Performance emocional é essencial para o sucesso de empreendedores

Performance emocional é essencial para o sucesso de empreendedores

De acordo com a psicóloga Fernanda Tochetto, empreendedores com alta performance emocional gerenciam e controlam melhor as próprias emoções, tomando decisões mais acertadas do ponto de vista estratégico para o negócio

Para se tornar um empreendedor de sucesso, tão importante quanto ter habilidades técnicas relacionadas às áreas de gestão financeira, marketing e planejamento estratégico, por exemplo, é ser detentor de uma alta performance emocional. Estudo realizado pela Universidade de Duke, nos EUA, é uma prova disso. Acompanhando 242 empreendedores por dois anos, a pesquisa constatou que aqueles com alta performance emocional tiveram um desempenho significativamente melhor em suas empresas do que aqueles com baixa performance emocional.

De acordo com a psicóloga, mentora de carreiras e empreendedores e autora do livro “Destrave sua vida e saia do rascunho”, Fernanda Tochetto, levando-se em conta a definição de performance emocional (habilidade de gerenciar e controlar as próprias emoções, além de reconhecer e compreender as emoções dos outros) fica fácil entender por que essa habilidade é tão importante para o desempenho dos empreendedores e de suas empresas.

“Quando o empreendedor tem uma baixa performance emocional, ele apresenta dificuldades em gerenciar suas próprias emoções, e isso faz com que ele não saiba lidar com situações estressantes, aumentando as chances de tomar decisões impulsivas e prejudiciais ao negócio”, explica Fernanda. Além disso, ressalta a psicóloga, a falta de habilidade em reconhecer as emoções dos outros, que decorre da baixa performance emocional, frequentemente afeta de forma negativa as relações com funcionários, clientes e parceiros de negócios, prejudicando o rendimento da empresa e seus resultados.

Já quando o empreendedor prima por uma alta performance emocional, destaca Fernanda, ele consegue manter a calma quando se depara com situações complexas, tomando decisões mais acertadas do ponto de vista estratégico para o negócio. “Ele também é capaz de construir relacionamentos mais fortes e positivos com as pessoas ao seu redor, o que pode levar a oportunidades de negócios e parcerias de sucesso”, afirma.

Como desenvolver a performance emocional

Segundo a treinadora comportamental, para aprimorar a performance emocional são necessários três passos: fortalecer a autoconsciência; praticar a empatia e a compreensão das emoções dos outros; e compreender que se trata de habilidade que pode ser desenvolvida ao longo do tempo.

“Definida como a capacidade de reconhecer e entender suas próprias emoções, a autoconsciência pode ser fortalecida, por meio de exercícios de meditação, terapias ou, simplesmente, por meio de paradas para refletir sobre como se sente em determinada situação”, diz a psicóloga.

Por sua vez, destaca Fernanda, a empatia e a compreensão das emoções alheias podem ser exercitadas através das seguintes práticas: ouvir atentamente, dando importância ao que está sendo relatado; demonstrar interesse por meio de perguntas; buscar compreender a pessoa com quem se relaciona mesmo que não concorde com ela; evitar julgamentos e colocar-se no lugar do outro.

Já para estar ciente de que a performance emocional pode ser desenvolvida ao longo do tempo, ressalta a mentora de carreiras e empreendedores, é fundamental reconhecer a importância desta habilidade para o sucesso do negócio, investindo sempre em seu aperfeiçoamento.