E-commerce: como a IA pode otimizar processos e alavancar vendas?

E-commerce: como a IA pode otimizar processos e alavancar vendas? 

*Por Yara Machado, CEO da Céu de Prata 

Uma pesquisa recente conduzida pela Microsoft e pela Edelman revelou que mais de 70% das micro, pequenas e médias empresas brasileiras adotaram a inteligência artificial. No setor do comércio eletrônico, essa tecnologia já é uma realidade consolidada, auxiliando desde a organização do catálogo de produtos no site até as estratégias de marketing e comunicação, resultando em uma taxa de conversão de leads mais elevada. Independentemente da atividade, é crucial investir em capacitação da equipe para que os colaboradores possam extrair o máximo do algoritmo, pois nada substitui o elemento humano no ambiente de trabalho. 

Yara Machado CEO da Céu de Prata

Algumas aplicações 

Nos e-commerces, a apresentação visual e as descrições dos produtos desempenham papel crucial no sucesso do negócio. É essencial manter o catálogo constantemente atualizado e fornecer descrições objetivas e atrativas dos itens. A utilização da IA tem contribuído significativamente para a criação de textos mais precisos e detalhados, proporcionando uma experiência de compra de alta qualidade para os clientes. Na área de edição de fotos, é viável realizar ajustes precisos em imagens externas utilizando softwares especializados. Essa prática é fundamental para aprimorar a produção, especialmente para marcas que lançam novos produtos semanalmente e buscam apresentação impecável para os clientes. 

Comunicação e marketing mais eficientes 

A tecnologia também simplifica a comunicação com os clientes por meio de aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, amplamente adotado pelas empresas. A inteligência artificial pode ser integrada na criação de conteúdo para o app, com o objetivo de despertar maior interesse pelos produtos. Em campanhas de anúncios, os algoritmos monitoram o desempenho de cada projeto, identificando qualquer subdesempenho antes mesmo do prazo médio do mercado. Esse processo impulsiona significativamente as taxas de conversão, permitindo à companhia direcionar investimentos de maneira mais inteligente. 

Economia e eficiência operacional 

Os negócios que implementam a inteligência artificial, seja em processos burocráticos ou em campanhas de marketing, também estão economizando consideráveis quantias. Os benefícios financeiros proporcionam a flexibilidade de alocar recursos em diversos outros setores ou de explorar novas iniciativas para impulsionar o crescimento da marca. Além disso, a adoção de tecnologias possibilita a entrega de trabalhos de maneira mais rápida e precisa. No entanto, é essencial incentivar os funcionários a se manterem atualizados para lidar com o avanço das ferramentas. Por exemplo, o ChatGPT já está na versão 4 e várias outras companhias de tecnologia estão lançando suas próprias versões, tanto para texto quanto para edição de imagens e vídeo, como é o caso do Midjourney. 

Em suma, a integração da inteligência artificial nos e-commerces não apenas otimiza processos, mas também impulsiona as vendas e melhora a experiência do cliente. Com economia e eficiência operacional, as empresas que abraçam a tecnologia estão preparadas para prosperar em um cenário comercial cada vez mais dinâmico e competitivo. 

*Yara Machado é CEO da Céu de Prata, empresa paulistana com foco em vendas de joias on-line – e-mail: ceudeprata@nbpress.com.br.