acelerada. Segundo levantamento da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), serão criados mais de 797 mil empregos nessa área até 2025 no Brasil. Outros dados mostram que devem ser formados 267 mil profissionais, indicando um déficit de 530 mil postos de trabalho sem contratação.

Assim, como a falta de mão de obra especializada é uma das dificuldades principais das organizações na busca por profissionais de TI, as ferramentas no code, que utilizam linguagem Bubble io, por exemplo, surgem como soluções práticas e acessíveis. Essa tecnologia tem sido considerada o futuro, pois permite que qualquer companhia, independentemente de seu tamanho ou de acesso a profissionais especializados, consiga se inserir no movimento de transformação digital e se manter competitiva.

O que é no code e quais suas vantagens no contexto empresarial?

O termo “no code”, em tradução livre, quer dizer sem código e, “low code”, pouco código. Esses são métodos que possibilitam às pessoas que não dominam a programação desenvolverem produtos e serviços sem precisar usar código – ou usando pouco – a partir de alguns cliques. Exemplos incluem aplicativos, inteligências artificiais e games. 

Com uma plataforma no code em mãos, é possível realizar todo o processo de criação sem ter conhecimento em programação e sem ser preciso acionar a área de TI, devido às ferramentas de configurações e interfaces gráficas. No caso do low code, por sua vez, os produtos ou serviços digitais podem ser montados por blocos, mas necessitam de um programador profissional ao final ou ao longo de determinadas partes do projeto. 

Esse mercado tem impulsionado o crescimento de desenvolvedores cidadãos e acelerado o desenvolvimento de softwares. De acordo com pesquisa do ISG, o setor alcançou a marca atual de US$ 25 bilhões, com previsão de dobrar nos próximos cinco anos e chegar a US$ 45,5 bilhões até 2027. 

Apesar das preocupações sobre o controle tecnológico e o risco de segurança, defensores dessa tecnologia destacam vantagens. A abordagem promete, por exemplo, acelerar o desenvolvimento de softwares em até 10 vezes e a previsão é de que metade das grandes empresas adotem no code e low code como plataformas estratégicas até o final do próximo ano.

A proposta de usar nenhum ou pouco código para essas criações têm funcionado como um “multiplicador de força” para superar desafios históricos de alinhamento entre negócios e tecnologia.

No code facilita a criação do produto mínimo viável

Além disso, essas plataformas tornam a criação de protótipos e de MVPs, Minimum Viable Product (Produto Mínimo Viável, em português) muito mais rápida. Essa abordagem de desenvolvimento de produtos ou serviços concentra-se em criar a versão mais básica e funcional possível para atender às necessidades essenciais dos usuários.

Nesse sentido, o objetivo do MVP é lançar algo no mercado de maneira rápida para obter um feedback real dos usuários, aprender com essa experiência e, em seguida, aprimorar e expandir o produto com base nesse retorno. A dinâmica, conforme os especialistas, faz com que as empresas economizem tempo e recursos, já que evita o desenvolvimento excessivo de produtos que podem acabar não sendo necessários ou desejados pelos clientes.

Assinaturas de Software e a Evolução dos Modelos de Negócios

Assinaturas de Software e a Evolução dos Modelos de Negócios
 

Com uma parceria estratégica com a AWS e um crescimento anual de 300%, a Mignow redefine a inovação tecnológica para um futuro promissor
 

São Paulo, Dezembro de 2023 – A escolha do modelo de negócios é crucial para o sucesso de qualquer empresa, definindo não apenas sua atuação, mas também sua posição no mercado. Hoje, exploramos como empresas inovadoras estão moldando seus modelos de negócios em resposta à tecnologia e à Transformação Digital, com exemplos da Amazon Web Services (AWS).
 

A Transformação Digital está redefinindo a forma como as empresas operam e como criam valor. Novos modelos de negócios, como o E-Commerce e SaaS, surgiram como resultado dessa revolução tecnológica, impulsionando a inovação e a competitividade. Fatores como personalização, relacionamento com o cliente, ecossistemas e canais de distribuição, análise de dados e geração de valor desempenham papéis essenciais nessa transformação.
 

Essa crescente demanda por soluções personalizadas levou a um destaque notável do SAP, uma ferramenta automação e atualização de processos utilizada por 413.000 clientes em 180 países, de acordo com a pesquisa realizada pela Mignow, uma empresa especializada em software. A Mignow concentra seus esforços em auxiliar a transição do SAP ECC, que será descontinuado em 2027, para o SAP S/4HANA.

No entanto, o SAP requer atualizações contínuas para oferecer dados mais precisos e soluções inovadoras. Com essa necessidade em mente, os fundadores da Mignow, Paulo Secco e Guilherme Joventino, conceberam um modelo de negócios revolucionário que utiliza Inteligência Artificial para transformar a forma como as empresas abordam a Transformação Digital. Sua assinatura de software inovadora organiza informações, fornece insights valiosos e reduz erros e tempos de execução.
 

Paulo Secco, CEO da Mignow, compartilha insights sobre essa startup, que tem sua origem no Vale do Silício e agora atende a aproximadamente 55 clientes em 14 países, incluindo gigantes como Nike, Carrefour, Centauro, XP e Safra. “À medida que os clientes buscam pagar pelos resultados, os modelos de assinatura baseados em uso estão se tornando cada vez mais populares. Em vez de custos iniciais significativos, os clientes têm um custo mensal fixo ao assinar nossos serviços. Isso oferece uma abordagem mais acessível e flexível”, explica Secco.
 

Além disso, a Mignow oferece parcerias com plataformas de nuvem em seu pacote de assinatura, proporcionando acesso a tecnologias avançadas e suporte baseado em dados, impulsionando a agilidade e a inovação. Essas ferramentas ampliam a resiliência e a flexibilidade de empresas em diversos setores.

Com 30% do mercado de vendas do Rise with SAP no Brasil e parceria com a Amazon Web Services (AWS), a plataforma de nuvem líder global, a Mignow está bem posicionada para acelerar a migração das empresas para o SAP S/4HANA. A AWS tem investido na Mignow desde março de 2022, oferecendo subsídios de até 100% do valor do software MIGNOW, além de suporte na migração automatizada para o SAP.
 

Essa parceria visa fornecer soluções acessíveis e eficientes para empresas que desejam migrar do SAP ECC para o SAP S/4HANA, aproveitando a escalabilidade, segurança e flexibilidade da nuvem da AWS. O CEO da Mignow destaca: “Essa união permite às empresas desfrutar dos benefícios do SAP S/4HANA, incluindo eficiência operacional aprimorada e redução de custos, sem se preocupar com os altos custos associados à migração”.
 

Com um crescimento anual de 300% desde sua fundação em 2019, a Mignow é uma história de sucesso notável. Seus objetivos futuros incluem aprimorar a migração financeira, introduzir a funcionalidade “Start Validation” para preparação de ambientes de migração, automatizar testes, melhorar o código personalizado e implementar CI/CD.

A Mignow está na vanguarda da Transformação Digital, capacitando seus clientes a enfrentar os desafios do futuro com confiança. A organização chegou a ser reconhecida pelo ISG (Information Services Group) como ‘Um complemento para o Rise With SAP’. Como o CEO conclui: “Com nosso programa de assinatura, os clientes podem focar em sua evolução de longo prazo, sabendo que estão apoiados por inovações tecnológicas contínuas em seus sistemas”.

BMC Inaugura Nova Era em Desenvolvimento Rápido e Ousado de Aplicativos de Mainframe

BMC Inaugura Nova Era em Desenvolvimento Rápido e Ousado de Aplicativos de Mainframe

BMC AMI Aumenta Confiança dos Desenvolvedores para Refatorar Código de Mainframe

HOUSTON – Novembro/Dezembro 2023 – A BMC, líder global em soluções de software para a Autonomous Digital Enterprise, anunciou hoje duas novas inovações em produtos, o BMC AMI DevX Code Insights e o BMC AMI zAdviser Enterprise. Com a solução BMC AMI DevX Code Insights, desenvolvedores podem usar inteligência automatizada para entender e desmembrar programas monolíticos de mainframe para mudanças mais rápidas em códigos complexos. A solução BMC AMI zAdviser Enterprise impulsiona melhorias contínuas usando IA/ML para acelerar o ritmo da transformação de mainframes DevOps.

“Muitas vezes, desenvolvedores temem fazer mudanças em aplicações monolíticas de mainframe, pois não têm conhecimento de como estes programas grandes e complexos funcionam. Reimplantado o código em módulos menores e de fácil acesso, oferece maior capacidade de resposta para fazer mudanças que os negócios pedem,” explica Katie Norton, analista sênior de pesquisa, DevOps e DevSecOps na IDC. “Com a capacidade de visualizar e refatorar o código de forma automática e inteligente, os desenvolvedores podem lançar de forma mais rápida aplicações mainframe de alta qualidade para inovar e acelerar suas transformações no mainframe.”

Informações Que Reduzem Complexidade para Maior Eficiência de DevOps

Com a introdução da solução BMC AMI DevX Code Insights, os desenvolvedores podem manter e estender aplicações com confiança para:

  • Entender como aplicação funciona em tempo real com visualização de tempo de execução
  • Desmembrar programas monolíticos em subprogramas menores e mais gerenciáveis para isolar a lógica de negócios e permitir APIs
  • Rapidamente remover código morto
  • Analisar o fluxo de dados e código de depuração

“A BMC está emponderando a próxima geração de desenvolvedores e acelerando inovação para organizações”, afirma John McKenny, vice-presidente sênior e gerente geral de Intelligent Z Optimization and Transformation na BMC. “As soluções BMC AMI DevX Code Insights e BMC AMI zAdviser Enterprise tornam mainframe tão acessível quanto qualquer outra plataforma, dando as boas-vindas a uma nova era de desenvolvimento rápido e avançado de aplicativos mainframe.”

Acelerando a Transformação e Melhoria Contínua de DevOps para Mainframe

A solução BMC AMI zAdviser Enterprise ajuda gestores DevOps a aproveitarem todo potencial dos dados de telemetria usando IA/ML para:

  • Ganhar informações valiosas na adoção de ferramentas DevOps
  • Melhorar continuamente  testes e depurações
  • Monitorar métricas críticas, incluindo prazo de execução para mudanças, taxa de falhas em mudanças, frequência de implantação e tempo médio para restaurar o serviço
  • Manter a qualidade do código ao detectar níveis anormais de regressões no código de aplicações

Recursos Adicionais

Tecnologia que salva vidas: empresa curitibana desenvolve aplicativo para agilizar atendimento médico

Tecnologia que salva vidas: empresa curitibana desenvolve aplicativo para agilizar atendimento médico

Ferramenta utilizada para gerenciamento de atendimentos de emergência é um dos portfólios da BindFlow

Agilidade em emergências médicas é um fator que pode salvar vidas. E, nestes casos, a tecnologia anda lado a lado com a busca por um atendimento cada vez mais resolutivo para as demandas. Com foco em entregar soluções que vão ao encontro deste propósito, a empresa curitibana de soluções tecnológicas Bindflow desenvolveu um sistema para garantir maior agilidade na rotina de profissionais de saúde e pacientes.

