Quais são as áreas profissionais que seguem em alta para 2024

Quais são as áreas profissionais que seguem em alta para 2024

André Freire, sócio diretor da EXEC, aponta onde estarão as oportunidades de trabalho e crescimento nas empresas no próximo ano. A tecnologia seguirá balizando esse caminho

O fim de 2023 está próximo e muita coisa mudou no mercado de trabalho, movida, em grande parte, pelo avanço cada vez mais rápido da tecnologia e digitalização de processos. Os passos galgados pela Inteligência Artificial abriram um horizonte que surpreendeu muita gente, além de muitas empresas, o que fez com que algumas áreas profissionais ganhassem maior destaque e cujo protagonismo deve se manter em 2024.

De acordo com André Freire, sócio diretor da EXEC, empresa especializada em seleção e desenvolvimento de altos executivos e conselheiros, o advento dessa tecnologia, assim como a necessidade cada vez maior de lidar e analisar os dados de maneira mais profunda, estão gerando novas demandas em termos de trabalho dentro das companhias.

“Aspectos como a necessidade de investir cada vez mais em inovação, automação, digitalização de processos, agregar valor aos dados e reforçar o olhar para a sustentabilidade estão mudando o escopo de trabalho dentro das empresas, abrindo espaço para novas profissões e reforçando a importância estratégica de algumas áreas corporativas”, ressalta.

André elencou e comentou algumas dessas áreas que se destacaram neste ano e vão continuar em alta em 2024. São elas:

1) Tecnologia da Informação (TI) e Inteligência Artificial (IA): A procura por profissionais de tecnologia, entre eles, segurança cibernética, engenheiro e cientista de dados, desenvolvedor de software e especialistas em segurança, tem sido alta.

2) Saúde Digital: “A pandemia promoveu grandes transformações na saúde, entre elas o fortalecimento da telemedicina, criação de aplicativos de saúde e adoção de ferramentas para aumentar o nível de análise de dados que permitem muitas vezes que diagnósticos sejam feitos via IA. É uma área em ascensão e deve continuar se expandindo”.

3) Energias renováveis:  A busca por mais sustentabilidade em diversos setores da indústria faz com que profissionais de engenharia ambiental, energia solar e eólica continuem em alta.

4) Ciência de dados e Analytics: “Muitos setores atualmente, como é o caso do financeiro, estão diante da necessidade de contratar cientistas de dados e profissionais especializados em Analytics para aumentar a sua capacidade de extrair insights valiosos dos dados e agregar valor a eles para oferecer produtos e serviços cada vez mais personalizados aos seus clientes”.

5) Cibersegurança: “Com o aumento do tráfego de dados, principalmente, com o advento de movimentos como o Open Finance, por exemplo, a necessidade de investir em segurança nunca foi tão urgente, já que os ataques estão ficando cada vez mais sofisticados, o que torna crítica a área de cibersegurança. E isso eleva a busca por especialistas em proteção de dados”.

6) Saúde e bem-estar: “Áreas relacionadas ao bem-estar, como fitness, nutrição e produtos e serviços voltados para o envelhecimento da população podem ser promissoras, devido ao aumento da expectativa de vida das pessoas e uma maior preocupação com o cuidado com a saúde e adoção de uma vida mais equilibrada. Profissionais especializados nessas áreas terão bastante espaço no mercado de trabalho”.

7) Logística e suprimentos: “Outra área que foi bastante impactada com a pandemia foi a de logística e suprimentos, impulsionada pelo crescimento do comércio eletrônico e a globalização. Aumentar cada vez o nível de eficiência desses processos continuará sendo uma prioridade”.

8) Educação online e tecnologia educacional: “Aqui também podemos citar o papel da pandemia como mola propulsora da digitalização da educação, impulsionando o crescimento da educação online e a evolução das tecnologias educacionais. A aceitação de modelos de aprendizagem remota tende a ser cada vez maior”.

9) Biociência e biotecnologia: “Todos os dias nos deparamos com notícias que reforçam os avanços obtidos em pesquisa e desenvolvimento de novos insumos e medicamentos para tratar doenças como o câncer, por exemplo, algo que pode impulsionar oportunidades profissionais nesse setor”.