Opera se torna o primeiro grande navegador com acesso integrado a LLMs – modelos locais de IA

Opera se torna o primeiro grande navegador com acesso integrado a LLMs – modelos locais de IA

A partir dessa semana, os usuários do Opera One Developer podem selecionar o modelo de LLM que desejam e gerenciá-los facilmente

Brasil, São Paulo – A Opera revelou uma novidade para os usuários de seu navegador Opera One: o suporte para 150 variantes locais de Large Language Model (LLM) – modelos de inteligência artificial e de aprendizagem de máquina profunda  treinadas para compreender e gerar texto em linguagem natural. Isso significa que agora é possível acessar e gerenciar facilmente esses modelos diretamente do browser em sua versão de desenvolvimento.

Essa atualização marca a primeira vez que LLMs locais estão disponíveis de forma integrada em um navegador de grande porte. Os modelos de IA são uma adição poderosa ao serviço de IA nativa da Opera, a Aria. Alguns dos LLMs locais suportados incluem:

  • Llama da Meta
  • Vicuna
  • Gemma do Google
  • Mixtral da Mistral AI
  • E diversos outros modelos

O uso desses LLMs permite que seus dados sejam mantidos localmente em seu dispositivo, o que garante uma experiência de IA mais segura e sem a necessidade de enviar informações para servidores externos. Os LLMs podem realizar diversos  tipos de tarefas de linguagem, como tradução de idiomas, análise de sentimentos, conversas de chatbot e muito mais. Eles podem entender dados textuais complexos, identificar entidades e relacionamentos entre eles e gerar um novo texto coerente e gramaticalmente preciso. Essa novidade faz parte do Programa AI Feature Drops da Opera, que permite que os primeiros usuários testem versões experimentais dos recursos de IA do navegador. 

A partir dessa semana, os usuários do Opera One Developer podem selecionar o modelo de LLM que desejam usar e seguir alguns passos simples para ativar esse novo recurso. Após a escolha, o modelo é baixado para o dispositivo, ocupando geralmente de 2 a 10 GB de espaço de armazenamento por variante e será usado no lugar da Aria, a IA nativa do navegador, até que o usuário inicie um novo chat ou ative a IA novamente..

Krystian Kolondra, EVP de Navegadores e Jogos na Opera, comentou: “A introdução dos LLMs locais dessa forma permite que a Opera explore novas maneiras de criar experiências incríveis dentro do espaço de IA local em rápido crescimento.”

Essa nova funcionalidade representa mais um avanço na trajetória de inovação da Opera no campo da inteligência artificial, desde o lançamento do Opera One até o momento. A empresa busca proporcionar aos usuários uma experiência aprimorada e intuitiva, integrando a tecnologia de IA diretamente em seu navegador.

Para experimentar os LLMs locais no Opera One Developer, clique aqui. E para ficar por dentro das últimas notícias sobre a IA da Opera, clique aqui.