“Cérebro humano não foi feito para armazenar, mas para criar. Por isso há tanta dificuldade para guardar o que estudamos”, explica especialista

“Cérebro humano não foi feito para armazenar, mas para criar. Por isso há tanta dificuldade para guardar o que estudamos”, explica especialista

Já aconteceu de você se dedicar por horas ao estudo de determinado assunto e depois de alguns dias se lembrar de pouca coisa? O biólogo Paulo Jubilut, fundador da plataforma de educação Aprova Total, explica que o cérebro humano não foi feito para armazenar informações, mas para criar. Por isso há tanta dificuldade para guardar o que estudamos.

Agora você deve estar se questionando: como fazer para absorver o conteúdo? O especialista explica que a revisão é um dos caminhos para conseguir gravar e aprender, ao invés de viver constantemente o ciclo de estudar e esquecer.

“O tripé para a memorização é assistir às aulas, resolver exercícios e fazer revisão. É o método para manter o assunto fresco no cérebro”, pontua Jubilut. Pela quantidade de matéria a ser estudada, o aluno chega ao final do dia cansado e não consegue revisar nada. “O problema é que isso se torna um ciclo repetitivo de estudar e esquecer, um dos maiores erros para a aprovação”, explica.

Jubilut compartilha 9 táticas para colocar a revisão na rotina de estudos e potencializar a aprovação:

1. Anotações no caderno já são o seu resumo (ou revisão) e podem servir de consulta.

2. Escrever o que lembra do conteúdo ou colocar em prática a técnica de recuperação ativa, que significa forçar o cérebro a pensar sobre um assunto.

3. Explicação oral para os colegas que precisam entender algum conteúdo, ou até para si mesmo. O aluno que está estudando fala sozinho o tempo todo!

4. Você pode montar o seu próprio podcast. Terminou a aula? Comece a gravar o que aprendeu e volte ao áudio depois.

5. Desenvolva mapas mentais ou use aqueles que já foram construídos para completar com as suas anotações.

6. Faça flashcards com resumos do que aprendeu. O processo de construir essas fichas ajuda a gravar o conteúdo.

7. Pratique com simulados aquilo que você já estudou; isso vai lhe mostrar o que ainda precisa de revisão.

8. No caso de matéria atrasada, estude em dias especiais, como feriados ou domingos. Mas as revisões precisam ser diárias, se você tiver tempo.

9. Quem tem poucas horas por dia, estude normalmente (teoria e exercício) e faça os simulados e as revisões nos finais de semana.