Como IoT e IA aceleraram o crescimento da Turbi para uma frota de 4 mil veículos

Como IoT e IA aceleraram o crescimento da Turbi para uma frota de 4 mil veículos

Em 6 anos de operação, a locadora digital desenvolveu tecnologias proprietárias que permitiram escalar de 17 para 4.000 carros na frota

São Paulo, dezembro de 2023 – A Turbi, locadora de carros 100% digital, completa 6 anos em 2023, atingindo crescimento de 92% na frota no último ano. A locadora iniciou as operações em 2017, com o diferencial competitivo de operar de forma digital, isto é, sem agência ou balcão para retirada de veículos, oferecendo autonomia para o cliente realizar todos os processos de liberação diretamente pelo seu aplicativo. 

Debaixo do capô, a Turbi desenvolveu diversas tecnologias proprietárias, dentre elas IA e IoT, que sustentam a experiência de locação digital. Logo no início da jornada do cliente, todo o processo de cadastro acontece no app, em que a aprovação do usuário leva, em média, 30 segundos. “A nossa base de dados integra a operação com os principais Departamentos de Trânsito do Brasil. O Algoritmo permite que 91% dos cadastros sejam validados automaticamente”, explica o CTO da Turbi, Márcio Pedrozo.

A Turbi disponibiliza atualmente cerca de 4 mil veículos espalhados em mais de 400 pontos na Grande São Paulo, que podem ser retirados imediatamente ou reservados pelo cliente direto pelo aplicativo. Nesse processo, a fase de abertura e fechamento do veículo é realizada via bluetooth, com IoT integrada. “Nos primeiros 2 anos de operação essa solução era terceirizada. A partir de 2019 a marca inaugurou o T-Box, solução proprietária que reduziu custos em 95% por veículo, além de entregar aumento de 82% em eficiência operacional. A IoT também permite monitorar os principais componentes do veículo, além de dados como odômetro, tanque de combustível e RPM”, comenta Pedrozo.

No final da jornada, ou seja, ao devolver o carro em um estacionamento parceiro da Turbi, a IA é responsável por analisar possíveis danos após cada viagem em um veículo. Quando finaliza uma locação, o usuário é responsável por tirar e enviar fotos específicas do carro alugado pelo aplicativo. A solução, desenvolvida pelo time, avalia as fotos em aproximadamente 4 segundos. De acordo com o CTO, “os procedimentos manuais precisavam ser substituídos para viabilizar o crescimento da operação: “Desde que foi implementada, em 2018, a IA aumentou a nossa eficiência operacional em 44%. Atualmente nós recebemos mais de 200 mil fotos enviadas por clientes mensalmente”, aponta o executivo. 

A Turbi iniciou a operação em 2017, com 17 carros, passando para 67 em 2018. Em 2020 foi atingida a marca de 1.000 veículos na operação, número que dobrou em 2022 e mais uma vez em 2023. Segundo o CEO, Diego Lira, “posicionamos a empresa como um “one stop shop” de veículos, onde nossos clientes buscam agilidade na análise cadastral, sem filas nem burocracia, pontos de retirada próximos e que funcionem 24×7. A tecnologia aplicada foi fundamental para viabilizar nosso crescimento”, finaliza o CEO.