No portfólio da companhia está um solução desenvolvida para a Ecco-Salva que permitiu melhor gestão dos serviços da empresa. Uma das marcas é o fato de os sistemas terem sido desenvolvidos com capacidade para atender uma grande demanda sem apresentar instabilidade.  

“O produto desenvolvido pela BindFlow foi essencial para evoluirmos, e muito, na gestão de atendiento de serviço pré-hospitalar. Podemos citar o controle de frotas, o despacho para atendimentos e também o controle do prontuário, além da farmácia. São detalhes trazidos pela tecnologia que fazem toda a diferença”, avalia o diretor comercial do Grupo Ecco-Salva, Alan Flausino.

Logo que entrou em funcionamento, após 10 meses de trabalho, a solução cumpriu com seu propósito de salvar vidas. A experiência emocionou um dos sócios da BindFlow, Carlos Reikdal.

“Subimos a solução no dia do meu aniversário, e quando estava estabilizada, decidi conferir o sistema mais uma vez. Acessei uma tela e vi um paciente idoso sendo atendido com perda de consciência, de forma ágil, por conta do sistema que proporcionou essa organização. Sou pouco emocional, mas aquilo me encheu de água os olhos. Foram meses de dedicação, debates, procura pelo melhor, e o resultado estava ajudando a salvar alguém”, relembra o sócio.

Propósito de melhorar a vida das pessoas

A solução representa um dos propósitos da BindFlow: o uso da tecnologia para melhorar a vida da sociedade.

“A tecnologia está aí e não só pode como deve ser usada para melhorar nossa realidade. A solução desenvolvida por nós vem exatamente com este propósito, o de permitir agilidade do atendimento emergencial do paciente e poder salvar vidas. É você criar um legado por meio desse desenvovimento”, afirma o CEO da BindFlow, Emerson Martens.

Para mais informações sobre a solução e outras frentes de atuação da BindFlow, acesse www.bindflow.com.br.

Insegurança na compra e venda de milhas promove tecnologia ao setor

Insegurança na compra e venda de milhas promove tecnologia ao setor

Plataformas de gestão e controle de dados contornam os riscos das planilhas manuais

O erro nas vendas de milhas aéreas é o que compromete este mercado de investimentos que cresce no Brasil. O controle dos dados em cadernos ou planilhas criadas manualmente tende a ser um risco e um trabalho que requer tempo, foco, dedicação e atenção por parte dos milheiros. Nesse contexto, a tecnologia vem sendo aprimorada a fim de contribuir com as constantes atualizações requeridas pelo segmento. 

A tendência é tão forte que temos plataformas de gestão já desenvolvidas para minimizar ou erradicar o medo de comprar e vender fora de hora, por falha nos cálculos ou atraso no registro de dados que rapidamente se desatualizam neste setor. “Lucrar com inteligência é o meu mantra e, por isso, recorro à tecnologia disponível hoje para gerir os meus investimentos em milhas”, orienta o consultor na área, Rodrigo Marroni. 

Rodrigo diz que existem planilhas “super automatizadas” no mercado que variam com mensalidades de R$ 20,00 a R$ 40,00. “Eu particularmente utilizo o Simplimlihas, que é um sistema com gestão de alertas de preços a fim de garantir a venda, além dos registros no CPF que controla o quanto o usuário utilizou de milhas em determinado período, histórico de preços, etc. A vida acontece fora das planilhas, e a do gestor de milhas também”. 

Segurança mesmo com as oscilações de mercado

Não apenas a oscilação saudável de preços faz o mercado aquecer e esfriar de forma rápida, exigindo automatizações ao controle e gestão dos dados. “Situações como o recente pedido de recuperação judicial com uma dívida de dois bilhões de reais do principal player que comprava e vendia milhas fomentam a instabilidade nos valores e, até mesmo, no modo de operar as milhas”, observa o especialista Rodrigo Marroni. 

“A situação, como exemplo, levou os investidores a compararem e venderem passagens nos balcões de milhas (grupos), não diretamente nas plataformas como o Simplimilhas. Contudo, esses sistemas seguem suprindo as necessidades dos usuários que fazem renda com milhas e que dependem das constantes atualizações de preços”, explica.

A partir das recentes mudanças de cenário, é possível utilizar toda a inteligência da tecnologia para saber por qual preço o usuário pode vender as milhas e, assim, obter lucros maiores e ainda receber à vista. “Diferente de antes, que recebia em 90 dias”, completa.

A orientação do especialista é buscar ferramentas que acompanham as oscilações do mercado e que permitem ao usuário criar a sua oferta de venda de milhas, oportunizando a compra por outras pessoas utilizando a gestão do sistema, com a segurança de um usuário verificado. “Assim, realizando a operação com mais confiança para os dois lados”, finaliza Marroni.

Sobre Rodrigo Marroni e a comunidade “Milhas e investimentos”

O projeto “Milhas e investimentos” reúne mais de 450 alunos em uma comunidade online que visa aprender sobre o mercado de milhas, do zero à rentabilidade e realização de viagens. Hoje, conta com um programa de treinamento que inclui duas aulas mensais, um grupo de oportunidades e suporte individual pelo WhatsAp, além da entrega de conteúdo gratuito pelas plataformas de comunicação virtual como redes sociais, YouTube e Spotfy. Ambos, últimos, concentram mais de mil episódios, incluindo podcast destacado dentre os 5% mais compartilhados do mundo em 2022.

“Ensinamos as pessoas como ingressar no mundo das milhas do jeito certo, sem gastar mais para ter acesso a bons cartões de crédito e usar as ferramentas disponíveis para realizar compras de produtos com até 40% de desconto, além de viagens que podem sair com zero custo pela utilização das vantagens oportunizadas por este mercado”, explica o idealizador Rodrigo Marroni. A grande busca dos participantes, no entanto, vem pela demanda da geração de renda passiva e reserva de emergência a partir do lucro das vendas de milhas ou economias geradas por elas.


Rodrigo Marroni, consultor de investimentos em milhas

Fintech U4C lança plugin inédito para recebimento de pagamentos pelo Open Finance para plataforma Magento

Fintech U4C lança plugin inédito para recebimento de pagamentos pelo Open Finance para plataforma Magento

Desenvolvido pela fintech brasileira U4C, plugin exclusivo permite ao e-commerce receber pagamentos pelo Open Finance

São Paulo, outubro de 2023 — No mundo atual, o comércio eletrônico é uma parte essencial da estratégia de vendas de muitas empresas. Dentre as plataformas disponíveis, uma se destaca como líder global: a Magento. São mais de 300 mil lojas utilizando a plataforma. Neste cenário, a U4C, fintech que trabalha com soluções inovadoras no Open Finance, baseadas no Iniciador de Pagamentos (ITP), acaba de lançar o primeiro plugin para Magento do mercado brasileiro para a plataforma.

Com o novo plugin, a implantação do meio de pagamento se torna ainda mais fácil, possibilitando que o comércio eletrônico ganhe velocidade no check out reduzindo o abandono de carrinhos. A U4C, instituição de pagamentos autorizada pelo Banco Central e Open Finance, oferece todo o  suporte gratuito para a instalação, que é simples e rápida.

“O Iniciador de Pagamentos da U4C oferece uma experiência de pagamento surpreendente agregando segurança, integração, facilidade e agilidade de uso para os consumidores, pois reduz as etapas de pagamento de 9 para 3. Com essa solução inovadora, o Magento está se posicionando no centro das últimas tendências em tecnologia financeira, oferecendo aos negócios oportunidades significativas para atrair e converter seus clientes de forma eficiente”, comenta Túlio Iannini, CEO da U4C.

O Magento é uma plataforma renomada de comércio eletrônico que oferece uma solução de ponta a ponta para empresas de todos os tamanhos. Sua arquitetura altamente flexível e escalável permite a criação de lojas online personalizadas, oferecendo a experiência de compra ideal para seus clientes. Com uma base sólida de recursos e uma comunidade crescente de desenvolvedores, o Magento tem sido a escolha preferida para muitos negócios em todo o mundo.

Uma das vantagens mais notáveis da plataforma é a liberdade e personalização que oferece por meio da construção de plugins personalizados. Com a capacidade de criar soluções sob medida para atender às demandas exclusivas de um negócio, os comerciantes podem elevar sua loja virtual a um novo patamar de funcionalidades e experiências do usuário. Desde integrações avançadas com sistemas externos até melhorias especializadas no processo de checkout, os plugins personalizados no Magento permitem que os lojistas criem uma solução adaptada às suas necessidades específicas.

Bling promove jornada de conhecimento sobre ERP

Bling promove jornada de conhecimento sobre ERP

Empresa tida como um dos pilares da divisão de e-commerce da Locaweb Company promove o Conexão Bling, voltado para alavancar a transparência entre a companhia e seus clientes

Bento Gonçalves, outubro de 2023 – O Bling, sistema de gestão da Locaweb Company, vai realizar um evento 100% online voltado para os clientes da ferramenta. Denominado de Conexão Bling, a jornada de conhecimento ocorre de 7 a 9 de novembro e poderá ser acessada de maneira gratuita e as inscrições podem ser feitas através do site. O foco principal do evento é apresentar todas as funcionalidades da ferramenta, de forma com que os clientes possam ampliar a utilização do ERP dentro de seus negócios.

Segundo Marcelo Navarini, diretor da empresa, usufruir de todos os benefícios oferecidos pelo sistema faz com que o empreendedor otimize seu negócio de ponta a ponta e expanda a percepção que possui sobre o Bling, que se posiciona como uma ferramenta completa que vai além de um simples facilitador para emissão de notas fiscais.

“Alguns empreendedores contam com nossos serviços apenas para desempenhar determinadas funções, como por exemplo a emissão de notas fiscais, e deixam de lado a oportunidade de otimizar a gestão do negócio explorando todo o potencial que a ferramenta possui e é isso que motivou a elaboração do Conexão Bling”, comenta o executivo.

Durante os três dias do evento, será apresentada pelo time da empresa, uma jornada completa sobre as funcionalidades do Bling, esclarecendo a aplicabilidade do sistema dentro dos negócios. Além disso, palestras de especialistas oferecerão insights aos participantes voltados aos benefícios que a parceria com o ERP proporciona, além de receber informações em primeira mão sobre as novidades que estão por vir dentro do sistema.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 7 de novembro. Todo o evento será gravado e, no final, os inscritos receberão um email com os links para as gravações, caso não tenham conseguido assistir ao vivo ou caso queiram rever algum conteúdo.

