Mercado de tecnologia cresce, mas sobram vagas de emprego

Mercado de tecnologia cresce, mas sobram vagas de emprego

Expectativa é que o país tenha cerca de 797 mil vagas abertas na área até 2025, mas encontrar profissionais especializados é a principal dificuldade do mercado, além de preocupação com diversidade no ambiente de trabalho Entre as oportunidades de trabalho em tech, Zup abre vagas afirmativas para inclusão de mulheres, pessoas trans, pretas e com deficiência.

São Paulo, maio de 2024 – Ainda que o mercado de tecnologia esteja em crescimento no Brasil, as vagas de trabalho no setor estão cada vez mais difíceis de serem preenchidas. De acordo com o estudo ‘Mercado Brasileiro de Software: Panorama e Tendências 2024’, realizado pela ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software e a consultoria IDC, o setor de tecnologia no Brasil alcançou um valor de mercado de cerca de US$49,5 bilhões. A expectativa do Governo é que até 2025 o país tenha cerca de 797 mil vagas abertas na área de tech. Porém, apesar dos investimentos, encontrar profissionais capacitados para ocupar essas vagas tem sido o principal empecilho para que o mercado se desenvolva. 

Desistência, demora ou falta de resposta são dificuldades apontadas por 62,7% dos recrutadores que buscam por profissionais da área de tecnologia, seguido de expectativa salarial e de benefícios (15,7%), de acordo com pesquisa realizada pela GeekHunter – startup de recrutamento de pessoas desenvolvedoras de software e cientistas de dados. Com o impasse, sobram vagas do mercado de trabalho de tecnologia. 

Além da preocupação com a contratação, há também a atenção para se garantir a diversidade dentro do ambiente de trabalho, já que homens representam 70% da força de trabalho nesses campos. Como estratégia para abranger as minorias e promover a empregabilidade e o ambiente diverso dentro da área de tecnologia, algumas empresas têm adotado a disponibilização de vagas afirmativas – destinadas a públicos específicos, como mulheres, pessoas com deficiência, pessoas negras, pessoas LGBTQIAP+ e outros.

É o caso da Zup, empresa desenvolvedora de sistemas que faz parte do grupo Itaú Unibanco, está com mais de 100 posições abertas para a área de tecnologia e para ajudar a desenvolver o produto que é o carro-chefe da empresa, a StackSpot. “O nosso objetivo é aumentar o nosso time, mas com consciência de que temos a responsabilidade de promover o que acreditamos: um ambiente diverso e de alta performance como diferencial competitivo”, comenta Camilla Kobayashi, diretora de pessoas da Zup.

O mais recente relatório de diversidade divulgado pela Zup indica que a representatividade de pessoas diversas na empresa em 2023 – com um ou mais marcadores – chegou a 35%, “Sabemos que estamos longe do desejável, ainda assim comemoramos a evolução”, acrescenta Camilla. Entre as oportunidades para ingresso na companhia, há vagas afirmativas para inclusão de mulheres, pessoas trans e pretas. A empresa procura profissionais de tecnologia com conhecimentos em Angular, Java, MS Dynamics, Python, Kotlin, Business Intelligence, Machine Learning, entre outros. Todas as vagas podem ser acessadas através do site

 “A criação de oportunidades para grupos minorizados promove a diversidade, inclusão e equidade, além disso, também traz benefícios tanto para trabalhadores quanto para a empresa, de forma a fortalecer a atração e a fidelização de talentos, o que resulta em maior satisfação, produtividade e até senso de pertencimento em nossas pessoas”, ressalta Camilla.