Focada em inovação, Vitru Educação lança a assistente virtual SofIA

Focada em inovação, Vitru Educação lança a assistente virtual SofIA

O objetivo é enriquecer a experiência acadêmica dos estudantes
 

Para enriquecer a jornada acadêmica e garantir ainda mais qualidade no ciclo de aprendizagem, a Vitru Educação, por meio da sua marca UNIASSELVI, lança a SofIA, uma assistente virtual que atende os estudantes de forma personalizada, acolhedora e inovadora.

A nova tecnologia, que está rodando em um projeto piloto para cinco cursos ofertados pela instituição, tem como papel fundamental utilizar a inteligência artificial (IA) para oferecer um recurso inteligente que auxilia e apoia a jornada acadêmica e colabora na busca por conhecimento de forma eficiente e interativa.

Inicialmente usada por mais de 8 mil alunos, a assistente virtual não se limita a responder perguntas de forma mecânica. Por meio da convergência entre tecnologia e educação, a SofIA incentiva e engaja a busca por informações objetivas e necessárias, gerando o melhor aproveitamento dos conteúdos e incentivando os estudos.

“É crucial esclarecer que a SofIA é uma ferramenta de apoio, uma aliada inovadora que trabalha em harmonia com o corpo docente. O objetivo não é substituir a interação humana, mas sim potencializá-la, oferecendo um recurso que auxilia os estudantes na busca por informações relevantes de maneira eficiente e interativa”, ressalta Janes Tomelin, VP Acadêmico da Vitru.

Como diferencial, a assistente ganha destaque pela sua abordagem pedagógica exclusiva, já que atua com base em uma metodologia de aprendizagem própria, desenvolvida pelo time Acadêmico da Vitru.
 

Janes também explica que a instituição tem cada vez mais estudado para aproveitar as melhores oportunidades que a inteligência artificial viabiliza. “Estamos constantemente inserindo as inúmeras possibilidades que IA traz na rotina de estudos, nos produtos e ambientes educacionais. Desta maneira é possível garantir uma experiência mais fluída e clara para os alunos e aproveitar o melhor da tecnologia como suporte para os nossos docentes e colaboradores”, diz.
 

Com esse horizonte adaptativo e colaborativo, Alessandra Lima, Diretora de Inovação Vitru, fala como essa articulação promove a exploração responsável e aprimorada do uso de IA em um ambiente de aprendizado.

“É uma fase importante para a Vitru. Mapeamos a jornada do nosso negócio, identificamos as oportunidades com alto potencial transformacional, tais como, gestão de leads, experiências de personalização da aprendizagem, geração de conteúdos e carreira. A ideia é oferecer a melhor jornada educacional para os alunos”, finaliza.
 

Uso responsável da Inteligência Artificial

Em um movimento pioneiro no cenário educacional, a Vitru Educação anunciou oficialmente a criação de um manifesto que estabelece princípios claros para o uso ético e responsável da inteligência artificial na educação. O manifesto, uma declaração pública de intenções, reflete o compromisso da instituição em guiar a transformação digital no ensino, considerando valores fundamentais como inclusão, diversidade, proteção da privacidade e segurança da informação, equidade e respeito pela autonomia dos estudantes.
 

A elaboração do manifesto abriu espaço para uma consulta pública a todos os colaboradores. Este processo colaborativo permitiu que os atores educacionais contribuíssem com perspectivas valiosas e insights sobre como a IA pode ser integrada de maneira ética e benéfica para a experiência de aprendizagem.
  Ao assumir a liderança nesse esforço, a Vitru Educação enfatiza seu papel como líder no setor educacional, encorajando outras instituições a seguir o exemplo. O manifesto destaca a importância de orientar a transformação promovida pela IA na educação, explorando seu potencial para enriquecer a experiência de aprendizagem e preparar os estudantes para um mundo cada vez mais interconectado e tecnológico.