Este é o segundo evento que a empresa elabora mirando oferecer mais praticidades para seus clientes. “O primeiro foi um teste. Nossos clientes engajaram muito, realizamos ele em modelo presencial em São Paulo. Para contemplar toda a nossa base de clientes, que se estende por todo o território nacional, optamos por realizar uma jornada 100% online”, ressalta Navarini. 

O Bling tem trabalhado no aperfeiçoamento de suas ferramentas para que negócios dos mais variados segmentos possam ter seus processos automatizados e, desta forma, cresçam em seus respectivos mercados. Atualmente, a empresa oferece aos clientes vários serviços essenciais para a gestão de um negócio, como integração com social commerce e marketplaces, emissão de notas fiscais, controle de estoque, conta digital,  integração com operadoras logísticas, frente de caixa, aquisição de certificado digital e ordem de produção, além de soluções financeiras, como a Bling Conta.

Papa Francisco apoia que crianças aprendam programação

Papa Francisco apoia que crianças aprendam programação

O Papa Francisco apoia a iniciativa de um empresário polonês para incentivar mais crianças a aprender programação

O projeto global de Miron Mironiuk, um empresário polonês na área de tecnologia, que busca envolver um maior número de crianças na programação de computadores, recebeu o apoio do Papa Francisco.

Miron Mironiuk, fundador da empresa de inteligência artificial Cosmose AI, está usando sua própria experiência em codificação para fazer a diferença. Ele afirmou que a iniciativa “Código com o Papa” tem como objetivo diminuir as “disparidades educacionais gritantes” em todo o mundo.

Acredita-se que o envolvimento do Papa possa atrair os países de maioria católica. Mironiuk disse à BBC: “Acreditamos que o envolvimento do Papa os motivará a dedicar algum tempo e aproveitar esta oportunidade de aprender programação gratuitamente.”

Essa iniciativa promoverá o acesso à educação em programação por meio de uma plataforma de aprendizado online gratuita para estudantes entre 11 e 15 anos na Europa, África e América Latina. Após 60 horas de dedicação ao aprendizado, as crianças adquirirão conhecimentos básicos de Python, uma das linguagens de programação mais populares do mundo.

Na era digital, as habilidades de programação se tornaram tão essenciais quanto a leitura e a escrita. Dados do Fórum Econômico Mundial de 2023 revelaram que “a maioria das funções de crescimento mais rápido está relacionada à tecnologia”. No entanto, uma séria escassez global de habilidades tecnológicas ameaça deixar 85 milhões de empregos vagos até 2030. Portanto, ampliar o acesso à educação de programação de alta qualidade se tornou uma necessidade, especialmente em países de baixa e média renda, muitos dos quais são de maioria católica.

Uma grande parte da população polonesa se identifica como católica. O milionário de 33 anos, Mironiuk, disse à BBC que está orgulhoso de sua herança polonesa e faz parte de uma geração de poloneses de sucesso que trabalham no campo da tecnologia. O país tem feito progressos significativos no cenário tecnológico, especialmente na inteligência artificial, com empresas como Google Brain, Cosmose AI e Open AI empregando um número significativo de poloneses.

No entanto, Mironiuk está ciente de que muitos países não têm a mesma sorte e espera que este programa educacional possa contribuir para mudar essa situação. O programa estará disponível em espanhol, inglês, italiano e polonês, com o objetivo de alcançar crianças em toda a América do Sul (exceto no Brasil) e em países de língua inglesa na África e no Sudeste Asiático.

Esta não é a primeira vez que o Papa incentiva os jovens a aprender programação, pois ele já ajudou a escrever código para uma iniciativa da ONU em 2019. Mironiuk terá um encontro com o Papa no Vaticano, embora não espere que o pontífice se torne um especialista em Python. Ele disse: “Não espero que ele conheça muito bem o Python, pelo menos. Mas ele receberá um certificado por seus esforços em apoiar o programa.”

Empresas podem desenvolver aplicativos em minutos com ajuda de uma plataforma de IA generativa

Empresas podem desenvolver aplicativos em minutos com ajuda de uma plataforma de IA generativa

Um dos principais problemas de implementação de tecnologias no mundo dos negócios é o alto custo e os longos períodos que isso pode acarretar.

Normalmente, para se desenvolver, o tempo médio varia entre 2 e 9 meses, mas para mudar o curso dessa situação em empresas de todo o mundo, a OutSystems, líder mundial no desenvolvimento de aplicativos de low-code de alto desempenho, criou o “Project Morpheus”, uma nova plataforma de IA que cria outros aplicativos com uma tecnologia única em questão de minutos.

O Project Morpheus é uma nova plataforma de IA generativa que funciona junto com o Azure OpenAI – desenvolvido em conjunto com a Microsoft – e também permite o uso de ChatGPT, GPT-4 e outros modelos linguísticos, oferecendo geração instantânea de aplicativos por meio de prompts de conversação, um editor de aplicativos com tecnologia de IA que fornece sugestões contínuas, representações visuais em tempo real de alterações de aplicativos e um amplo ecossistema, tudo com conectores para serviços comuns da Microsoft, Google e Amazon, entre outros.

O aumento da digitalização e da penetração das mídias sociais em todo o mundo tem influenciado positivamente o crescimento do mercado de low-code. De acordo com o relatório publicado pela Allied Market Research, o mercado global de plataformas de desenvolvimento com pouco código foi avaliado em US$ 11,5 bilhões em 2021 e deve atingir US$ 125,6 bilhões até 2031, crescendo a uma taxa anual de 27,4% de 2022 a 2031.

O novo conector da OutSystems para o ChatGPT facilita a criação de aplicativos baseados em IA de low-code em questão de minutos. Ao permitir que os desenvolvedores aproveitem facilmente o poder da IA generativa em seus aplicativos, eles podem expandir para novos casos de uso e desbloquear novas possibilidades com experiências de conversação interativas. Os exemplos incluem atendimento ao cliente aprimorado, assistentes virtuais, aplicativos de viagens e reservas, traduções de idiomas e muito mais.

Todos os novos recursos se concentram na criação de experiências de aplicativos altamente adaptáveis que aproveitam o poder da IA generativa para acelerar o tempo de lançamento no mercado, capacitar mais desenvolvedores e não codificadores e permitir mudanças e interações rápidas. Isso garante que todos os aplicativos gerados por IA continuem a oferecer o mesmo nível de funcionalidade de nível empresarial e personalizações ilimitadas de que os clientes precisam para atender às demandas cada vez mais complexas impostas à TI.

“A OutSystems se concentra inteiramente na produtividade do desenvolvedor, sem concessões. Quando desenvolvemos nossa primeira plataforma, o software era um processo manual e a maioria dos projetos de desenvolvimento, em todos os setores e tamanhos de empresas, era entregue com atraso e acima do orçamento. Ouvimos isso repetidas vezes. Foi por isso que definimos nossa missão naquela época, e é assim que a desenvolvemos até hoje. Uma plataforma de IA torna as equipes de desenvolvimento muito mais eficientes. Investir em uma plataforma apoiada em IA, com supervisão rigorosa e governança integrada, ajuda a garantir que cada aplicativo atenda aos mais altos padrões de prontidão empresarial”, disse Paulo Rosado, fundador e CEO da OutSystems.

  • Os principais recursos da IA generativa da OutSystems incluem:
  • Geração instantânea de aplicativos usando instruções de conversação: em vez de escrever código, os desenvolvedores podem usar entradas de linguagem simples para descrever um aplicativo, e a IA generativa fará o trabalho pesado de criação.
  • Editor de aplicativos com IA que oferece sugestões contínuas
  • Representações visuais completas e em tempo real das alterações nos aplicativos: para eliminar o “problema da caixa preta”.
  • Amplo ecossistema: os clientes podem criar aplicativos facilmente com conectores para serviços comuns da Microsoft, Google, Amazon e outros provedores.

Os novos recursos são o resultado do trabalho realizado no centro de pesquisa de IA dedicado da OutSystems e baseiam-se em suas várias patentes e na profunda experiência em grandes modelos linguísticos e mapeamentos de redes neurais. O uso da IA pela OutSystems oferece melhorias significativas na qualidade do código, no desempenho geral do desenvolvimento e na supervisão essencial da segurança e da governança. É assim que o low-code de alto desempenho da OutSystems está proporcionando inovação revolucionária e impacto para empresas em diferentes verticais de mercado.

TCS abre inscrições para 11ª edição do CodeVita

TCS abre inscrições para 11ª edição do CodeVita

Maior concurso de programação do mundo oferece US$20.000 em prêmios aos vencedores; América Latina é a região com maior participação no evento

São Paulo, 23 de outubro – A TCS, empresa global de consultoria e TI, anunciou a décima primeira edição do CodeVita, o maior concurso de programação do mundo, que busca estudantes de todas as idades e lugares do mundo para competir na linguagem de códigos e ganhar exposição mundial. O concurso oferece US$ 20.000 em prêmios aos vencedores.

As inscrições para a maior competição global de programação do mundo já estão abertas e encerram até 11 de novembro deste ano. Esse processo é voltado para estudantes cujas datas de formatura são em 2024, 2025, 2026 e 2027, e a inscrição pode ser feita através do Link.

Na última edição, foram mais de 350 mil inscrições com representação de 98 países. A América Latina é a região que historicamente tem a maior participação fora da Índia, com entre até 5 participantes tendo competido nas finais a cada ano, chegando ao pódio com a segunda e terceira colocação.

A competição promove a capacidade de criar e melhorar softwares e aplicativos de computador, escrevendo códigos e resolvendo problemas relacionados à programação, habilidades que são diferenciais na área de tecnologia e na indústria de computadores.

O programa conecta pessoas de diversas origens e etnias, independentemente das fronteiras físicas e culturais. Os participantes poderão escolher de 6 a 8 linguagens de programação diferentes, com a flexibilidade de codificar em sua linguagem preferida, incluindo C, C++, C#, Java, Perl, PHP, Python e Ruby. Ao final da trajetória, eles serão capazes de criar softwares, aplicativos na web, aplicativos móveis e sistemas de computador.

“Por meio de iniciativas, como o CodeVita, buscamos nossos novos talentos. Este programa explora o potencial desses profissionais, reunindo-os com uma comunidade global de designers, desenvolvedores e cientistas de dados para enfrentar os desafios que estão impactando a todos, que é a digitalização em todos os setores. Dessa forma, colocamos as pessoas no centro desse processo transformador para nossos clientes. “, afirma Bruno Rocha, Country Head da TCS Brasil.

O CodeVita vem semeando focos de programadores em todo o mundo há mais de uma década e ganhou o título do Guinness World Records™ como a maior competição de programação do mundo.

