Inteligência artificial vira ferramenta de apoio para otimizar a educação corporativa

Inteligência artificial vira ferramenta de apoio para otimizar a educação corporativa

Empresas investem na tecnologia para tornar o ensino mais ágil, assertivo, além de promover o crescimento profissional 

A educação corporativa está sendo cada vez mais incorporada em organizações como um instrumento de capacitação de colaboradores. Para potencializar ainda mais essa dinâmica, a inteligência artificial surge como uma grande aliada que otimiza os processos de conhecimento e formação. De acordo com o estudo do Sebrae Inteligência de Mercado, o ensino corporativo deve ser facilitado pelas plataformas tecnológicas de educação corporativa e recursos que utilizam Inteligência Artificial. 

Sócios IARIS, Igor Lucena, Fábio Falcão, Erick Vagner, créditos da imagem divulgação

A instituição ainda aponta que a IA  promove uma aprendizagem rápida, criativa, além de explorar de diversos modos a captação do conhecimento para fixar os conteúdos com mais precisão e dinamismo. A solução traz benefícios como facilitação da comunicação, retenção da atenção dos profissionais, dinamização dos conteúdos transmitidos, captação da curiosidade e concentração do colaborador. 

“A inteligência artificial para a educação corporativa veio para tornar o aprendizado mais assertivo e efetivo. A certificação de trilhas de conhecimento, por exemplo, garante que o profissional realize o aproveitamento do conteúdo que lhe foi disponibilizado”, destaca Fábio Falcão, CEO da IARIS – startup que nasceu com expertise acadêmica e de mercado no desenvolvimento de produtos de inteligência artificial.

Ferramentas de aprendizado corporativo de IA garantem mais inovação e eficiência no ensino. Entre os diversos recursos que podem contribuir para a otimização do setor, estão:

  • Trilhas de aprendizagem: a IA permite entregar conteúdos personalizados para diferentes perfis de alunos. Isto é, por meio de análise de dados e relatórios de desempenho, é possível identificar o grau de dificuldade e/ou habilidade de cada pessoa, direcionando o conteúdo mais adequado para cada pessoa. Isso otimiza ainda mais a formação do profissional.
  • Certificação: assim como na educação formal, a certificação do aprendizado é necessária para medir o grau de aproveitamento para cada aluno, ampliando a qualidade da formação realizada. Ferramentas de IA são grandes aliadas na certificação da educação corporativa, permitindo identificar vários tipos de fraudes em exames de certificação aplicados.
  • Chatbots: os chatbots ajudam a melhorar o relacionamento, criando  interação com os alunos, bem como auxiliar na execução de tarefas já definidas, como tirar dúvidas e direcionar caminhos. Além disso, a ferramenta pode contribuir para o envio de feedbacks em tempo real sobre o progresso do aluno.
  • Inovação no ensino: com a IA, as plataformas de aprendizagem corporativa podem ter processos ainda mais otimizados. Redução de erros e tarefas manuais, aumento da produtividade e engajamento são apenas alguns dos exemplos que podem ser citados. 

A inteligência artificial traz inúmeras possibilidades, quando utilizada para propósitos bem definidos. Não é à toa que essa tecnologia está cada vez mais ganhando espaço em diferentes meios. E, para a educação corporativa, surgiu para somar à pessoas que buscam destaque profissional e para organizações que desejam crescer no mercado.

“As diferentes ferramentas tecnológicas na vertente de inteligência artificial para a educação corporativa veio para agregar cada vez mais o cotidiano que vivemos hoje – com as modalidades híbridas ou à distância. Com isso, além dos inúmeros benefícios apresentados, a tecnologia ainda proporciona mais segurança para todos os tipos de aplicações de provas e exames, o que reflete na qualidade da formação dos profissionais”, finaliza Falcão.