Soft Skills – Porque CARREIRA ainda é importante

Soft Skills – Porque CARREIRA ainda é importante

*Genésio Lemos Couto

Esta é uma afirmação convicta, mesmo diante de correntes que afirmam que a nova geração não valoriza a carreira.
Através da observação e do conhecimento, afirmo que a geração dos milênios tende a ter razão: muitos deles tiveram seu primeiro emprego durante a pandemia, sem a presença física no ambiente de trabalho; a pressa pelo crescimento é proporcional à rápida transformação do mundo; e o desafio de empreender diminui o desejo de se submeter a relações de trabalho tradicionais.
Por outro lado, as empresas precisam pensar em:

  • Sucessão dos colaboradores que concluíram seu ciclo;
  • Reposição de vagas devido ao turnover;
  • Qualificação das pessoas para apoiar o crescimento do negócio; e
  • Um corpo executivo para a perenização da organização. Como fazer tudo isso sem pensar em carreira?
    Por isso, afirmo que a carreira ainda é importante.
    É evidente que as empresas precisam se ajustar para atrair as novas gerações, aceitando a acelerada e ansiosa geração em um mundo também ansioso, ambíguo, volátil e não linear.
    Como ser atraente para as empresas?
    Existem vagas disponíveis nas empresas, que, por sua vez, buscam candidatos com mentalidades inovadoras e habilidades interpessoais alinhadas com a rápida evolução do mundo.
    Habilidades emergentes, tais como adaptabilidade, liderança, capacidade de inovação, comprometimento e visão estratégica para o crescimento tanto da empresa quanto do profissional, são aspectos que considero extremamente importantes para o período atual.
    As habilidades interpessoais requeridas são numerosas, ultrapassando a marca de 20, variando entre o domínio de ferramentas específicas e tendências passageiras.
    Contudo, aquelas que realmente impactam o mercado concentram-se nestas cinco mencionadas.
    Embora a carreira possa parecer menos relevante para aqueles que optam por empreender, é essencial reconhecer a importância da carreira dos indivíduos que os acompanharão nessa jornada empreendedora.
    Para um empreendedor que visa o crescimento e o sucesso do seu negócio, é fundamental valorizar e investir nas trajetórias profissionais do seu time.
    Fica claro que carreira não é mais apenas as grades de cargos e salários.
    Carreira na atualidade é formada por patamares de conhecimento adquirido em cada trajetória do profissional.
    Para manter a empregabilidade em qualquer profissão, é vital se qualificar além do seu campo de atuação.
    É importante estar atento às tendências e exigências do mercado, especialmente diante da transformação digital e do aumento no uso da inteligência artificial, que representam ameaças a cargos na manufatura e, principalmente, no atendimento ao público.
    Hoje, focar apenas na própria área de atuação é insuficiente.
    É necessário ter uma visão ampla e uma mente aberta para perceber as evoluções do mercado, a fim de não ficar para trás e desenvolver a capacidade de ser multifuncional.

*Genésio Lemos Couto é Consultor e Conselheiro Consultivo, especialista em gestão empresarial, proprietário do canal Carreira no Topo e autor do livro Luz, Câmera e Gestão.