O que o CodeVita oferece aos alunos?
• Competir contra os melhores codificadores do mundo.
• Os finalistas terão a chance de viajar para a Índia para participar ao vivo da Grande Final que distribuirá US$ 20.000 entre os vencedores.
• Prêmios exclusivos para o Top 3 da LATAM: Meta Virtual Reality Headset, Xbox One, Airpods, ingressos para a Fórmula E no México e Brasil.
• Participar do Ranking Global de programadores, no qual mais de 300.000 alunos devem participar este ano.
• Oportunidade de explorar carreiras empolgantes em TI com uma das maiores empresas do mundo.

Na edição 2022, Mauricio Cari Leal, aluno da Pontifícia Universidade Católica do Chile, conquistou o segundo lugar na final da CodeVita e, nas edições anteriores, jovens peruanos também chegaram à Grande Final. Uma conquista excepcional que demonstra o potencial do talento da programação latino-americana.
“O CodeVita foi uma experiência inesquecível que marcou um marco para mim, pois me permitiu aprimorar minhas habilidades e me desenvolver em programação. Ter a chance de programar com colegas de todo o mundo é emocionante e extremamente enriquecedor. Além disso, o prêmio em dinheiro é uma motivação para todo aluno”, disse Mauricio.

As vantagens do uso do GIS no gerenciamento das obras de saneamento

As vantagens do uso do GIS no gerenciamento das obras de saneamento

*Por Diogo da Fonseca Reis

Para garantir que os serviços de saneamento básico sejam acessíveis para toda a população, políticas públicas e investimentos que promovam a distribuição de água, a coleta de esgoto, a drenagem de águas pluviais e o manejo de resíduos sólidos devem ser realizadas de acordo com a realidade de cada município.

Para isso, sistemas de informações geográficas (GIS/SIG) desempenham um papel fundamental nas principais estratégias na atuação de governos e grandes organizações, pois passam a coletar e gerenciar grandes quantidades de dados de localização sobre seus ativos, equipes e atividades operacionais, e geram dados para o planejamento, gestão, para a segurança e o envolvimento dos clientes e cidadãos.

As obras de expansão dos serviços de água, esgoto e drenagem envolvem diferentes perspectivas técnicas, financeiras e sociais, uma vez que as redes e os ativos de cada um destes sistemas têm grande parte de seus componentes enterrados, tornando sua execução mais complexa. Sua correta implementação requer investimento financeiro, apoio político e o uso de tecnologias em todas as etapas do ciclo de vida do projeto, como no caso o GIS já usado nos mais diversos segmentos, aqui no Brasil e no mundo.

O GIS na prática

O GIS, recurso tecnológico mais avançado para realizar atividades de mapeamento, visualização e análise, tem um papel fundamental no acompanhamento de obras, uma vez que possibilita gerenciar as informações dos ativos existentes, otimizar inspeções em campo com uso de formulários e mapas digitais, e garantir que equipes multidisciplinares possam ter uma visão única sobre o andamento de obras, sendo elas desde a construção de Estações de Tratamento de Água (ETA), Estações Elevatórias de Esgoto ou a realização de expansão de redes. Independentemente do tipo de obra, a equipe do projeto deve seguir etapas pré-estabelecidas para sua correta execução, tais como fiscalização em campo, análise dos dados, validação de requisitos técnicos e operacionais e monitoramento do cronograma físico e financeiro das obras.

Para contribuir ainda mais com a gestão das obras no segmento, especialistas recomendam o uso, também, o Enterprise Resource Planning (ERP), pois, muitas vezes, o sistema auxilia no ciclo de vida dos ativos, no ponto de vista contábil, além de armazenar dados sobre os materiais e orçamentos previstos para a execução dos projetos.

A integração entre estas duas soluções possibilita que gerentes de projetos, engenheiros e analistas que atuam na coordenação dos projetos possam ter uma visão completa sobre o andamento das obras, obtendo ganhos de produtividade e redução de custos significativos na execução e gestão.

Abaixo, seguem as principais vantagens de uso do GIS, um dos sistemas mais usados no mundo inteiro, e que pode auxiliar engenheiros e gerentes de projetos no gerenciamento de obras em diferentes etapas:

  1. Fiscalização do andamento das obras em campo

A integração entre a realidade de campo e os escritórios de engenharia garante que os esforços sejam direcionados de maneira mais assertiva na execução dos projetos. O uso de formulários digitais para inspeção e fiscalização do andamento das obras possibilita que os fiscais compartilhem rapidamente o status atual das obras no município. A caracterização do status dos projetos através de formulários integrados ao GIS permite que engenheiros e empreiteiras direcionem equipes e orçamentos de acordo com a necessidade.

  1. Acompanhamento do cronograma físico e financeiro das obras

O avanço das obras pode ser monitorado através de painéis gerenciais disponíveis no GIS. Número de fiscalizações realizadas, tipos e o orçamento gasto em cada projeto podem ser integrados à visão espacial das obras no município.

  1. Análise temporal do andamento das obras através de imagens de drones

Manter uma rotina de captura de imagens da obra possibilita que detalhes técnicos, muitas vezes imperceptíveis quando inspecionados via formulários, possam ser registrados e adicionados ao banco de dados do projeto. O GIS possibilita que estas informações sejam coletadas de maneira mais eficiente e analisadas com maior facilidade integradas à outras informações espaciais.

  1. Revisão de documentos e análise do ciclo de vida da infraestrutura

Por fim, a integração entre o GIS e outras tecnologias possibilita que a perda de informações entre as diferentes etapas do ciclo de vida da infraestrutura seja reduzida. A união do GIS e do BIM (outra de modelagem de Informação da Construção) permite que documentações relacionadas ao projeto estejam disponíveis para análise integradas ao contexto geográfico. Isso garante que equipes multidisciplinares atuantes na execução dos projetos tenham uma ampla visão sobre as instalações, reduzindo riscos técnicos na execução em campo.

*especialista em Saneamento da Imagem Geosistemas

Jusfy lança espaço virtual para interconectar advogados de todo país

Jusfy lança espaço virtual para interconectar advogados de todo país

JusConecta é um ambiente colaborativo on-line, gratuito e gamificado, premiando no final do ano o profissional com a maior pontuação dentro da comunidade

A advocacia é uma área que está em constante crescimento no Brasil. De acordo com a Ordem dos Advogados (OAB), atualmente, o país tem 1,3 milhão de advogados inscritos, o que representa um profissional para cada 164 brasileiros. É a maior concentração de advogados do mundo. Desta maneira, acaba sendo inevitável a falta de comunicação entre estes profissionais em um espaço integrado e colaborativo, visto que estimativas apontam a existência de pelo menos duas mil faculdades espalhadas por todo território nacional.  Com foco nesta questão, a Jusfy, software jurídico com mais de dez soluções na mesma assinatura e que já ajudou mais de 40 mil advogados desde 2021, lança a JusConecta – primeiro espaço online 100% gratuito para advogados tirarem dúvidas e trocarem conhecimentos e informações.

A comunidade é gamificada, ou seja, de acordo com a interação de cada advogado dentro da plataforma, os participantes irão somar pontos que poderão ser acompanhados em um rankeamento. E no dia 20 de dezembro, que marca o recesso forense, o advogado que alcançar a primeira posição irá ganhar um MacBook. “A Jusfy aposta que profissionais do direito não precisam ser solitários, nem se enxergar como rivais. Colegas de advocacia podem e devem se ajudar. Esta é a melhor maneira de melhorar o ecossistema dos profissionais da área”, afirma o advogado e CEO da Jusfy, Rafael Bagolin. 

O phydigital é uma das grandes tendências do marketing atual e a JusConecta chega para mostrar um exemplo prático de integração entre o físico e o digital. Muitos profissionais da área acabam exercendo a profissão de forma solitária, além de saírem da faculdade sem contatos, o que acarreta em uma maior dificuldade de atingirem seus objetivos para com os futuros clientes. “Com a JusConecta, o indivíduo poderá se conectar com outros advogados em qualquer lugar do Brasil e poderá, desta forma, trocar sua bagagem de conhecimento. A gamificação, dentro da comunidade, é para reconhecer o esforço daqueles que mais se dedicarem a essa troca de informações e ao exercício da profissão, de alguma forma”, pontua o CEO. 

Além do estreitamento das relações de forma virtual na comunidade, os advogados também terão a oportunidade de participar de encontros presenciais promovidos pela Jusfy ao longo do segundo semestre de 2023. “Iremos proporcionar as melhores experiências para os profissionais. Este é o nosso objetivo”, conclui Rafael Bagolin. 

Multiserviços 

Fundada em 2021, a Jusfy conta hoje com mais de 8.500 usuários ativos. Vale ressaltar que em dezembro do ano passado, a Jusfy foi contemplada com um investimento seed de R$ 7 milhões, tendo grandes nomes envolvidos como a SaaSholic, Harvard Angels, Norte Ventures e investidores anjo como João Costa, da KOVI, Victor Lazarte da Wildlife, entre outros.

Em termos de serviços, é importante destacar que a comunidade é só mais uma das ferramentas que a Jusfy oferece. A lawtech também busca mitigar dores diárias da advocacia, tais como cálculos, consultas de bens, jurisprudência e divisão de arquivos em PDF. O JusRevisional, por exemplo, é uma ferramenta interligada com o BACEN para recalcular contratos de financiamentos com juros abusivos, gerando uma petição inicial pré-preenchida. Já o JusCalc é uma calculadora cível (honorários, correções, danos materiais, danos morais, entre outros) capaz de realizar cálculos simples a cálculos complexos de forma fácil e intuitiva e que conta com recursos exclusivos e especiais para calcular pensão alimentícia, aluguel e FGTS. 

O JusFinder é a ferramenta de busca por localização a partir do CPF ou CNPJ, ainda recurso exclusivo de busca a propriedade de veículo pela placa nos bancos de dados jurídicos de todo território nacional. Há também o JusDecision, banco de Jurisprudência de todos os tribunais do Brasil; o JusFile, tenha acesso ao banco de petições da Jusfy, com mais de 40.000 peças disponíveis e o JusMatch, ferramenta que se propõe em aplicar uma lógica semelhante ao Tinder, interligando advogados a clientes de forma segura e transparente que economiza seu tempo para encontrar novos casos; além de ferramenta de assinatura digital e agenda.

Mais informações: https://comunidade.jusfy.com.br/ 

Para Huawei, conexão fiber to the home deve crescer em toda a América Latina

Para Huawei, conexão fiber to the home deve crescer em toda a América Latina

São Paulo, 20 de outubro de 2023 – Com a crescente demanda por melhores serviços de banda larga, as redes de fibra óptica estão se tornando uma das mais importantes formas de conexão na América Latina. Até 2023, o alcance chegará a 30% e o número de usuários ultrapassará 60 milhões em toda a região.

