Comprar ou alugar celular? Celular por assinatura é solução inteligente em um mundo hiperconectado 

Comprar ou alugar celular? Celular por assinatura é solução inteligente em um mundo hiperconectado  

*Por Letícia Bufarah, Gerente de Marketing da Leapfone  

Já migramos da “era dos produtos” para a “era dos serviços” há algum tempo. Aderindo aos novos comportamentos dos consumidores, todas as indústrias já abraçaram ou estão prestes a abraçar o modelo de negócio de assinaturas digitais. De alimentos a roupas, celulares e imóveis. Com o as a service, sobretudo no ramo dos smartphones, a tecnologia prova ainda mais o seu valor, e a facilidade de acesso a soluções eficientes se mostra mais importante do que a posse de produtos.  

O lançamento constante de novos modelos de aparelhos também torna mais difícil a decisão de comprar um celular. Diante disso tudo, a assinatura de smartphones surge como alternativa inteligente e promissora em comparação a uma aquisição, ainda mais quando nos deparamos com um mundo cada vez mais digital e em constante evolução.   

Mas quais são, de fato, as principais vantagens de aderir a uma assinatura de celular?  

Economia   

Em vez de gastar uma quantia significativa na compra de um celular de última geração, os consumidores podem optar por pagar uma taxa mensal mais acessível. Isso favorece o acesso aos smartphones mais recentes sem comprometer o orçamento.  

O iPhone 14 Pro, por exemplo, com armazenamento de 128 GB, chegou a custar 38% da média salarial anual de um brasileiro. A informação é do World of Statistics, que realizou um estudo para determinar o impacto financeiro da compra de um celular da Apple no orçamento das pessoas ao redor do mundo.  

Atualização constante  

Ao assinar um celular, os usuários têm a flexibilidade de atualizar para um modelo mais recente assim que possível, sem os obstáculos financeiros associados à compra. Isso permite que as pessoas desfrutem das últimas inovações, como melhorias na câmera, processamento mais rápido e recursos adicionais, sem se preocupar com a obsolescência do dispositivo.  

Manutenção e seguro  

Quando se compra um celular, a responsabilidade pela manutenção e reparos recai sobre o proprietário. Isso pode se tornar um fardo financeiro e logístico expressivo, especialmente em casos de danos acidentais, defeitos de fábrica ou problemas de software. No entanto, ao assinar um smartphone, a empresa oferece todo o suporte e ainda o consumidor pode contar com proteção completa contra roubo e danos físicos inclusos no valor da mensalidade. Ou seja, a companhia responsável cuida do envio, do gerenciamento, do reparo, da reposição e da segurança, com processos customizados para simplificar a operação.  

Sustentabilidade ambiental  

Esse modelo de negócio também se consagra uma escolha mais sustentável. Quando os consumidores optam pela assinatura em vez da compra, estão contribuindo para a redução do lixo eletrônico, uma preocupação ambiental. Ao assinar um plano, os celulares são usados por mais tempo, reduzindo o número de aparelhos descartados prematuramente.  

Contratação facilitada  

A partir da escolha de um plano, o pagamento pode ser feito mensalmente ou anualmente com cartão de crédito. No anual, paga-se 12 mensalidades de uma vez e, se optar pelo mensal, a conta será cobrada sem comprometer o limite do cartão.  

A permanência mínima são 12 meses e, após o prazo, o consumidor pode receber até 10% de desconto para continuar com o mesmo aparelho, fazer um upgrade para qualquer outro modelo disponível no catálogo ou cancelar o plano e devolver o dispositivo.  

Em resumo, considerar a assinatura de celulares em vez da compra se trata nos dias de hoje de uma decisão inteligente para quem busca benefícios da tecnologia móvel sem os inconvenientes financeiros e logísticos da compra de um novo aparelho a cada lançamento.  

*Letícia Bufarah é Gerente de Marketing da Leapfone – leapfone@nbpress.com.br