Elvis não morreu, e retorna aos palcos graças a Inteligência Artificial

Elvis não morreu, e retorna aos palcos graças a Inteligência Artificial

Elvis Presley, o lendário Rei do Rock, está programado para retornar aos palcos em 2024 por meio de um “espetáculo imersivo” que apresentará um avatar gerado por inteligência artificial. A empresa britânica Layered Reality desenvolveu esse projeto em colaboração com o Authentic Brands Group, utilizando milhares de fotos e vídeos do ícone musical para criar um avatar digital que executará suas famosas canções.

Este formato de espetáculo segue o sucesso de iniciativas semelhantes, como o “ABBA Voyage” da Pophouse Entertainment e a “nova era” da banda norte-americana Kiss. O “espetáculo imersivo” chamado Elvis Revolution está programado para estrear em novembro em Londres, com apresentações também em Las Vegas, Berlim e Tóquio.

A Layered Reality anunciou que o “Elvis Evolution”, uma versão holográfica de Elvis Presley gerada por inteligência artificial, será apresentado ao vivo no Reino Unido este ano. A empresa descreve o evento como um “grande novo show” que oferecerá uma experiência de concerto recriando o impacto de assistir Elvis ao vivo para uma nova geração de fãs, desafiando os limites entre realidade e fantasia.

O show contará com um Elvis digital em tamanho real, compartilhando suas canções e movimentos mais icônicos pela primeira vez no palco do Reino Unido. Utilizando inteligência artificial e tecnologia inovadora, os fãs poderão testemunhar performances autênticas de Elvis como se estivessem realmente presentes, celebrando momentos cruciais em sua extraordinária vida e carreira.

O espetáculo será seguido por uma festa no restaurante e bar temático de Elvis, oferecendo música ao vivo, DJs e apresentações. Embora o local do evento ainda não tenha sido divulgado, as vendas iniciarão em breve, e os interessados já podem entrar na lista de espera, conforme informações disponíveis no site da Layered Reality. De acordo com a revista “Variety”, o show também está programado para passar por Las Vegas, nos Estados Unidos; Berlim, na Alemanha; e Tóquio, no Japão.