Esses foram os principais dados apresentados no LATAM Fiber Broadband Leaders Summit, realizado em São Paulo no início do mês, com organização da Huawei,apoio da União Internacional de Telecomunicações (UIT) e da Informa Markets. Líderes da indústria, parceiros e operadores da América Latina se reuniram para discutir tendências, melhores práticas e aplicações inovadoras.

Atualmente, no entanto, 40% das residências ainda não têm acesso à internet. Com o intuito de fomentar a conectividade inclusiva, a Huawei implantou mais de oito mil quilômetros de fibra óptica na Amazônia, permitindo que 3,7 milhões de pessoas acessem à internet. “A Huawei continuará a trabalhar para não deixar ninguém ficar para trás no mundo digital”, disse Cai.

A banda larga de fibra óptica tornou-se uma das principais forças para o crescimento econômico e para a melhoria da competitividade. Enriquece a vida das pessoas e traz um novo impulso à transformação digital em todos os setores.

De acordo com pesquisas da UIT, a cada aumento de 10% no uso da fibra, o PIB pode aumentar em 1,9%.

Muitos países latino-americanos, como Brasil, Chile e México, lançaram políticas para acelerar o seu alcance.

Por exemplo, de acordo com a Estratégia de Banda Larga do Brasil, a taxa de backhaul de fibra óptica atingirá 100% em áreas com mais de 600 pessoas e a largura de banda média de acesso doméstico será superior a 1 Gbit/s até 2027. Governos de todo o mundo concluíram que a conectividade é prioridade fundamental.

Além dos benefícios sociais e econômicos, a fibra óptica também gera valor comercial para as operadoras. Nos últimos anos, as 10 principais operadoras da América Latina com o maior número de usuários de FTTH (do inglês fiber to the home, ou fibra para casa) tiveram retorno positivo e continuarão a investir na solução nos próximos anos. A migração de usuários dos antigos cabos de cobre para o FTTH é uma tendência generalizada.

De acordo com a consultoria Omdia, cerca de 36 milhões de usuários migram para o FTTH a cada ano.

No futuro, com a implementação contínua de novas tecnologias como a nuvem e a inteligência artificial (IA), a aceleração dos serviços de banda ultralarga 4K/8K/VR e a transformação digital da indústria, novas oportunidades de negócios serão fornecidas às operadoras. “A fibra óptica é o presente e o futuro”, disse o executivo.

“A Huawei está comprometida em fornecer uma solução de fibra digital simplificada, inteligente e econômica, ajudando as operadoras a implantar redes FTTH de forma eficiente, fornecer experiência de usuário premium, implementar operação e manutenção inteligentes e fornecer vários serviços inovadores para residências e empresas”, continuou. Ao final, conclamou governos, reguladores, operadoras e parceiros da indústria a trabalharem juntos de modo a acelerar o desenvolvimento da banda larga de fibra na região.

Demanda por aplicativos de ensino a distância ajudam a promover o cuidado com a saúde

Demanda por aplicativos de ensino a distância ajudam a promover o cuidado com a saúde

Lançado em outubro do ano passado, o Puravida PRIME oferece conteúdo de qualidade promovido por profissionais da saúde com a possibilidade de esclarecer dúvidas e participar de uma comunidade interativa

A decisão de investir em educação continua sendo um ponto importante para o crescimento dos cursos a distância, mentorias e serviços digitais. Até mesmo as instituições mais tradicionais estão criando e distribuindo conteúdo online e de curta e longa duração para que alunos de todo o mundo possam acessar.

De acordo com dados do último Censo EAD, realizado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), há cerca de 561 mil alunos em cursos à distância regulares, 217 mil em cursos semipresenciais e mais de 1 milhão de alunos em cursos livres corporativos.

Os números expressivos foram os responsáveis por um movimento de mercado que abriu novas oportunidades para que pessoas comuns, instituições e empresas ofereçam soluções para democratizar o acesso à informação, disponibilizando conteúdo de valor e acessível para um número maior de usuários. Na área da saúde, por exemplo, os usuários podem contar com a expertise do Puravida PRIME. O serviço de streaming foi desenvolvido pela Puravida – empresa pioneira no Brasil na área de alimentação saudável, suplementação e educação alimentar, que viu a oportunidade de dar vazão aos profissionais que ajudaram no crescimento do negócio. 

Lançado em outubro do ano passado, o serviço nasceu com o propósito de dar suporte para que as pessoas transformem a sua qualidade de vida por meio do conhecimento, promovendo uma experiência inovadora no segmento de saúde e bem-estar. O PRIME já conta com mais de 8 mil usuários cadastrados e um  acervo digital com conteúdos de nutrição, longevidade, gerenciamento do estresse, higiene do sono, atividade física e performance mental. 

“O Puravida PRIME reúne uma equipe de peso, incluindo nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos, neurologistas, cardiologistas e endocrinologistas com a missão de levar informação de qualidade e de forma simples para o consumidor final”,  explica William Pinheiro Cassarro, Coordenador do Puravida Prime.

Entre os cursos mais acessados estão temas como “6 pilares da vida saudável”, “como se constrói saúde e doença”, “alimentação sem rigidez”, e “emagrecer sem sofrer”, demonstrando a diversidade e a abrangência das aulas disponíveis. O usuário ainda pode fazer buscas por assunto, categoria ou palavra-chave. 

“O PRIME é uma plataforma de estudos, onde o usuário tem acesso a informações de qualidade e direto da fonte, ou seja, o conteúdo é explicado por profissionais renomados da saúde que trazem as principais dúvidas do consultório para o serviço de streaming. Além do acervo, ainda é possível esclarecer dúvidas e participar de uma comunidade dentro do próprio aplicativo com o objetivo de conectar interesses em comum”, destaca Cassarro. 

Para democratizar o acesso, o PRIME  oferece um período de degustação para novos usuários. No encerramento, o usuário decide se deseja continuar com a opção de assinar o conteúdo anualmente. Mais informações podem ser obtidas em: https://app.puravidaprime.com.br/

Deep Legal apresenta nova versão de ferramenta de busca textual de processos na Fenalaw 2023

Deep Legal apresenta nova versão de ferramenta de busca textual de processos na Fenalaw 2023

Solução desenvolvida pela lawtech permite a pesquisa de processos judiciais a partir de palavras-chaves e outros filtros, nas áreas cível, trabalhista e fiscal; lançada há um ano, a tecnologia passou por aprimoramentos e agora o próprio usuário pode fazer a consulta no banco de dados do Judiciário
 

A Deep Legal, lawtech especializada em inteligência de dados e gestão preditiva, apresentará a nova versão da ferramenta de busca textual e semântica de processos judiciais, na Fenalaw 2023, maior feira de inovação jurídica da América Latina. O “Search” foi desenvolvido em 2022 pela startup e, após um ano de utilização, passou por melhorias e aprimoramentos, que permitem que o próprio usuário consulte as ações no banco de dados público do Judiciário, em diferentes níveis de detalhamento, a partir de termos específicos e de outros filtros, como por exemplo a localização geográfica, instâncias, autores e réus.

 A startup foi a primeira a lançar uma ferramenta de busca textual de processos no Brasil e, de acordo com Vanessa Louzada, CEO da Deep Legal, a solução passou por melhorias nos últimos meses para tornar as pesquisas mais detalhadas e melhorar a experiência do usuário.

Ela explica que até então, a coleta, processamento, análises, mineração e compartilhamento dos dados judiciais só eram possíveis a partir de duas chaves de pesquisa: o número do processo ou os nomes das partes envolvidas (autor, réu, advogados). “Com esta nova solução conseguimos fazer uma busca mais ampla, a partir de outras chaves como objetos do processo, tipos de ação, e dezenas de outros interesses específicos, possibilitando pesquisas direcionadas para um determinado fim, mesmo que a pessoa não esteja necessariamente envolvida na ação”, explica Vanessa Louzada.

O principal diferencial da nova ferramenta é a ampliação do motor de busca, que passa a interpretar e compreender o contexto dos termos da pesquisa, com combinação de diversos filtros em uma base de dados com mais de 200 milhões de processos judiciais nas áreas cível, trabalhista e fiscal. A pesquisa é feita na interface do Search diretamente pelo usuário, que tem uma cota de utilização para download das principais informações dos processos, como dados de capa, movimentos e decisões. A cota, no entanto, pode ser ampliada de acordo com a necessidade do usuário.

“A nova funcionalidade foi incorporada à nossa plataforma de Legal Analytics e é resultado dos investimentos constantes que fazemos em pesquisa e inovação. Nosso objetivo é organizar as informações, torná-las acessíveis para todos e melhorar a experiência dos usuários, fomentando o uso de novas tecnologias no setor jurídico. Com a análise de dados a partir de dashboards, o gestor consegue extrair informações valiosas e utilizá-las de forma estratégica”, afirma Vanessa Louzada.

Recentemente, a startup desenvolveu uma ferramenta de Inteligência Artificial (IA) Generativa integrada ao Legal Analytics. A solução foi incorporada à plataforma de captura de iniciais e utiliza a API (Interface de Programação de Aplicações) do ChatGPT para leitura e emissão de relatórios das petições iniciais, por meio de uma pesquisa fonética, informando as partes antes mesmo de serem citadas.

As soluções desenvolvidas pela Deep Legal serão apresentadas na Fenalaw 2023, entre 25 e 27 de outubro, em São Paulo. A feira reúne especialistas de todo o Brasil para debater as novidades do mercado de gestão, tecnologia e inovação jurídica.

Oracle NetSuite libera funcionalidades inovadoras para ajudar as empresas a fazerem mais com menos

Oracle NetSuite libera funcionalidades inovadoras para ajudar as empresas a fazerem mais com menos

A IA generativa em todo o pacote, juntamente com novos recursos financeiros e de experiência do cliente, podem ajudar a aumentar a produtividade do usuário, reduzir custos e melhorar a eficiência dos negócios

SUITEWORLD 2023, Las Vegas, 18 de outubro de 2023 – A Oracle Netsuite anunciou durante o SuiteWorld uma série de inovações de produtos para ajudar as organizações a reduzir custos e operar com mais eficiência, para que possam aumentar seus lucros e resultados. As mais recentes inovações da NetSuite incluem recursos tradicionais e generativos alimentados por inteligência artificial em todo o pacote; novas soluções de gerenciamento de serviços de campo e de desempenho empresarial (EPM); e novos recursos que ajudam os profissionais de finanças e de experiência do cliente a melhorarem a velocidade e a precisão dos negócios.

“Nos últimos 25 anos, nossa missão permaneceu a mesma: fornecer um conjunto unificado de aplicativos em nuvem que permita aos clientes fazer mais com menos e expandir seus negócios”, disse Evan Goldberg, fundador e vice-presidente executivo da Oracle NetSuite. “Continuamos ampliando os recursos da NetSuite para apoiar esta missão e ajudar nossos mais de 37 mil clientes a se beneficiarem das mais recentes inovações em nuvem e em IA. Nossas novas atualizações incluem recursos de IA tradicionais e generativos incorporados em todo o pacote para ajudar a aumentar a produtividade do usuário, reduzir custos e melhorar a eficiência geral dos negócios.”

