Empresa de pagamentos brasileira desenvolve primeiro Pix Internacional

Empresa de pagamentos brasileira desenvolve primeiro Pix Internacional

Tecnologia de pagamento internacional instantâneo abrangendo Brasil x EUA está em processo de implantação com potencial de expansão global

A convergência financeira entre Brasil e Estados Unidos é uma realidade que se torna mais plural e acessível com os adventos tecnológicos, principalmente com a possibilidade de integração entre Pix e FedNow (sistema de pagamentos instantâneos lançado pelo Federal Reserve dos Estados Unidos em 2023), semelhante ao meio de pagamento que líder no Brasil desde 2020.

Somente no ano passado, o Brasil transacionou por dia mais de 66 milhões de pagamentos Pix, totalizando mais de 24 bilhões no período. Este potencial financeiro abre as portas para que o brasileiro possa realizar compras, efetuar pagamentos e transferências em tempo real de moeda brasileira para dólar, operações cross border estão cada vez mais tangíveis para ambos os lados.

Nesse sentido, a C&M Software, primeira PSTI (provedora de serviços de tecnologia da informação) do Brasil, atuante no mercado americano desde 2013, e autorizada pelos respectivos bancos centrais para transacionar pagamentos instantâneos; agora facilita e conecta os dois países através da solução Corner Cross Border, podendo transacionar quantias entre as duas nações.

A entrada dos bancos nacionais em território americano vem impulsionando a presença de brasileiros investindo em dólar, bem como elevando o poder de compra dos brasileiros na terra do Tio Sam. A instantaneidade que ambos os meios de pagamento permitem, pautadas em protocolos internacionais ISO 20022, permite que as transações financeiras entre os dois países possam ser mais rápidas, fáceis e baratas.

“O brasileiro é um early adopter nato, e sua rápida adesão ao Pix justifica a criação de produtos que expandem a usabilidade do meio, que no último ano transacionou aproximadamente 11 trilhões de reais. Já os Estados Unidos, recém estreante com pagamento instantâneo, olha para o Brasil, não somente como um benchmarking de sucesso, mas também como uma oportunidade na geração de novos negócios e expansão de oportunidades”, destaca Daniela Machado, diretora global de marketing e produtos da C&M Software.

Conexão Brasil X Estados Unidos e as oportunidades de novos negócios

A conectividade entre as duas nações é possível para quaisquer instituições que desejarem explorar o mercado americano, atuando até mesmo como BaaS (Banking as a Service), sem a necessidade de se ter uma estrutura fixa em endereço americano. 

“O Corner Cross Border é uma potência não somente para correntistas brasileiros desfrutarem do varejo americano, mas significa a entrada de instituições financeiras do Brasil que desejem exportar seu know-how com o Pix em território americano, sendo correspondent banking das instituições financeiras já plugadas a C&M Software em ambos os países.”, reforça Orli Machado, CEO da C&M Software.

O cenário para o primeiro trimestre de 2024 é extremamente otimista, segundo Orli Machado, dentro da sua capilaridade de atender o mercado brasileiro e americano. Ele prevê também a entrada de bancos latinos dispostos a ingressar nos Estados Unidos via BaaS. “Nos últimos 5 anos, os brasileiros investiram mais de 166 bilhões de dólares no exterior, entretanto a nossa expectativa para 2024 é que consumidor latino-americano projete um aumento de 16% em moeda americana”, aguarda Orli.

 Os objetivos da companhia não se limitam para as relações Estados Unidos e Brasil, mas o desejo de Orli Machado é ainda maior: “A C&M Software quer ser a nova Swift, e assim, fazer conexões inter-fronteiriças entre os membros do BIS mundialmente”, celebra Orli Machado.