Voluntários colocam inteligência artificial a serviço da população para facilitar socorro emergencial às vítimas do Rio Grande do Sul

Voluntários colocam inteligência artificial a serviço da população para facilitar socorro emergencial às vítimas do Rio Grande do Sul

Em menos de 72 horas após o seu lançamento, o AjudeRS, plataforma online criada por um grupo de profissionais do mundo digital, registrou mais de 2 mil ocorrências e mais de 500 resgates na região.

“Na sexta-feira à noite, me dei conta do tamanho da tragédia e me sensibilizei não só pelas pessoas, mas também com os animais a ponto de começar a procurar passagem aérea para prestar ajuda na região.

Foi quando o Caio Kaspary, meu companheiro, pensou em uma solução digital que conseguisse impactar um número maior de pessoas.”, relata Thais Torres, uma das idealizadoras do projeto.

A partir desse impulso, Thais e Caio se juntaram ao amigo Pedro Elias para, juntos, darem início à criação e implementação do projeto.

Na sequência, os três idealizadores acionaram amigos com diferentes expertises no mundo digital que desenvolveram, de forma voluntária e em poucas horas, o AjudeRS, usando recursos de inteligência artificial.

Trata-se de um site abastecido em tempo real, disponível 24 horas por dia e acessível de qualquer dispositivo com conexão à internet, que traz, em formato de mapa geográfico, a localização das pessoas que precisam de resgate.

O registro das informações pode ser feito através de um número do WhatsApp ou pelo próprio site.

Neste momento, os esforços na região estão voltados ao resgate de pessoas e animais que estão em regiões de risco.

A equipe do AjudeRS está recebendo registro de doações e já realizou alguns encaminhamentos.

A próxima etapa é desenvolver uma estratégia para que essa ajuda chegue de maneira rápida e eficiente aos locais e às famílias abrigadas.

Localização exata em tempo real para resgates Para facilitar o acesso, as solicitações de auxílio são enviadas via WhatsApp, por mensagens, áudios, fotos e vídeos.

Através de inteligência artificial, o sistema automaticamente registra cada ocorrência na plataforma.

Esta, por sua vez, utiliza dados geográficos para conectar eficientemente as pessoas que necessitam de ajuda aos socorristas ativos no resgate.

No site, os voluntários também podem registrar a localização e o status de pessoas isoladas, desaparecidas ou que já encontraram abrigo, auxiliando, em tempo real, as equipes de resgates e os familiares que buscam informações sobre seus entes desaparecidos.

A partir disso, o time de base do AjudeRS entra em ação, garantindo que os voluntários se organizem e se movimentem de maneira mais estratégica, otimizando o tempo de resposta e aumentando as chances de sucesso no resgate das vítimas.

Criado de forma emergencial, o AjudeRS está em aprimoramento contínuo e recebendo cadastro de voluntários de diferentes áreas e localidades que tenham interesse em colaborar com a causa.

Com a proporção alcançada em tão pouco tempo, o objetivo agora é que a tecnologia desenvolvida seja capaz de atender a eventuais novos desastres que possam acontecer no país.

Site oficial: https://ajuders.com.br/
Instagram: @ajuders.com.br
Whatsapp: +55 67 99963 4831