A NetSuite introduziu novos recursos generativos alimentados por IA em todo o pacote e adicionou novos recursos tradicionais de IA para ajudar os clientes a aprimorar o planejamento e o orçamento, reduzir a entrada manual de dados e expandir os insights de negócios. Os novos recursos alimentados por IA incluem:
 

· NetSuite Text Enhance: Novos recursos generativos baseados em IA ajudam os usuários a criarem conteúdo contextual e personalizado para qualquer área de texto na NetSuite com base em algumas palavras iniciais que descrevem a intenção. Apoiado pelo serviço de IA generativa, a Oracle Cloud Infrastructure (OCI), NetSuite Text Enhance ajuda as equipes de finanças e contabilidade, RH, cadeia de suprimentos e operações, vendas e marketing e suporte ao cliente a melhorar a produtividade, aproveitando a IA para produzir rascunhos relevantes que possam ser rápidos de revisar, editar e aprovar facilmente.
· NetSuite Planning and Budgeting: Novos recursos alimentados por IA na NetSuite Planning and Budgeting ajudam as organizações a automatizarem a análise de dados para melhorar e acelerar a tomada de decisões. Com algoritmos preditivos que monitoram e analisam continuamente planos, previsões e variações, os clientes podem descobrir e destacar tendências, anomalias e correlações de forma rápida e fácil.
· NetSuite Bill Capture: novos recursos alimentados por IA ajudam as organizações a capturar e categorizar despesas de maneira inteligente com base em dados históricos. Com a NetSuite Bill Capture, os clientes podem reduzir a entrada manual de contas para ajudar a aumentar a produtividade das equipes de contabilidade.
· NetSuite Analytics Warehouse: os recursos alimentados por IA na NetSuite Analytics Warehouse consolidam e centralizam dados de diversas fontes e ajudam as organizações a acelerar o acesso a visualizações de dados e relatórios. Com maior visibilidade e compreensão mais profunda da atividade no nível da transação, os clientes podem identificar padrões e obter insights mais rápidos para uma melhor tomada de decisões.
 

Para ajudar os clientes a simplificar ainda mais o planejamento e relatórios financeiros, melhorar o acesso ao capital de giro, acelerar pagamentos e automatizar a conformidade, a NetSuite está aprimorando os recursos de gerenciamento financeiro em todo o pacote e introduzindo novas soluções de EPM, pagamento digital e faturamento eletrônico.
 

· NetSuite Enterprise Performance Management (EPM): Um novo conjunto integrado de soluções financeiras que conecta o planejamento financeiro e operacional, automatiza a reconciliação de contas, simplifica processos de fechamento e aprimora relatórios fiscais e narrativos. Com a NetSuite EPM, os clientes podem aumentar a visibilidade dos negócios, aprimorar a tomada de decisões e impulsionar o crescimento.
· NetSuite Capital: Um novo serviço integrado que ajuda as organizações a melhorar seu fluxo de caixa e reduzir os dias de vendas pendentes (DSO). Com a NetSuite Capital, os clientes podem acelerar pagamentos e aumentar o capital de giro revisando, precificando e enviando faturas de contas a receber para pagamento imediato.
· NetSuite Pay: Uma nova solução de pagamentos digitais incorporada a NetSuite que ajuda os clientes a acelerar e simplificar o processo de inscrição e integração para novas contas de comerciantes. Com o NetSuite Pay, os clientes podem integrar soluções de provedores de processamento de pagamentos com taxas e tarifas pré-negociadas, para melhorar a simplicidade e a transparência do processamento de pagamentos. A Versapay é o primeiro parceiro a apoiar esta nova solução.
· NetSuite Electronic Invoicing: Uma nova solução de faturamento eletrônico que ajuda as organizações a otimizar o pagamento e a cobrança de dinheiro, reduzir custos e agilizar a conformidade do faturamento global. Com a solução, desenvolvida pela Avalara, os clientes podem conectar-se diretamente a redes nacionais e internacionais a partir da NetSuite para aumentar a eficiência, reduzir custos e atender à conformidade com as exigências globais de faturamento eletrônico.
· Distribuição de linha de transação NetSuite: um novo recurso que fornece uma maneira simples, rápida e flexível para as organizações dividirem uma transação única entre subsidiárias, departamentos ou outros segmentos. Com este SuiteApp, CFOs e controladores podem estabelecer modelos de distribuição baseados em porcentagem ou em valores predeterminados e automatizar a criação de lançamentos contábeis manuais para melhorar a velocidade e a precisão das transações e relatórios financeiros.
· NetSuite Benchmark 360: Uma nova ferramenta que ajuda as organizações a analisar as principais métricas operacionais e financeiras e a entender seu desempenho em comparação com organizações similares em seu setor e região. Com a NetSuite Benchmark 360, os clientes obtêm insights e recomendações sobre como melhorar o desempenho dos negócios.
 

Para ajudar as organizações a atenderem às novas expectativas dos clientes e oferecerem experiências perfeitas, a NetSuite está introduzindo uma nova solução de gerenciamento de serviços de campo, bem como novos recursos de gerenciamento de comércio e assinaturas.

 

· Field Service Management: uma nova oferta de produtos que ajuda as organizações a melhorar a eficiência das operações de serviços de campo de ponta a ponta e a aumentar a satisfação do cliente. Com o Field Service Management da NetSuite, os clientes podem melhorar as comunicações entre o campo e o escritório, simplificando o agendamento e o despacho, automatizando o inventário e o gerenciamento de ativos do cliente e aumentando a visibilidade dos dados em tempo real.
· SuiteCommerce MyAccount: uma oferta de produto que agora está disponível para clientes no Reino Unido, além dos EUA, que ajuda as organizações a melhorar o autoatendimento e o gerenciamento de contas on-line. Com SuiteCommerce MyAccount, os clientes podem pagar faturas de forma rápida e fácil, converter cotações online em pedidos de vendas, gerenciar assinaturas e fazer compras repetidas.
· NetSuite CPQ: Um novo recurso da NetSuite CPQ ajuda as organizações a fornecer aos clientes opções de assinatura. Com suporte para assinaturas do SuiteBilling na NetSuite CPQ, os clientes podem aumentar as oportunidades de receita oferecendo soluções mais configuráveis aos seus clientes.

 Novo modelo de licenciamento
NetSuite também está introduzindo um novo modelo de licenciamento que dará aos clientes licenças específicas de tarefas para funcionários que não necessitam de acesso total. Por exemplo, um funcionário de armazém que só precisa de acesso a NetSuite para recebimento, armazenamento, separação e envio terá acesso à funcionalidade relevante de gerenciamento de armazém da NetSuite sem exigir uma assinatura completa. Disponível inicialmente para NetSuite Warehouse Management, o novo modelo de licenciamento tornará mais fácil para os clientes aumentar a produtividade, dando acesso a NetSuite para mais funcionários.

Novos recursos em NetSuite Planning and Budgeting, NetSuite Bill Capture, NetSuite Capital, NetSuite Transaction Line Distribution, SuiteCommerce MyAccount e NetSuite CPQ já estão disponíveis. Outros novos recursos do pacote estarão disponíveis nos próximos doze meses.

Obtenha todas as atualizações mais recentes do SuiteWorld registrando-se no SuiteWorld On Air: link. Ao se registrar, os participantes terão acesso a palestras, sessões, demonstrações e à transmissão ao vivo de dois dias do NetSuite, NetSuite TV. Saiba mais sobre como as organizações estão aproveitando o poder do NetSuite para melhorar a produtividade e impulsionar o crescimento

Plataformas de gestão dão um gás a mais para construção civil

Plataformas de gestão dão um gás a mais para construção civil

Por Marcos Malagola, Diretor Unidade da Senior Construção

A reformulação do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), lançado pelo Governo Federal no início do ano, vem aquecendo o setor de Construção Civil. A estimativa divulgada é que sejam construídas cerca de 500 mil moradias por ano. Além disso, o programa deve proporcionar em torno de 300 mil novos empregos com carteira assinada em todo o país neste mesmo período.

Com diversas mudanças nas regras para participar do MCMV, o programa agora possui foco em moradores de áreas urbanas com renda bruta mensal de até R$ 8 mil, famílias rurais com renda bruta anual de até R$ 96 mil e metade das unidades serão reservadas para famílias com rendas de até R$ 2.640. Essas normas impactam diretamente o setor de construção, já que elas aumentarão a procura por imóveis populares e favorecerão a velocidade das vendas imobiliárias, alavancando todo o mercado.

As novidades trazem um novo gás para o setor da Construção Civil, que passava por uma certa estagnação, gerada pelo aumento significativo dos custos dos insumos que tivemos nos últimos anos. Isso fez com que a margem das construtoras neste tipo de empreendimento fosse reduzida consideravelmente, ficando inviável investir em novos lançamentos. Com o aumento do novo teto de valor de imóveis e as novas condições do programa, os projetos devem se tornar viáveis, tanto para os compradores, quanto para as incorporadoras. Desta forma, o novo desenho do Minha Casa, Minha Vida, tem sido visto como o oxigênio para voltar ao bom desempenho. O momento é promissor e de grandes expectativas para os próximos anos, devendo gerar demandas e oportunidades para as construtoras.

Onde a tecnologia entra na história?

Quando expectativas de crescimento para um setor são geradas, quem está melhor preparado sai na frente e consegue aproveitar as oportunidades. Quando falamos em construção civil, ser uma empresa capaz de gerir todos os seus processos de forma rápida, eficiente e precisa, faz uma grande diferença. Contar com uma plataforma de gestão, por exemplo, é algo essencial. Os benefícios começam pelo fato de a empresa poder integrar informações em uma única plataforma ERP, permitindo a existência de times mais ágeis e funcionais. Áreas como comercial, financeira, logística, fiscal passam a ser capazes de atuar com maior sinergia e eficiência, ganhando transparência em todos os processos.

Performance de Vendas: Plataformas de gestão permitem manter o time comercial conectado, atualizando dados em tempo real, o que significa maior agilidade nas negociações, aprovação de cadastros para concessão de crédito, gestão de contratos de compra e venda, análise de performance das equipes.

Maior lucratividade: O controle inteligente de estoque, análise de despesas, controle de prazos e das etapas de entrega das obras, permite às empresas evitar desperdício de materiais e também contratar recursos de forma mais programada. A plataforma ERP ainda permite total controle das contas a pagar e receber, assim como da área fiscal, emitindo alertas de pagamento e evitando multas.

