Existe uma inteligência artificial para tudo? 8 curiosidades que todo mundo precisa saber

Existe uma inteligência artificial para tudo? 8 curiosidades que todo mundo precisa saber

*Por Fernando Moulin, partner da Sponsorb, professor e especialista em negócios, transformação digital e experiência do cliente.

A inteligência artificial é um dos tópicos mais quentes do século 21. No entanto, muitas pessoas ainda não têm compreensão completa do que a IA é capaz. Até pouco tempo atrás, o termo pertencia mais ao universo da ficção científica do que ao nosso dia a dia e a maioria sequer ousava sonhar em conviver com tecnologias extravagantes como as retratadas no desenho animado Os Jetsons ou no filme Minority Report, por exemplo.

Fato é que, hoje, questiona-se até mesmo se (ou, por muitos, quando) a inteligência baseada nas máquinas poderá superar a inteligência humana – situação hipotética denominada “Inteligência Artificial Geral”.

Isso porque a IA já detém a capacidade de aprender com dados, raciocinar, resolver problemas, gerar imagens e vídeos automaticamente e reconhecer padrões. Em outras palavras, a IA abrange uma variedade de inovações, como aprendizado de máquina, processamento de linguagem natural e visão computacional, que definem grande parte da essência do que é ser “humano”.

Para se ter ainda mais noção do seu impacto potencial, com o avanço da tecnologia parece cada vez mais evidente que algumas profissões podem se perder no meio do caminho. Segundo o relatório sobre o Futuro dos Empregos 2023, do Fórum Econômico Mundial, até 2027 75% das empresas consultadas esperam adotar a inteligência artificial em seus negócios, sendo que 50% destas organizações estimam que a tecnologia gere crescimento de empregos e 25% esperam que gere perda de ocupações.

Seja como for, não dá mais para subestimar o potencial transformador que está moldando o mundo. Então, vale se atentar a alguns pontos interessantes para a melhor adaptação de seu negócio a esta nova, acelerada e intrigante realidade:

1 – IA não é uma invenção recente

Embora tenha ganhado notoriedade nos últimos anos, a inteligência artificial e seus conceitos remontam à década de 1950. Alan Turing, um dos pioneiros da computação, propôs a ideia de máquinas capazes de realizar tarefas intelectuais. Desde então, a tecnologia passou por várias fases de desenvolvimento, culminando nas avançadas ferramentas que temos hoje.

2 – Ela está em toda parte

É possível pensar na IA como algo limitado aos chatbots, assistentes virtuais ou de voz (como Siri e Alexa), ou ainda a máquinas que performam tarefas repetitivas. Porém, ela está mais presente em nosso dia a dia do que imaginamos. Alimenta algoritmos de busca na web, recomendações de filmes na Netflix e até mesmo carros independentes. Sem contar o cada vez mais onipresente ChatGPT.

3 – Ajuda a salvar vidas

A inteligência artificial tem o potencial de revolucionar a medicina, auxiliando médicos no diagnóstico de doenças, na identificação de tratamentos eficazes, na descoberta de novos medicamentos e até mesmo na previsão de surtos de doenças.

4 – Favorece a automação

Também tem o potencial de automatizar muitas tarefas, o que pode melhorar a eficiência e reduzir erros humanos. No entanto, isso também gera preocupações sobre o desemprego em muitos setores, como destacado anteriormente. É importante encontrar o equilíbrio entre a automação e a manutenção de postos de trabalho qualificados.

5 – Pode não ser tão inteligente quanto parece

Embora a IA possa realizar tarefas complexas, ainda não possui a compreensão profunda e a criatividade que os seres humanos têm. Por enquanto, também não esbanja intuição ou senso comum.

6 – Transforma a educação e o desenvolvimento de novos conhecimentos

A inteligência artificial está sendo usada para personalizar a aprendizagem, fornecendo a estudantes e profissionais em busca de aprimoramento recursos educacionais sob medida para suas necessidades individuais. Também pode automatizar a avaliação de tarefas e fornecer feedbacks imediatos, bem como suportar planos individualizados de desenvolvimento de novas competências e habilidades.

7 – Impulsionará a indústria automobilística

Carros autônomos são um exemplo notável de como a IA está revolucionando a indústria automobilística. Eles prometem tornar o transporte mais seguro e eficiente, e não há cenário da evolução do setor que não contemple o suporte amplo dos algoritmos no futuro da mobilidade

8 – Parece ter um futuro emocionante pela frente, mas com desafios

A IA tem um potencial incrível para melhorar nossas vidas, mas também apresenta desafios éticos, sociais e políticos. A regulamentação e a supervisão destas poderosíssimas ferramentas são essenciais para garantir que essa tecnologia seja usada de maneira responsável. A multiplicação de deep fakes e fake news causa arrepios e angústias em todos os que entendem as implicações de seu mau uso.

É importante ainda compreender suas limitações e os desafios para aproveitar ao máximo os benefícios e mitigar riscos. Trata-se de uma das maiores conquistas tecnológicas da humanidade e é nossa responsabilidade usá-la sabiamente.

*Fernando Moulin é Partner da Sponsorb, empresa boutique de business performance, professor e especialista em negócios, transformação digital e experiência do cliente. E-mail: fernando.moulin@sponsorb.com.br