Profissionais que dominam IA são os favoritos dos tech recruiters, indica pesquisa exclusiva

Profissionais que dominam IA são os favoritos dos tech recruiters, indica pesquisa exclusiva

Estudo exclusivo realizado pela startup de open education em tec DIO mostra que os profissionais da área devem dominar avanços tecnológicos

como a IA, machine learning e engenharia de dados

Sondagem, que entrevistou 900 tech recruiters, foi compilada em um e-book

São Paulo, janeiro de 2024 – Com a crescente demanda por profissionais de tecnologia, um dos principais desafios das grandes empresas é selecionar e recrutar os melhores talentos do mercado. Para alcançar esse objetivo, o papel do tech recruiter é essencial para garantir que o profissional contratado por uma empresa esteja preparado para os desafios exigidos pela vaga, o que exige, nos dias de hoje, dominar assuntos ligados aos avanços tecnológicos, como a inteligência artificial.

É o que indica uma pesquisa exclusiva realizada pela startup DIO, compilada no e-book As 7 tendências para Tech Recruiters em 2024, disponível para download de forma gratuita nesse link. O material ficará disponível por tempo limitado. O estudo foi realizado por meio de entrevistas com 900 profissionais da área de recrutamento e recursos humanos em tec.

Uma das principais conclusões da sondagem é que o conhecimento em inteligência artificial já é uma realidade do mercado de tec, e os recrutadores estão cada vez mais de olho nos profissionais que possuem certificações relevantes do setor, além de aplicar avaliações técnicas e apresentação de portfólio para saberem se o profissional tem as habilidades necessárias para desenvolver projetos do gênero.

Outro ponto importante, do ponto de vista da retenção de talentos, é investir em employer branding, pensando em atrair os melhores profissionais e se tornar uma empresa “cobiçada” por eles. Para isso, os recrutadores devem ter em mente 3 estratégias: construção e definição da marca empregadora, estratégias de mídia social e conteúdo, e personalização da experiência do candidato.

Em relação à diversidade, é outro ponto de melhoria no setor de tec, segundo estudo feito pela LANDTech. Os públicos sub-representados, tidos como prioritários pelos gestores para contratação, são as mulheres (52%), PCDs (27%), pretos e pardos (20%). Na pesquisa elaborada pela DIO, este é um assunto a se destacar, e são apresentadas táticas que podem ser aplicadas no momento da seleção. Entre as estratégias indicadas estão a ampliação dos canais de recrutamento e parcerias com organizações sem fins lucrativos que atuam em prol da capacitação de grupos sub-representados, criando assim uma rede de talentos mais ampla e diversa.

As tendências para os tech recruiters em 2024 incluem ainda a comunicação empática com os candidatos, criação de rede de networking forte com outros recrutadores, busca por profissionais com práticas sustentáveis e bom conhecimento das vertentes e carreiras em tecnologia.

A DIO é a maior comunidade de aprendizado contínuo em tecnologia da América Latina, que conta com mais de 1,2 milhão profissionais de tecnologia e já conectou milhares de talentos a big techs globais, como Santander, iFood, Inter, Volkswagen Digital Solution, GFT e Avanade. Por meio de iniciativas como a do e-book, a startup busca fomentar a rede de milhares de Tech Recruiters que utilizam sua base de talentos para selecionar profissionais certificados nas habilidades mais requisitadas do mercado.

“Apagão” de mão de obra em tec

Segundo levantamento recente do Google for Startups, o Brasil terá um déficit de 530 mil profissionais da área de tecnologia até 2025. Além do alto número de vagas que ficarão sem profissionais qualificados, o estudo indica dificuldades como o fato do mercado de TI brasileiro não desenvolver profissionais sêniores, o desafio de conseguir o primeiro emprego em tecnologia e as limitações para pessoas de regiões distantes dos grandes centros do país.

O estudo destaca que os recrutadores devem ter conhecimento das vertentes e carreiras da tecnologia, essa compreensão permitirá alinhar as expectativas dos candidatos com as necessidades da empresa. Algumas das carreiras que estão em alta para o ano de 2024: Engenharia de Dados, Desenvolvimento de Software em Nuvem (Cloud), Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML) e Segurança cibernética, são áreas da profissão que prometem movimentar o mercado em 2024.

A pesquisa foi consolidada em um e-book com as principais tendências para Tech Recruiters em 2024, um material focado em auxiliar recrutadores e recrutadoras a desenvolverem habilidades importantes para encontrar os melhores talentos de tecnologia para suas vagas no próximo ano. O material contém as 7 tendências mais indicadas pela pesquisa e como se preparar para cada uma delas, assim como também uma lista de 50 profissionais de recrutamento em tecnologia que estão transformando o setor, também indicados pelos entrevistados.

Iglá Generoso, CEO e Co-fundador da DIO, destaca que além das 7 habilidades, a lista de Top 50 Tech Disruptors tem o objetivo de reconhecer e homenagear quem está fazendo a diferença na busca por talentos de tecnologia. “A pesquisa foi idealizada para incentivar outros recrutadores e recrutadoras a se prepararem para os desafios do próximo ano, assim como buscar inspiração em profissionais que hoje são referência no recrutamento e seleção no mercado de tecnologia”, explica.