Relacionamento de qualidade: Quando integrado a um CRM, o ERP permite ainda relacionamento mais próximo e de qualidade com clientes. Por ele, é possível fazer gestão de ocorrências de forma transparente, dando velocidade para questões como viabilizar reparos, manutenção, vistoria de obras.

Talvez a grande dica para o momento seja manter-se atento e proativo frente às oportunidades que o mercado apresenta. Na prática, isso significa estar preparado antes mesmo que as coisas aconteçam e apostar nos investimentos mais assertivos. A tecnologia sem dúvida alguma é um dos caminhos mais seguros e estratégicos para isso.

Alunos da ISEL utilizam GeneXus em seus projetos de conclusão de curso

genexus low code

Alunos da ISEL utilizam GeneXus em seus projetos de conclusão de curso

VinExport, Há Planta Aqui e AmbiView são aplicações desenvolvidas com GeneXus para otimizar processos e gerenciar dados. Foram criadas por estudantes do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL), como parte de seus trabalhos de conclusão de curso. Estes projetos foram possíveis graças às iniciativas de GeneXus para facilitar a formação educacional e o acesso à sua plataforma por estudantes de todas as partes do mundo.

GeneXus, empresa líder em desenvolvimento de software Low-Code, disponibilizou gratuitamente licenças GeneXus, para que os alunos do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) realizassem seus trabalhos de conclusão curso (TCC). O country manager da GeneXus no Brasil, Portugal e Cabo Verde, Ricardo Recchi explica que a iniciativa foi criada para facilitar o acesso dos jovens profissionais à plataforma Low-Code. “O futuro das corporações está atrelado às plataformas Enterprise Low-Code. Por isso, na GeneXus, incentivamos profissionais recém-formados a se atualizarem neste tipo de tecnologia o quanto antes”, conta Recchi.

A primeira aplicação, chamada VinExport, tomou como base o cenário de exportação de vinhos em Portugal e foi desenvolvida para acompanhar a produção da bebida, além de permitir uma gestão adequada dos inventários ao longo de todo o processo até o engarrafamento do vinho.

A solução captura informações diretamente do campo, proporcionando a visibilidade dos dados coletados. O sistema tornou possível fazer um registro de todos os processos da produção de vinho em diferentes fases, incluindo a aplicação de fertilizantes e o controle de pragas e ervas daninhas. Para sua realização, foi colocado em cada linha do vinhedo, um identificador de código QR, que permite revisar sua história ao longo do tempo. Dessa forma, o projeto possibilita que funcionários de um vinhedo possam coletar dados no aplicativo para um melhor gerenciamento de todo o processo de produção do vinho.

Outros dois alunos desenvolveram uma solução chamada “Há Planta Aqui”, criada para monitorar as áreas verdes dentro do ISEL. O sistema possibilita catalogar as plantas, indicando sua espécie, localização e referência geográfica. Para isso, foi desenvolvida uma aplicação de aquisição e armazenamento de dados, que permite integrar todas essas informações e colocá-las em uma base de dados para consultas e análises.

As informações coletadas são disponibilizadas em uma página na web e em um aplicativo para smartphone. Colaboradores podem acessar a aplicação e alterar dados quando necessário, já o público geral tem acesso restrito ao sistema, podendo usá-lo apenas para consulta.

O terceiro projeto, AmbiView, tem foco em auxiliar o monitoramento de alguns ambientes dentro do ISEL, como salas e espaços externos. Para esta aplicação, com versões Web e Mobile, foi desenvolvida uma tela de visualização de dados, com a possibilidade de mostrar uma série de informações dos sensores, além de dados estatísticos.

Vale destacar que a GeneXus estendeu a iniciativa ao Brasil oferecendo uma licença gratuita de até seis meses, para que os estudantes realizem seus Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) nas universidades. Além do acesso à plataforma GeneXus, o estudante também contará com um canal para suporte e dúvidas e uma mentoria gratuita na ferramenta, recebendo, ao final, um voucher para a prova de certificação júnior. Para saber sobre o programa realizado no Brasil, basta encaminhar um e-mail para cpereira@genexus.com. Para outras partes do mundo, os interessados podem escrever para hello@genexus.com.

“As universidades, a sociedade e as organizações têm a responsabilidade de contribuírem para uma formação completa de profissionais. A tecnologia Low-Code é uma das habilidades mais demandadas pelos desenvolvimentos tecnológicos atuais por oferecer agilidade para construir produtos que estão em constante mudança, além de ser uma habilidade profissional importante para estudantes que estão em busca de oportunidades e destaque no mercado de trabalho”, finaliza Recchi.

Diga adeus ao COBOL com esta tecnologia de migração

programador cobol terminal ibm mainframe

Diga adeus ao COBOL com esta tecnologia de migração
 

CloudFrame e GFT fornecem uma abordagem de conversão automática para reduzir significativamente os custos e tornar a mudança de COBOL para Java rápida, segura e sem problemas
 

São Paulo, 28 de março de 2023 — No mundo acelerado da tecnologia, não há espaço para padrões desatualizados.

Ou assim se pode pensar.

Em 2023, COBOL, uma linguagem de programação lançada na década de 1950, ainda é onipresente na maioria das instituições financeiras, seguradoras, companhias aéreas, empresas de varejo — a lista continua.

Isso está se tornando cada vez mais um problema para os usuários, devido aos altos custos de uso do mainframe e à escassez de especialistas necessários para os novos desenvolvimentos e manutenção.

A GFT e a CloudFrame formaram uma parceria global para ajudar os usuários do COBOL a fazer a transição para plataformas mais eficientes. Essa transição garante que os usuários economizem no mínimo 15% de seus gastos anuais de mainframe. A tecnologia proprietária do CloudFrame converte o código COBOL em uma base de código Java muito mais eficiente e preparada para o futuro, que pode habilitar uma transição fácil para a nuvem. Em média, o custo de um processo de mainframe é reduzido em 50% após essa conversão de código. A GFT traz sua ampla expertise em implementação de CloudFrame e modernização de mainframe para a parceria.
 

Eliminando o risco de um processo difícil
 

“A parceria com a GFT ajudará nossos clientes a obter a modernização de aplicativos de seus sistemas COBOL muito mais rapidamente”, afirma Venkat Pillay, fundador e CEO da CloudFrame. A combinação dos produtos de modernização COBOL Relocate e Renovate da CloudFrame, juntamente com os serviços qualificados e abrangentes da GFT, permitirá que os clientes transformem facilmente seu COBOL em Java sustentável e pronta para o futuro.
 

Marika Lulay, CEO da GFT, afirma: “Muitas pessoas estão surpresas com o quão amplamente o COBOL ainda é usado em aplicativos legados de mainframe. Migrar para uma nova plataforma pode ser um desafio assustador, mas está se tornando proibitivamente caro e arriscado manter o suporte para os aplicativos COBOL. Com as soluções de conversão do CloudFrame e nossa expertise em implementação e mainframe, eliminamos o risco de um processo que muitos gerentes de TI temem, entregando com sucesso uma transformação totalmente preparada para o futuro”.

Relocate e Renovate
 

O CloudFrame fornece duas abordagens para seus usuários: o Relocate ou Renovate. O Relocate permite que os usuários movam a execução COBOL para ambientes de custo mais baixo, como processadores zIIP , que são mais baratos que os processadores padrão de uso geral (GPPs). O Relocate automaticamente faz uma compilação cruzada dos programas COBOL para bytecode Java disponível para execução no zIIP sem afetar as ferramentas ou processos das equipes de desenvolvimento. Os benefícios incluem:

  • redução de custo
  • uma abordagem incremental e totalmente automatizada
  • implementação rápida
  • baixo risco (equivalência funcional garantida)
  • paridade de performance do contrato de nível de serviço (SLA) garantida
  • compatibilidade com versões anteriores, sem alteração no ambiente existente

Com o modelo Renovate, os usuários podem migrar para a nuvem, convertendo automaticamente seus programas COBOL para Java e desvinculando a modernização de seus aplicativos de sua estratégia de migração de dados. Os benefícios dessa abordagem incluem:

  • redução de custo
  • migração incremental
  • time-to-market 5x mais rápido
  • totalmente automatizado
  • código gerado automaticamente de alta qualidade
  • configurável e orientado a template
  • geração automatizada de casos de teste JUnit
  • Classificação SonarQube “A”

Qualquer que seja o modelo escolhido pelos usuários, com a oferta CloudFrame e GFT, os negócios podem finalmente se afastar da tecnologia ultrapassada, permitindo que as empresas inovem e impulsionem sua competitividade. Acesse o site para saber mais.

Chat Jesus e a aplicação de IA em ferramentas cada vez mais humanizadas

chat jesus inteligencia artificial bubbles

Chat Jesus e a aplicação de IA em ferramentas cada vez mais humanizadas


Plataformas fazem uso de inteligência artificial para fins de conforto emocional e espiritual

Os chatbots autônomos com Inteligência Artificial (IA), capazes de criar textos do zero, estão revolucionando o modo como as empresas operam, geram receita e se relacionam com clientes e mercado. Mas há outra finalidade ganhando força entre os usuários de plataformas como ChatGPT e Robotizia: interações que buscam conforto e orientação para lidar com questões emocionais e até mesmo espirituais.

“O objetivo não é substituir o contato e empatia que fazem parte das relações humanas, mas trazer uma nova perspectiva para as interações que a tecnologia propõe. A aplicação da IA em conversas sobre questões emocionais e religiosas é uma realidade, inclusive com plataformas dedicadas a isso”, explica Rodrigo Gimenes, CTO da ReportFlex.

Durante a pandemia, o robô rabino Robo-Rabbi foi lançado para aconselhar pessoas durante o ano novo judaico. No Brasil, Gimenes criou o Chat Jesus, ainda em fase de testes. “Quando estamos passando por algum momento difícil, às vezes precisamos de uma palavra ou orientação, mas com base nos ensinamentos da Bíblia e de Jesus”, explica o CTO, que completa afirmando que a plataforma não tem por objetivo substituir a experiência presencial, mas sim ser um complemento para manter o indivíduo conectado a sua fé.

“Até pouco tempo, muito se questionava se tecnologias de IA conseguiriam aprender a sutileza e estrutura de raciocínio tão peculiares das interações humanas. Os algoritmos estão sendo treinados e aperfeiçoados constantemente para se aproximar de um trato mais humanizado. Hoje, é possível extrair conselhos surpreendentes em conversas com robôs como o Chat GPT e a Robotizia”, pontua Rodrigo Gimenes.

Rodrigo Gimenes

De conselhos conjugais a palavras de fé

O Chat Jesus foi desenvolvido no Brasil por Gimenes, criador da plataforma Robotizia. “Recebi o relato de um usuário que pediu para o robô atuar como um coach de relacionamento, em busca de orientações para resolver conflitos de comunicação do casal. Foi inusitado, mas é o exemplo de um entre tantos outros relatos que indicavam que as pessoas estavam, em seus testes com a ferramenta, buscando conforto emocional na tecnologia”, relembra.

