5 dicas para criar uma landing page de alta conversão  

5 dicas para criar uma landing page de alta conversão  

*Por Lívia Barreto, diretora de Marketing da Dinamize   

Nos dias de hoje, ter presença on-line eficiente e estratégica é essencial para impulsionar vendas e, consequentemente, o sucesso de qualquer negócio. Assim como o e-commerce, as redes sociais e o marketplace, a página de vendas de uma marca, ou landing page, é um dos canais que favorecem esse processo. Na verdade, essa ferramenta é capaz de persuadir os visitantes e transformá-los em clientes, desde que seja criada de maneira assertiva, com as melhores práticas do mercado.   

Em outras palavras, uma landing page deve ser projetada estrategicamente para levar os consumidores de um ponto ao outro no funil de vendas, textos persuasivos, imagens de alta qualidade, depoimentos, garantias e o clássico call to action (CTAs) são características típicas.  

 Há muitas técnicas, estratégias e caminhos para alcançar bons resultados. Por isso, a seguir, listo cinco dicas principais para que uma landing page gere alta taxa de conversão.  

Avalie o que será vendido   

Mesmo que uma marca tenha amplo catálogo de produtos e/ou soluções, a página de vendas deve ser limitada a apenas um item. Portanto, os usuários só seguirão focados se estiverem realmente interessados o. Se quiser vender um curso de oratória, por exemplo, a landing page deve se concentrar nas dores e dúvidas de quem está querendo saber mais sobre o tema. Não adianta querer vender também aulas de tecnologia ou atendimento ao cliente.  

Conheça o público-alvo  

Faça uma pesquisa detalhada sobre o público do seu negócio, avaliando os pontos em comum entre essas pessoas e o que vai chamar a atenção delas. Assim, é possível produzir conteúdo qualificado e que faça sentido para os usuários. Para isso, não foque apenas em dados demográficos, considere também gostos pessoais, lugares frequentados, materiais consumidos, influenciadores preferidos etc. Tudo isso trará mais naturalidade na hora de se comunicar.  

Crie conteúdo persuasivo  

O ponto-chave das landing pages é justamente o conteúdo persuasivo, com uso de gatilhos mentais inteligentes. O ideal é mostrar que o seu negócio conhece o segmento e entende os desafios pelos quais passa já no título. Portanto, seja específico e direto, como por exemplo: Na hora de falar em público, você começa a suar? Já perdeu oportunidades por não conseguir expressar suas vontades? Logo depois, traga soluções diretas: Com esse curso, você conseguirá manter uma postura adequada durante toda a apresentação, ou: Vai expor seus pensamentos com confiança e eficiência. Outra boa pedida é o uso de depoimentos. Procure utilizar falas que instiguem a curiosidade do público-alvo.  

Invista em design atrativo e responsivo  

Não adianta contar com um bom conteúdo e deixar tudo visualmente bagunçado, com excesso de informações e fotos sem apelo. A página de vendas deve incluir cores institucionais, elementos gráficos e fotos que gerem reconhecimento entre os usuários. Mostre o produto ou serviço em funcionamento, use vídeos e separe blocos por tonalidade e formato. Além disso, é fundamental pensar na usabilidade em aparelhos mobile. Utilize fontes, tamanhos e imagens que sejam compatíveis com telas de dimensões variadas.  

Tenha mais de um ponto de conversão  

Lembre-se é preciso contar com alternativas para garantir que os usuários se cadastrem na página. O formulário de cadastro é tradicional e efetivo para garantir conversões; o botão de WhatsApp gera interação com atendimento ou vendedores; pop-up de saída oferece a última chance para o lead manter contato com a marca; e CTAs poderosos devem estar presentes para indicar ao usuário o fazer.