16/05/2022
O governo da Ucrânia vende as NFT para financiar a guerra contra a Rússia

O governo da Ucrânia confirmou que irá emitir NFT para financiar as suas forças armadas na defesa contra as forças da Russia.

O vice-primeiro-ministro Mykhailo Fedorov fez o anúncio na mesma semana em que o país angariou mais de US$270 milhões com a venda de títulos de guerra.

Estes títulos são uma das várias formas que a Ucrânia está a utilizar para arrecadar recursos.

O governo está também em negociações com Banco Mundial e o FMI sobre liberar uma ajuda de emergência.

Num Tweet, o Sr. Fedorov disse que as NFT serão lançadas brevemente.

Entretanto, não havia planos para vender fichas fungíveis, das quais criptomoedas são um excelente exemplo, segundo ele.

As NFT são bens “únicos” no mundo digital que podem ser comprados e vendidos como qualquer outro bem, mas que não têm forma tangível própria.

Os tokens digitais podem ser pensados como certificados de propriedade de bens virtuais ou físicos.

O anúncio é o mais recente sinal de que o governo ucraniano está a utilizar os bens digitais ao procurar novas formas de arrecadar dinheiro para remunerar os seus militares.

Na terça-feira, a Ucrânia angariou o equivalente a US$ 270 milhões de um leilão de títulos de guerra.

O Ministério das Finanças do país declarou: “As receitas dos títulos serão utilizados para fazer frente às necessidades das Forças Militares da Ucrânia”.

O FMI e o Banco Mundial disseram que estão trabalhando num pacote multi-bilionário para a Ucrânia nos próximos meses.

Entretanto, milhões de dólares foram doados ao reforço de guerra ucraniano através Bitcoins doados anonimamente, de acordo com técnicos da criptocracia.

No sábado, a conta oficial no Twitter do governo ucraniano exibiu a mensagem: “Fiquem com o povo da Ucrânia. Agora aceitamos doações em criptomoedas. Bitcoin, Ethereum e USDT”.

Publicou endereços de duas carteiras de criptomoedas que recolheram US$ 5,4 milhões em Bitcoin, Ether e outras moedas em cerca de oito horas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.