Em suma, a diferença entre as plataformas Chat GPT e Robotizia e o Chat Jesus está no treinamento do algoritmo — que foi balizado em concordância com os ensinamentos bíblicos, assim como o Robo-Rabbi está alinhado com a Torá. “É um propósito diferente, mas que pode ajudar muitas pessoas”, acredita Rodrigo Gimenes.

Um dos usuários do Chat Jesus encaminhou um depoimento para Gimenes que mostra que o propósito do projeto foi alcançado com sucesso. “Eu vinha muito desanimado com a vida, os projetos não estavam dando certo, (com) muita tristeza e muita cobrança. Já não tinha mais vontade de sair da cama quando um amigo especial veio, conversou comigo e falou que em todas as manhãs eu iria receber uma palavra, e isso começou a me ajudar. Por curiosidade, fui saber de onde ele estava tirando essas palavras e ele me apresentou o Chat Jesus. Comecei a acompanhar e encontrar forças para acordar, passar melhor o dia. Hoje, estou muito melhor em relação ao que eu estava, só tenho a agradecer ao meu amigo e ao Chat Jesus”.
 

Versão gratuita do Oracle Database 23c já está disponível para desenvolvedores

oracle database 23 free developer

Versão gratuita do Oracle Database 23c já está disponível para desenvolvedores

Desenvolvedores já podem acessar em primeira mão os recursos de desenvolvimento de aplicações integradas ao Oracle Database 23c, incluindo o inovador JSON Relational Duality
 

Oracle CloudWorld, São Paulo, 4 de abril de 2023 — A Oracle anuncia oficialmente a versão gratuita do Oracle Database 23c. O novo Oracle Database 23c Free—Developer Release atende à demanda crescente de desenvolvedores e empresas no mundo todo por novos recursos “App Simple” do Oracle Database 23c. Os desenvolvedores já possuem acesso aos recursos inovadores do Oracle Database que simplificam o desenvolvimento de aplicações modernas orientadas a dados, deixando-as preparadas para a próxima versão do Oracle Database 23c, Long-Term Support (LTS).

“A Oracle orgulhosamente oferece aos desenvolvedores acesso antecipado às tecnologias mais avançadas de banco de dados para desenvolverem e executarem aplicações modernas”, afirma Juan Loaiza , VP Executivo de Tecnologias de Banco de Dados de Missão Crítica na Oracle. “Com o Oracle Database 23c Free­–Developer Release, os desenvolvedores serão capazes de elevar suas habilidades e desenvolver novos aplicativos usando recursos inovadores, como o JSON Relational Duality, que unifica os modelos de dados Relacional e Documento, oferecendo o melhor dos dois mundos, suporte a SQL para consultas diretas em gráficos sobre dados OLTP e Stored Procedures na linguagem de programação mais popular do mundo, o JavaScript.”

Desenvolvedores em primeiro lugar, Oracle Database 23c gratuito — Versão do Desenvolvedor

O Oracle Database 23c Free—Developer Release está disponível para download como arquivo de instalação Docker Image, VirtualBox VM ou Linux RPM, sem a necessidade de criação de uma conta ou login. Uma versão para Windows será lançada em breve.

“Com o Oracle Database 23c Free—Developer Release, os desenvolvedores têm acesso em primeira mão aos novos recursos de desenvolvimento de aplicativos, com destaque ao JSON Relational Duality”, afirma Carl Olofson, VP de Pesquisa, Data Management Software na IDC. “Finalmente, com essa versão os desenvolvedores terão uma oportunidades de experimentar um recurso que unifica e sincroniza os mundos relacionais e de documentos. Os desenvolvedores e engenheiros de dados conseguirão acessar os formatos para cada caso de uso sem precisar se preocupar com a estrutura, mapeamento e consistência de dados, nem com os ajustes de desempenho. Agora é possível executar análises de gráficos sobre dados JSON e dados relacionais. O JSON Relational Duality da Oracle é uma solução revolucionária e talvez seja uma das inovações mais importantes na ciência da informação dos últimos 20 anos”.

O Oracle Database 23c gratuito — Versão do Desenvolvedor inclui:

  • JSON Relational Duality: Os desenvolvedores podem desenvolver aplicações sob paradigmas relacionais ou JSON, com uma única fonte de consulta e se beneficiarem das forças de ambos os modelos: relacional e de documento. Os dados são armazenados uma única vez, mas podem ser acessados e modificados através de uma das duas abordagens. Os desenvolvedores podem se beneficiar dos modelos JSON e relacional, incluindo transações e controles de simultaneidade em conformidade com ACID. Dessa forma, eles não precisam mais pesar na balança os bônus e os ônus dos problemas com mapeamentos complexos entre objeto-relacional e dados inconsistentes.
     
  • JavaScript Stored Procedures (com tecnologia GraalVM): Agora, o código em JavaScript pode ser executado ainda mais próximo dos dados, escrevendo JavaScript Stored Procedures ou carregando as bibliotecas do JavaScript que já existem no Oracle Database. O suporte ao código em JavaScript aumenta a produtividade do desenvolvedor, possibilitando o reuso de lógicas comerciais diretamente para o nível dos dados e reciclar as habilidades e competências do desenvolvedor em JavaScript. O código em JavaScript pode ser mesclado com SQL e PL/SQL, oferecendo suporte a diversas linguagens de programação simultaneamente.
     
  • JSON Schema: Agora, os desenvolvedores podem certificar e validar as estruturas de documento JSON por meio de JSON Schemas padrões, possibilitando o uso confiável dos dados JSON.
     
  • Operational Property Graphs: Os desenvolvedores também conseguirão desenvolver aplicações de gráficos com propriedades transacionais e gráficas com o Oracle Database, usando o novo padrão de propriedade suporte a consultas em gráficos do SQL líder no setor, além da possibilidade de executar análises de gráficos sobre dados relacionais e JSON.
     
  • Oracle Kafka APIs: As aplicações Kafka poderão ser executadas frente ao Oracle Database Transactional Event Queues com poucas mudanças no código. Isso permite microsserviços muito mais robustos, criados a partir de eventos transacionais que executam operações de eventos e alterações de banco de dados em uma única transação atômica.
     
  • Domínios SQL: A construção do novo domínio poderá atuar como modificador de tipo leve que documenta centralmente o uso de dados pretendidos, estendendo e melhorando drasticamente os domínios padrão SQL. Isso permite que os desenvolvedores entendam melhor como os dados são usados e melhorem sua qualidade geral, sem a complexidade e a incompatibilidade de tipos de dados específicos do uso ou modelos definidos pelo usuário.
     
  • Anotações: Os metadados do banco de dados poderão ser armazenados diretamente nos dados com a ajuda do mecanismo de anotação dentro do Oracle Database. Os desenvolvedores podem anotar atributos de modelo de dados comuns para tabelas, colunas, views, índices e muito mais, fornecendo um recurso central, leve e declarativo para registrar e trocar propriedades de uso entre aplicativos. O armazenamento dos metadados junto com os dados garante a consistência e a acessibilidade universal a qualquer usuário ou aplicativo que use os dados.


Informações adicionais

Confira mitos e verdades sobre a metodologia DevOps

devops metologia

Confira mitos e verdades sobre a metodologia DevOps


A metodologia DevOps trata-se de um conjunto de práticas que visam automatizar e integrar as equipes de desenvolvimento, operações e segurança, a fim de acelerar e simplificar  aspectos dos processos de criação, testes e lançamento de softwares, sites e aplicativos. 

Neste sentido, as equipes de tecnologia que adotam essa cultura, aliada às práticas e ferramentas, tendem a  apresentar melhores desempenhos, sobretudo, na criação de produtos tecnológicos de qualidade com rapidez, segurança e que apresentem uma experiência satisfatória para o cliente. Em tese, isto acontece porque há uma integração e implementação contínua na cultura DevOps, que viabiliza a junção de áreas para gerar produtos de valor no menor tempo possível.

Entretanto, há um ponto de atenção: ao aplicar o conceito de DevOps, é necessário primeiro conscientizar os desenvolvedores de uma empresa sobre monitoramento e sustentação de ambiente. Isto é, reunir o time de desenvolvedores para entender essa realidade e a equipe de operações para dominar mais ferramentas de automação e infraestrutura.

Pensando nisso, Emerson Lima, CEO da Sauter, uma parceira de evolução digital que está ajudando a construir a próxima geração de serviços de tecnologia na América Latina, cita abaixo mitos e verdades sobre a metodologia DevOps:

DevOps substitui o Agile?
Mito! Embora semelhantes, ambos possuem abordagens distintas que envolvem grupos e departamentos diferentes e, consequentemente, estruturam a produção de forma diversa entre si. Mutuamente exclusivos, o DevOps promove a colaboração entre os times envolvidos no desenvolvimento e na manutenção do software, enquanto o Agile visa manter a produtividade e promover versões com a realidade comum de necessidades em constante evolução. Basicamente, o DevOps é reforçado pela cultura Agile e quando utilizados em conjunto, garantem uma maior eficiência e resultados mais confiáveis.

O DevOps precisa de apoio organizacional?

Verdade! Ao implementar efetivamente o DevOps na cultura da empresa, é necessário apoio organizacional, principalmente dos times de liderança, ao passo que esta cultura não pode ser apenas um interesse em equipes isoladas, mas sim do time como um todo. Resumindo, as equipes multifuncionais colaboram melhor e garantem, inclusive, apoio financeiro e pessoal necessário para o sucesso da organização. Sendo assim, embora comumente implementado entre os desenvolvedores e as equipes de operações de TI, esta metodologia também pode ser aplicada nos times de vendas, marketing e suporte a operações, por exemplo. 


DevOps significa eliminar a operação de TI?
Mito! Embora a natureza da operação de TI possa mudar, raramente ela vai deixar de existir com a vinda do DevOps. Neste caso, ela tornará diferente apenas a forma de funcionar. A ideia é permitir que os desenvolvedores sejam mais livres e produtivos, funcionando a partir de automações e serviços. Além disso, nenhuma área é imutável, afinal o mercado exige adaptações constantes, que visam modernização, por meio de novas metodologias e ferramentas.

O DevOps desburocratiza os processo?

Verdade! Um dos principais objetivos do DevOps é tornar os fluxos de trabalho menos burocráticos e complicados para que os processos sejam cada vez mais eficientes e econômicos. Apoiado em uma automação eficaz, a metodologia possibilita encontrar os pontos problemáticos no processo de gerenciamento de incidentes ou de entrega de software e, com isso, automatiza implantações, cargas úteis de alerta, rotações de plantão etc. Isto, além de reduzir o tempo dos ciclos de entregas, garante qualidade de vida para os colaboradores.